terça-feira, 4 de setembro de 2012

Estórias com História: A miragem do hexa! (Cronologia)






NOVEMBRO/1999

1 – Pinto da Costa diz que os árbitros portugueses vão ser suspensos de todos os jogos internacionais devido ao facto da arbitragem não estar no seio da Federação Portuguesa de Futebol.

2 – É noticiado que Itália chama por Deco. Inter de Milão, Milan AC e Bolonha no encalço do novo “menino-prodígio” das Antas.

3 – O Olympiakos vence um FC Porto “de segunda” pela margem mínima (1-0) e Esquerdinha lesiona-se (traumatismo no gémeo esquerdo).

Estádio Karaiskákis– Assistência: 25 000 – Árbitro Nielsen (Dinamarca)

Olympiakos Piraeus: Eleftheropoulos; Mavrogenidis, Antzas (79. Amponsah), Karataidis, Djordjevic; Amanatidis (46. Karapialis), Yannakopoulos, Giovanni, Passalis; Zahovic, Ofori-Quaye (46. Gogic).

FC Porto: Hilário; Secretário, Ricardo Silva, Aloísio, Rubens Junios; Paulinho Santos, Ricardo Sousa (64. Feher), Romeu (72. Duda), Rodolfo (64. Chainho); Alessandro, Drulovic.

Golo: Yannakopoulos 56’
Cartão amarelo: Aloísio, Hilário, Passalis, Paulinho Santos.

Classificação final do grupo/1ª Fase
1º Real Madrid                      6 4 1 1 13 15 - 7
2º FC Porto                           6 4 0 2 12  9 - 6
3º Olympiakos Piraeus       6 2 1 3  7  9- 12
4º Molde FK                         6 1 0 5  3  6 - 14

4 – O presidente acalma as hostes e jura que Deco não sai em Dezembro.

5 - Os Pentacampeões nacionais conhecem os adversários da segunda fase da Liga dos Campeões: FC Barcelona, Hertha de Berlim e Sparta de Praga.

8 – Primeira derrota do FC Porto na I Liga: Marítimo vence por 2-1, com um golo “do outro mundo” de Rui Óscar, mesmo ao cair do pano – um “chapéu” do meio-campo, depois de Vítor Baía ter abandonado a sua área.

Estádio dos Barreiros (Funchal) – Árbitro: Jorge Coroado (10ª Jorn.)

Marítimo: Van Der Straeten; Rui Óscar, Jokanovic, Jorge Soares e Eusébio; Bruno, Albertino e Mariano (Smeets 64’); Iliev (Dani Diaz 71’), Sumudica (N.Afonso 89’) e Toedtli
Supl. não utilizados: Nélson e  João Oliveira Pinto
Cartão amarelo: Albertino 31’, Sumudica 49’, Bruno 57’, Eusébio 73’, Jokanovic 88’ e Rui Óscar 89’

FC Porto: Vítor Baía; Secretário, Jorge Costa, Aloísio e Rúbens Júnior; Peixe, Deco e Chaínho (Alessandro 87’); Capucho (Romeu 61’), Jardel e Drulovic
Supl. não utilizados: Hilário, Paulinho Santos eRicardo Silva
Cartão amarelo: Peixe 29’, Capucho 43’
Duplo amarelo. Peixe 49’
Golos: Albertino 22’, Jardel 53’ e Rui Óscar 85’

9 – Pinto da Costa manifesta-se contra a arbitragem do “Caldeirão “ dos Barreiros e… do Benfica - Braga: “Resultados influenciados”, acusa o presidente Portista.

11 – O guarda-redes Rui Correia é submetido a uma pequena cirurgia na região abdominal e vai ficar afastado dos relvados algumas semanas. Pinto da Costa reúne-se com Gilberto Madaíl e transmite as recentes críticas sobre a Comissão de Arbitragem da Liga.

12 – O plantel treina no relvado sintético do Salgueiros, de forma a adaptar-se ao recinto semelhante que vai encontrar na Madeira, quando defrontar o Ribeira Brava em eliminatória da Taça de Portugal.

13 – Pinto da Costa na sede do FC Porto of Toronto, no Canadá: “Aqui não há inimigos”.

14 – Ribeira Brava ultrapassado: O FC Porto vence por quatro golos (Deco 2, Duda e Folha) sem resposta em jogo da Taça.

15 – Jogadores visitam a Casa do Gaiato em vésperas da recepção ao Benfica.

16 – À chegada de Toronto, Pinto da Costa diz não ficar admirado se Pinto de Sousa, presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, abandonar o cargo. Silvino é apresentado como novo treinador dos guarda-redes do FC Porto, em substituição de Josef Mlynarczik, que optou por regressar à Polónia e servir a selecção do seu país.

17 – Dirigentes do Santa Clara negoceiam Clayton nas Antas. Pinto da Costa admite “pacto de ética” com Benfica e Sporting.

18 – Clayton revela-se encantado com Pinto da Costa: “Tive uma palavrinha com o ilustríssimo”. PSP prepara medidas especiais de segurança para o FC Porto – Benfica.

19 – Clayton é apresentado oficialmente. É noticiada u alteração do projecto Portista: o futuro estádio muda de sítio, sofrendo uma deslocação de algumas centenas de metros para nascente.

20 – “Banho de bola” nas Antas: O FC Porto vence o Benfica por 2-0 e fica a um escasso ponto do comando da I Liga, numa partida que «OJOGO» televiu ao lado de Clayton, que disse estar de malas feitas para “a melhor equipa portuguesa.

Estádio das Antas – Assistência 48.000 Espectadores – Árbitro Lucílio Baptista (11ª Jorn.)

FC Porto: Vítor Baía; Secretário, Jorge Costa, Aloísio e Esquerdinha; Chaínho (Peixe 89’), Paulinho Santos e Rúbens Júnior (Drulovic 84’); Deco, Capucho (Domingos 87’) e Jardel
Suplentes não utilizados: Hilário e Argel
Cartão amarelo: Paulinho Santos 65’

Benfica: Enke; Andrade (Chano 61’), Paulo Madeira, Ronaldo e Sérgio Nunes (Bruno Basto 45’), Rojas, Calado e  Kandaurov (Maniche 81’); Poborsky, João Pinto e Nuno Gomes
Supl. não utilizados: Nuno Santos e Tote
Golos: Capucho 4’, Jardel 25’

21 – “Dragões” chegam moralizados a Praga, onde vão defrontar o Sparta no pontapé-de-saída da segunda fase da Liga dos Campeões.

23 – O FC Porto vence o Sparta de Praga por 2-0, repetindo a entrada com o pé direito da primeira fase, ainda mais convincente em termos exibicionais. Nova localidade do Estádio das Antas aprovada em Assembleia Municipal.

Estádio Generali Arena – Assistência: 14.625 – Árbitro: Veissière (França)

Sparta de Praga: Postulka; Fukal, J. Novotny, Gabriel, Hornak; Baránek, Hasek, Obajdin (80. Jarosík), Rosický) (88. Z. Zvoboda); Sionko (81. Siegl), Lokvenc.

FC Porto: Baía; Secretário, Jorge Costa, Aloísio, Paulinho Santos; Esquerdinha, Chainho (90. Domingos), Rubens Junior (73. Drulovic), Deco; Capucho, Jardel (87. Argel).
Golos: Drulovic 77’ e Jardel 84’.

24 – Angelino Ferreira e Adelino Caldeira, administradores da SAD, deslocam-se à Grécia em busca de reforços. Djordjevic, Sabry e Zahovic são nomes em agenda.

25 – Pinto da Costa desmente e afirma que os administradores estão em Atenas por causa de um projecto imobiliário.

27 – Angelino Ferreira alinha pelo mesmo diapasão e garante que o reforço o plantel é questão lateral

28 – O FC Porto vence o Salgueiros por 4-0. Jardel marca o seu 106º golo em 105 jogos e ultrapassa o recorde de Yazalde (104 golos em 104 jogos pelo Sporting), tornando-se no melhor goleador estrangeiro da história do desporto-rei nacional.

Estádio Municipal da Maia – Árbitro: José Leirós (12ª Jorn.)

Salgueiros: Jorge Silva; Neves, Paulinho, Pedro Reis e Pedrosa; Toninho Cruz, Rui Ferreira e André Macanga; Carlos Ferreira (Nelson 75’), Ramos (Fernando Almeida 45’) e Basílio Almeida (João Pedro 65’)
Supl. não utilizados: João Ricardo e Renato
Cartão amarelo: Ramos 13’, Pedrosa 88’ e Jorge Silva 90’
Cartão vermelho: Pedro Reis 51’

FC Porto: Vítor Baía; Secretário, Jorge Costa, Aloísio e Esquerdinha; Paulinho Santos, Chainho (Peixe 83’) e Capucho; Deco (Domingos 64’), Rúbens Junior(Drulovic 64’) e Jardel
Supl. não utilizados: Hilário e Ricardo Silva
Cartão amarelo: Não houve
Golos: Jardel 20’51’ (pen) e 56’, Drulovic 90’

29 – Jardel assume-se sem modéstia: “Sou único”. Calyton despede-se dos Açores rumo à Invicta

30 – Perante outros interessados, Pinto da Costa afirma que Vítor Baía só joga no FC Porto ou no B


Por: Nirutam
Enviar um comentário
>