quinta-feira, 23 de maio de 2013

Revista de Imprensa - 23 de Maio 2013


"Mercado de transferências agita imprensa desportiva"



A imprensa desportiva desta quinta-feira dá grande ênfase às movimentações dos “três” grandes de Portugal no mercado de transferências, destaque para a contratação de Carlos Eduardo por parte do FC Porto.





O Jogo:



- FC Porto: "Licá também na ementa", Dragões negoceiam avançado do Estoril; "Moutinho e James no Mónaco", valor da dupla transferência renderá os 70 milhões de euros; "Carlos Eduardo já é oficial", assinou por quatro anos e foi apresentado, "Estou num dos melhores clubes do Mundo"


- "O lateral que reforça o ataque"
- "Aplausos não bastam, precisamos de vitórias"



Record:

Record


- FC Porto: "Dragão rouba Carlos Eduardo", FC Porto antecipa-se ao benfica e garante o médio do Estoril; "Moutinho e James a caminho do Mónaco"; "Vitor Pereira já tem proposta para ficar"


- "André Martins mostra-se a Jardim"
- "Anzhi insiste com Luisão"



A Bola:

A Bola


- FC Porto: "Carlos Eduardo por 4 anos"


- "Leão fica a meio da lição de samba"
- "Cardozo e Garay OK para o Jamor"



Notícias sobre o FC Porto:



Licá perto do Dragão

O FC Porto está perto de ganhar a corrida por Licá ao SC Braga e West Bromwich Albion, equipa da Premier League. O atacante, 24 anos, pode seguir o mesmo caminho de Carlos Eduardo e trocar o Estoril pelos tricampeões nacionais.
Licá, 24 anos, tem contrato com o Estoril até junho de 2013 e totalizou seis golos no campeonato.

O jogador, recorde-se, já se mostrou «feliz» com a possibilidade de envergar a camisola portista.

O jogador, que alinhou em 35 partidas oficiais com a camisola do clube da Amoreira, formou-se na Académica mas nunca foi aposta frequente na equipa de Coimbra.


Carlos Eduardo é do FC Porto

Carlos Eduardo é reforço do FC Porto para as próximas quatro temporadas, tendo já assinado contrato esta quarta-feira.

O jogador que representava o Estoril esteve no Estádio do Dragão e após realizar os exames médicos rubricou o contrato com os azuis e brancos, garantindo que está nos tricampeões nacionais para conquistar títulos.

«Estou muito feliz. Quero conquistar títulos. Isso é o mais importante para o FC Porto, que é um clube vencedor. Tenho que ter a ambição de vencer, um jogador do FC Porto é assim», afirmou o brasileiro, em declarações ao Porto Canal.

«O FC Porto é uma das melhores equipas do mundo. Motivação não me vai faltar, respeito todos os jogadores que fazem parte da equipa mas vou tentar conquistar o meu espaço», continuou o jogador que chegou a ser dado como alvo do Benfica.

«Tinha valor para jogar no Benfica, mas quero provar que também tenho valor para fazer parte do FC Porto».





Lucho deixa recado: «Enquanto o árbitro não apitar, tudo pode acontecer»
       
Em jeito de rescaldo da época recentemente terminada, Lucho Gonzalez admitiu que não esperava que o rival Benfica perdesse duas competições no período de descontos. Mas salientou: as partidas apenas terminam quando é dado o apito final.

«O futebol tem destas coisas. Ninguém imaginava que iam perder dois jogos seguidos nos descontos. Mas são coisas que acontecem e é isso que o futebol tem de bonito. Enquanto o árbitro não apitar para o fim, tudo pode acontecer e isso ficou demonstrado. Dependíamos de nós, o Benfica tinha perdido vários pontos e, ganhar nos descontos, foi o momento chave do campeonato», salientou Lucho Gonzalez, abordando a vitória do FC Porto sobre o Benfica (2-1), com um tento tardio de Kelvin.

«A Liga dos Campeões foi uma espinha encravada porque merecíamos ter eliminado o Málaga. Ficou um sabor amargo porque acreditávamos que podíamos chegar um pouco mais longe», admitiu, em declarações ao Infobae.

Apesar de não ter sido uma época homogénea a tranquila, esta foi uma época regular. Por isso, Lucho Gonzalez acredita que o FC Porto terá dificuldade para segurar algumas unidades. Isto, quando se fala na possibilidade de João Moutinho e James Rodriguez assinarem pelo Mónaco.

«Depois de conquistarmos o título e da nossa prestação na Champions, é normal que se fale da saída de alguns jogadores. A administração do clube saberá que jogadores vender e contratar para montar uma equipa forte para continuar a ganhar títulos, que é o mais importante», concluiu.




Por: Cubillas

Enviar um comentário
>