quinta-feira, 18 de abril de 2013

Revista de Imprensa - 18 de Abril 2013


"Vocês é que têm de meter o pé!"



  É com esta frase proferida por Vitor Pereira que o jornal O Jogo, edição norte, faz manchete, nesta quinta feira.

O dérbi lisboeta, que se realiza no domingo, entre benfica e Sporting, a contar para a 26.ª jornada da I Liga, continua em destaque nas manchetes dos jornais desportivos nacionais.




O Jogo:

Thumb resize.


- FC Porto: "Vocês é que têm de meter o pé!", o treinador levantou a voz para chamar os jogadores à responsabilidade; Vitor Pereira, "Temos de ter mais rigor, eu tenho de ter mais rigor"; "Jackson não tem quem o alimente", pai do avançado justifica o jejum de golos com o facto de a bola não chegar ao colombiano.



“Patrício? Vender é os que não prestam’, Iordanov"
- "Luís Filipe Vieira quer blindar Lima"
- "Marco Matias põe Vitória no Jamor"


Record:

Thumb resize.


- FC Porto: "Vitor Pereira apela ao grupo - Não podemos desistir"


- "Jesualdo na corda bamba"
- "Este é o melhor Sporting’, Lima"
- "Minhotos no Jamor garantem Liga Europa"



A Bola:

Thumb resize.


- FC Porto: "Atsu atrasa renovação"


- "André Martins titular"
- "Temos de jogar com todas as nossas forças’, Lima"
- "Vitória de Guimarães-Belenenses (1-0): Festa Final"



Notícias sobre o FC Porto:




Exigência transversal, Vitor Pereira deixou repto ao plantel

Vítor Pereira concentra-se em pleno relvado antes de transmitir a mensagem pretendida ao grupo.
Vítor Pereira não deita a toalha ao chão. O treinador do FC Porto já vincou publicamente, e até em diversas ocasiões, que mantém bem viva a crença na revalidação do título por parte da sua equipa. Apesar dos dragões continuarem à distância de 4 pontos do Benfica, o técnico tem reiterado na praça pública a intenção de vencer o campeonato e, ontem, ficou a saber-se que é exatamente essa a ideia que também transmite ao seu plantel mesmo na privacidade do grupo.


Atsu para a vaga de Gareth Bale, interesse reacende-se face à provável saída

"Reacendeu-se." Foi precisamente este o termo utilizado pelo jornal inglês “Daily Mirror” para noticiar a investida do Tottenham, atual clube de André Villas-Boas, na aquisição de Christian Atsu.

O ganês, de 21 anos, é um dos dois nomes que o treinador português tem debaixo de olho para suceder a Gareth Bale, principal estrela dos spurs, que dificilmente continuará em White Hart Lane em 2013/14 – o outro é o sul-coreano Son Heung-Min, do Hamburgo, da Alemanha. O apertar do cerco a Atsu vai ganhando forma na mesma medida em que se aproxima a janela de transferências do próximo verão, altura em que o FC Porto terá, previsivelmente, a derradeira oportunidade para conseguir alguma mais-valia financeira através da venda do passe do extremo-esquerdo. O contrato de Atsu com os azuis e brancos termina no final da próxima temporada, o que permitirá ao ganês comprometer-se com um novo emblema já em janeiro de 2014 – com contrato a iniciar só em julho desse ano – sem que os dragões sejam ressarcidos financeiramente pela sua saída.

Tal como Record noticiou em tempo oportuno, Christian Atsu já rejeitou uma proposta de renovação que lhe foi apresentada pela SAD, por esta querer subir a sua cláusula de rescisão dos atuais 10 milhões de euros para 30 milhões de euros. À altura, o extremo considerou que este aumento não se coadunava com o tempo de utilização que tinha pela equipa principal e reivindicou uma aposta declarada do clube nas suas capacidades. Como pouco ou nada mudou daí para cá, é pouco crível que Atsu venha a aceitar a renovação.




«Problema do Jackson está na equipa», diz o pai

A «seca» de golos de Jackson Martínez já vai em seis jogos e mais de 600 minutos, situação que estranha que vê de fora depois de um período de enorme fulgor que levou o colombiano ao topo da lista de goleadores em Portugal.

Vítor Pereira já desdramatizou o facto sem nunca «culpar» o coletivo pelo rendimento menos bom do ponta de lança; ora, o pai de Jackson não tem dúvidas que a «seca» do filho está relacionada com o momento menos bom da equipa portista.

«Ele não tem marcado porque a equipa não está a jogar da mesma forma. O futebol é um jogo coletivo e quando as bolas não chegam à frente, torna-se mais difícil para um avançado marcar golos», começou por dizer Orlando Martínez ao O Jogo.

«É o que está a acontecer com o FC Porto, que não está a conseguir criar tantas oportunidades como antes. O problema da seca de golos está na equipa», prosseguiu o progenitor de Jackson, para logo depois negar a existência de qualquer problema interno.

«Ele não se queixa de nenhum problema e diz que está bem no FC Porto. As coisas é que não estão a sair bem... Acredito que a equipa ainda vai a tempo de voltar a praticar o bom futebol que lhe permitiu marcar tantos golos.»


Galatasaray «louco» por Jackson Martínez

O Zenit St. Petersburg foi o primeiro clube a acenar com uma proposta por Jackson Martínez, mas agora entra em cena o Galatasaray que, de acordo com o jornal A Bola, ofereceu 44 milhões de euros pelo passe do avançado colombiano.

O diário desportivo português informa que o agente de Jackson está em Istambul com o devido conhecimento da SAD do FC Porto e que a primeira oferta dos turcos foi rejeitada pela administração azul e branca.

O ponta-de-lança colombiano tem uma cláusula de 60 milhões de euros, valor que Pinto da Costa tem neste momento como referência para abrir mão do melhor marcador da equipa e do Campeonato Nacional.

O Galatasaray ainda tentou incluir no possível negócio um jogador do plantel, mas do Dragão chegou a informação que Jackson só sai pelo valor da cláusula, pelo menos neste momento.

Jackson Martínez cumpre a primeira época no FC Porto e à semelhança de outros casos (Falcao e Hulk, mais recentemente) deve mesmo continuar de dragão ao peito na próxima época. E só nessa altura Pinto da Costa admite negociar abaixo dos 60 milhões, algo que aconteceu com o avançado brasileiro transferido para o Zenit.


Ingleses insistem em troca de James por Anderson

James Rodríguez volta a ser colocado na órbita do Manchester United e a imprensa inglesa admite a possibilidade dos red-devils trocarem o internacional colombiano por Anderson.

De acordo com o Daily Telegraph, o Manchester United vai propor o negócio ao FC Porto no final da temporada, embora os azuis e brancos apenas estejam dispostos a negociar o colombiano por valores a rondar a cláusula de rescisão, que é de 45 milhões de euros.

No entanto, Alex Ferguson, admirador de James Rodríguez, entende que o regresso de Anderson ao Dragão pode ser algo que agrade ao FC Porto, pelo que acredita que dessa forma conseguirá baixar o preço pedido pelo colombiano.



Tiago Rodrigues «é um box-to-box mas também pode ser número 10», diz Luiz Felipe

Luiz Felipe, técnico que acompanhou de perto o percurso de Tiago Rodrigues em Guimarães, crê que o FC Porto está a fazer uma «boa compra» aos vimaranenses. O treinador de 47 anos disse ainda que o médio «é um box-to-box» mas também pode ser um «número 10» na equipa azul e branca.

«O Tiago Rodrigues tem capacidades para ser o número oito que o FC Porto precisa. Ainda não é o João Moutinho mas tem meia distância que o Moutinho não tem», disse, em declarações à Renascença.

Face ao esquema utilizado no Dragão, Luiz Felipe entende que Tiago Rodrigues será um «box-to-box» mas também pode ser um «número 10». Ainda assim, Luiz Felipe sublinha que o médio «terá que ter sempre liberdade para chegar no último terço».

O antigo treinador da equipa B do Vitória de Guimarães sublinha, acima de tudo, que Tiago Rodrigues «pode ser uma mais-valia para a equipa principal do FC Porto».

Tiago Rodrigues, soma 15 jogos cumpridos, 12 a titular, na liga portuguesa, 17 na Segunda Liga, na equipa B do Vitória de Guimarães, dois na Taça de Portugal e uma partida na Taça da Liga.



Freamunde derrota FC Porto B (0x2)

O Freamunde ganhou novo fôlego na luta pela permanência na Segunda Liga após derrotar o FC Porto B por 0x2, em partida a contar para a 26ª jornada.

Em Vila Nova de Gaia, a formação comandada por Jorge Regadas impôs-se aos azuis e brancos com dois golos marcados ao longo da primeira parte. Diogo Ramos, aos 24 minutos, inaugurou o marcador e Orlando, a quatro minutos do intervalo, apontou o 2x0 final.

Com este resultado, o Freamunde passa a somar 30 pontos e partilha o primeiro lugar abaixo da linha de água com o Sporting da Covilhã, estando ambas as equipas a dois pontos do Trofense, que esta noite joga nos Açores contra o Santa Clara.

Por seu lado, o FC Porto B continua com os mesmos 50 pontos e mantém a 11ª posição.









Por: Cubillas
Enviar um comentário
>