quarta-feira, 19 de setembro de 2012

SEGUNDA LIGA: FC Porto B 0 - 1 Belenenses (Crónica).




Terceira derrota consecutiva da nossa equipa "B".

Apesar de estarmos no início, a verdade é que a situação actual não é de todo agradável, ao cabo de seis jornadas disputadas, o FC Porto possui somente três pontos, fruto de três empates consecutivos.

Este jogo foi mais do mesmo, isto é, muita circulação de bola, maior índice ofensivo, mais remates, mas acima de tudo faltou objectividade, maior rigor nas acções individuais e colectivas.






Enquanto o Belenenses apesar de ter maiores cuidados defensivos criou maior número de oportunidades para concretizar e se não fosse a excelente exibição do guardião Stefanovic, o resultado podia ter conhecido outros números, o FC Porto "B" criou uma ou outra situação de perigo junto do Matt Jones.




Como se exigia, o técnico Rui Gomes procedeu algumas alterações no onze inicial, destacando-se o regresso de David Bruno e Dellatorre à titularidade, bem como a estreia do Abdoulaye e Quiñones nos jogos da equipa "B", apostas essas que espero sejam para manter, até porque serão mais valias nesta equipa. Com a inclusão do Dellatorre, Vion deslocou-se para a ala esquerda do ataque (Sebá como sempre no lado direito) e até foi o elemento que mais mexeu na frente, dando que fazer ao experiente Duarte Machado.

O Belenenses nos jogos fora por norma tem tido uma postura mais resguardada, partindo no ataque pela certa, possuindo um meio-campo agressivo q.b., é forte nas transições na qual se destaca o Tiago Silva (hoje voltou a ser dos melhores da sua equipa).

O golo da vitória aconteceu já em período de compensação, com Arsénio a fazer o golo (?) que permite à turma do Restelo igualar o Sporting "B" na liderança do campeonato.





ANÁLISES INDIVIDUAIS:



STEFANOVIC - Grande exibição! Evitou males maiores com três defesas excepcionais.

DAVID BRUNO - Um regresso merecido ao onze. O melhor período no jogo da equipa aconteceu precisamente no seu corredor, estando envolvido nas combinações com o ala.

ABDOULAYE - Exibição pautada com muita classe! Mas atenção...nem sempre todas as situações são para resolver com "nota artística".

TIAGO FERREIRA - Evitou um golo certo (chapéu do Fredy) e realizou uma exibição positiva.

QUIÑONES - Último reforço para esta época e mostrou alguns atributos interessantes, no futuro poderá ser uma mais valia na equipa principal. Bastante activo nos primeiros 45 minutos, na segunda parte esteve com maior cuidado nos processos defensivos.

MIKEL - É pena errar demasiados passes, mas mais uma vez o melhor do trio de meio-campo!

EDÚ - Muito escondido, nunca foi capaz de pegar no jogo. Exibição muito apagada!

PEDRO MOREIRA - Exibição semelhante à protagonizada pelo Edú.

SEBÁ - Teve dois bons pormenores ao longo de 90 minutos, o que é manifestamente pouco, perdeu claramente o duelo com o Nélson.

DELLATORRE - Não teve apoio suficiente para aparecer (mesmo assim teve um bom remate no início do segundo tempo), teve que baixar muitas vezes no terreno para buscar jogo. Saiu devido a problemas físicos.

VION - Voltou a ser o elemento mais esclarecido do ataque! Desapareceu quando passou para o meio (João Meira e Kay estiveram muito bem no centro da defesa).


SÉRGIO OLIVEIRA - Entrou numa altura onde se exigia arte, engenho, criatividade, imprevisibilidade e dinâmica,tudo o que não conseguiu trazer ao encontro.

FÁBIO MARTINS - Também passou ao lado da partida, ficando na retina uma diagonal da esquerda para o meio, com o remate a passar por cima da baliza do guardião contrário.



Por: Dragão Orgulhoso
Enviar um comentário
>