terça-feira, 21 de maio de 2013

Rui “Goebbels” da Silva (Por Joker)




Rui “Goebbels” da Silva

É um homem (?) pequenino
Quase a pender pr'ó anão
Mas dá ordens de mansinho
A fazer lembrar Gengiscão

Vocifera propaganda
Com guinchos, exaltações
Promete a guerra desumana
Aos seus inimigos, caixões!

Querem a guerra total!???
Brada na sua ameaça
Sois vós a força do ma!!!
Invade-nos na sua desgraça...

Pois estava em tod'as frentes
Conquistando a sul e norte
Avançando sobre as estepes
Umas Blitzkriegs em sorte!!!

Avançou sobr'a Grã-Bretanha
No projecto Pan-Germânico
Ao Celtic essa façanha!
Deixando Goebbels tirânico!

Em todas as frentes ficava!!
Apesar da invasão falhada...
Nessa Europa que restava
Já Rui Goebbels s'instalava

Conquistada a velha França
Um passeio sobre Bordéus
E nisto a vitória s'alcança
Sobre uns ingleses-pigméus

E nesse Putsch germano
Numa macabra operação
O Fuhrer é soberano
Domina a oposição!

Anexada a velha Austria
Reforçado o velho eixo
Turquia, a nova Pátria
Sacrificada, por desleixo...

E nisto Goebbels sorria
Tinha o mundo à mercê
Quand'a Rússia, crescia
E nessa derrota se lê:

É o princípio do fim!
A águia perde o seu voo
Toca em vão, o clarim
A soberba insiste no show!

Vamos vencer essa tropa!!!
Vencendo tudo por atacado
Taça, Campeonato, e Europa
Glorioso não se tem por finado!

E na batalha das Ardenas
Nesse desembarque anfíbio
As perdas são às centenas
Retrai-se no avanço temido!

Primeiro em pleno Deserto
De títulos, no burgo lusitano
A águia soçobra num gesto
De joelhos se põe, por engano...

Pois logo, se levanta altiva
Ataca, manobra, investe
Uma manobra intempestiva
Qu'a deixa sem pio, inerte...

É vencida, por final
Depois de passar o "Rubicão"
Destruída no seu vendaval
Moralizada, cai em Amesterdão!

Mas Goebbles grita Vitória!
Declara a sua guerra total!
Berlim a 'guarda, na História
Um bunker será o seu final!!!




Por: Joker

Enviar um comentário
>