quarta-feira, 10 de abril de 2013

Revista de Imprensa - 10 de Abril 2013

 Direção de Bruno de Carvalho não se rende à "força invasora". Bancos não dão crédito aos leões e colocam em causa o futuro da nova direção.





  Os jornais desportivos desta quarta-feira destacam nas primeiras páginas a "guerra aberta" que estalou entre a direção da SAD do Sporting e a banca nas negociações para a reestruturação financeira do clube de Alvalade.

O braço de ferro entre a direção liderada por Bruno de Carvalho e os bancos BES e Millenium BCP fazem as primeiras páginas dos diários desportivos desta quarta-feira. Nas últimas eleições presidenciais do Sporting, a questão das relações do futuro presidente com a banca foi um dos temas centrais de debate entre os candidatos. A reestruturação da dívida financeira da SAD leonina foi apontada como vital para o futuro do clube, mas as negociações entre a direção de Bruno de Carvalho e a banca "azedou" nas últimas semanas. Os bancos emprestaram milhões de euros ao Sporting nos últimos anos e, atendendo às informações veiculadas por vários órgãos de comunicação social, têm como refém o futuro do clube leonino.





O Jogo:

Thumb resize.


- FC Porto: "Kelvin já nem sonhava jogar", reação do treinador em Setúbal convenceu-o de que era o fim da linha; Dragões na Colômbia com Cavaco Silva



“Viola começa por tratar do físico”
- "Temos saudades de Salvio"
- "Drogba assustou mas estava lá Cristina Ronaldo"


Record:

Thumb resize.


- FC Porto: "Mangala está de volta à equipa"


- "Bruno mostra o que vale"
- "Prevejo final com Chelsea”



A Bola:

Thumb resize.



- FC Porto: "Helton lamenta assobios"


- "Bruno declara guerra à banca"
- "Golos de Cardoso falam por ele"



Notícias sobre o FC Porto:




Kélvin deixa recado ao Benfica: «Vamos dar tudo em busca do título»

Herói do FC Porto na vitória (3x1) sobre o SC Braga, da última segunda-feira, no Dragão, Kélvin deixou um aviso para os lados da Luz: «Vamos com tudo à procura do título».

«Foi uma vitória muito importante. Mantemos a esperança de sermos campeões e este triunfo deu mais confiança à equipa. Vamos com tudo à procura do título», afirmou Kélvin, esta quarta-feira, após ter recebido o prémio de melhor em campo referente a essa partida.

O jovem Kélvin agradeceu ainda a oportunidade dada por Vítor Pereira.

«Graças a Deus deu tudo certo. Fiquei muito feliz porque não esperava que isto acontecesse. Os meus dois golos ajudaram a equipa», disse Kélvin que foi lançado na segunda parte, quando a partida estava empata a um golo, e apontou dois tentos que valeram a conquista dos três pontos.

Kélvin, 19 anos, tem contrato até junho de 2016. O atacante soma, esta época, seis jogos camisola principal do FC Porto e... seis vitórias.


Everton quer Vítor Pereira (FC Porto)

Com o futuro de David Moyes em Goodison Park ainda pendente, o Everton está no mercado de treinadores e Vítor Pereira, técnico do FC Porto, é hoje apontado como possível novo técnico dos Toffees.

A imprensa inglesa assume, esta terça-feira, que os responsáveis do Everton estão em «contactos próximos» com Vítor Pereira com vista à mudança do treinador portista.
Segundo o sítio ogoal.com, o presidente do Everton, Bill Kenwright, é um «admirador confesso» de Vítor Pereira e espera, por isso, levar o treinador para Merseyside.

Mas há outro nome apontado como possível novo técnico do Everton. Trata-se de Roberto Martínez, espanhol de 39 anos, técnico do Wigan. Martínez, que na última temporada foi apontado ao Liverpool, pode acabar por rumar ao lado azul da cidade dos The Beatles.


Anzhi quer tirar Jackson do Dragão

Apesar de estar há cinco jogos consecutivos sem marcar um golo, Jackson Martínez continua a colecionar admiradores na Europa e agora é a vez de o Anzhi surgir como interessado no avançado do FC Porto.

De acordo com o jornal Izvestia, a formação orientada por Guus Hiddink tem o internacional colombiano referenciado e estará de tal forma interessado na sua contratação que pondera avançar com uma proposta de 40 milhões de euros, valor da cláusula de rescisão.

O objetivo do Anzhi é que Jackson Martínez forme uma dupla de ataque com Samuel Eto'o, apesar do colombiano ter renovado recentemente o contrato que o liga ao FC Porto até 2018.




Helton responde aos adeptos: «Minoria não percebe que existem adversários»


Não passou ao lado o evidente mal-estar entre os jogadores do FC Porto e o público do Dragão, na segunda-feira à noite, após a vitória, por 3x1, sobre o SC Braga.

A equipa foi assobiada em vários momentos do encontro e Helton usou as redes sociais, esta terça-feira, para responder aos críticos do Dragão.

«Desde já agradeço as críticas, uma vez que vêm no sentido construtivo, preservando não só o meu trabalho como toda a nação portista. Aproveito para dizer que tudo o que faço não é com o menor interesse de aparecer» começou por escrever o brasileiro, antes de criticar «uma minoria».

«A propósito dos assobios, fico sim triste por uma minoria que infelizmente não percebe que existem adversários e que nem sempre iremos conseguir realizar tudo aquilo que queremos (um bom futebol com vários golos). Neste último jogo foi claro o apoio das duas claques do início ao fim. Mais uma vez muito obrigado a todos», atirou.


Cinco jogadores da equipa B no treino, Maicon e Varela ausentes

O FC Porto deu, esta quarta-feira, início à preparação da final da Taça da Liga com o Sp. Braga, marcada para sábado. Varela e Maicon, lesionados, falharam a sessão de trabalho.

Vítor Pereira chamou cinco jogadores da equipa B: Tiago Ferreira, Vion, Seri, Tozé e Caballero.





Por: Cubillas
Enviar um comentário
>