sexta-feira, 31 de maio de 2013

Silly Season?



É a silly season no seu apogeu
Vendas e compras num rodopio
O Jesus no benfica? Aquele céu!
Sérvios em conta, é o que se viu!…

E o treinador que não surge
Nesse Porto, expectante?
O  tempo que urge
Nesse espaço anunciante:

Meneses ou Muricy
Do cantinho brasileiro?
Do Vitinho não li
A que fosse o primeiro

Pelas “desvantagens”
Do Presidente reveladas
E outras abordagens
Por certo, acordadas

Será o Faria
O eterno adjunto?
Treinador um dia
Por certo, um assunto!

E esta viragem
Tão lusa, interna?
Não é uma abordagem
Certeira, moderna?

Como um dejá vu
Dum género conhecido
Tratando por tu
O treinador ao ouvido!?

Uma política pro-activa
Nas escolhas, nas decisões
Uma aposta concisa
Sem mais alterações?

Parece provar o facto
Que já existe timoneiro
Uma aposta no trato
C’0 futuro bem certeiro!

O Treinador português
Sem maiores reservas
Que seleciona, outra vez
Uma escolha sem trevas!

O regresso ao passado
Ao produto nacional
Não ao PIB do Estado
Do Mexi(lhão) nominal!

Uma resposta humilde
Àquelas megalomanias
Numa ousadia rebelde
Que nos traga, outras vias…

O Vitinho já era
Apesar dos seus méritos
É preciso outra era
De “gloriosos” pretéritos!

Uma lufada de ar fresco
Uma equipa de raça
Não o assomo quixotesco
Que só na posse se faça!

É preciso ousadia
A aposta no risco
Não a Europa vazia
Aos pés desse Isco!

Uma admirável novidade
Que traga gente ao estádio
Que se sint’a irmandade
E não apenas no gáudio!?

Acredito noutra era
Noutra forma de fazer
Não é mera quimera (bem sei!)
Ver o Faria, a vencer!!!




Por: Joker
Enviar um comentário
>