sábado, 18 de maio de 2013

Juniores A, FC Porto 2 - 0 Guimarães: Vitória sem festejos


 



O Porto cumpriu neste jogo a sua obrigação. Ganhar e ficar à espera de um resultado favorável no outro jogo do título. Infelizmente esse resultado não foi bom para o Porto que assim não celebrou.


Voltando a este jogo, foi um Porto agressivo e dominador aquele que entrou em campo. 20 minutos iniciais de grande intensidade e muitas oportunidades de golo falhadas.

A equipa portista conseguiu sempre pressionar o adversário e nunca deixar jogar. No ataque, os espaços eram tantos que os jogadores portistas se deslumbraram muitas vezes não conseguindo finalizar. Ao intervalo valia assim o golo do inevitável Rafa de livre direto.

Na segunda parte, assistiu-se a um jogo bem mais equilibrado. No entanto, foram do Porto as melhores oportunidades para marcar, o que acabou por acontecer num remate de André Silva que colocou um ponto final no jogo.

Apesar de esta equipa não se sagrar campeã, deve-se destacar a boa campanha de uma equipa maioritariamente composta por juniores de 1º ano.
Os títulos neste clube são fundamentais e ninguém se esconde das responsabilidades, mas a qualidade destes jogadores não deve ser menosprezada. Parte do futuro do clube está aqui.



Análise individual:

Luís Pinto - Sempre seguro e rápido a sair dos postes.

Victor Garcia - Muito rápido e forte no transporte da bola. Boa exibição.

André Ribeiro e Bruno - A dupla de centrais voltou às boas exibição.
Rápidos, decididos e eficazes.

Rafa - Começam a faltar palavras para descrever este fantástico lateral.
Apesar de ser junior de 1º ano, esta equipa começa a parecer pequena para tamanho talento.

Tomás - Muito bem até se lesionar ainda na primeira parte.

Francisco Ramos - Esteve bem a defender, mas faltou-lhe sempre a criatividade no último terço.

Leandro - MVP. Até ser substituído foi incansável. Foi essencial no corte e na pressão e ainda teve a força para ser o elemento do meio campo mais decisivo na frente.

Ivo - Mais em jogo que nos últimos jogos. Lutou muito e teve combinações interessantes.

André Silva - O talento bruto deste jogador é fantástico. Mas ainda não está no ponto, tem de decidir melhor tanto no passe como na finalização.
Acaba por ter influência nos 2 golos, atrapalhando o guarda redes do Vitória no 1º golo e marcando 2º.

Gonçalo - Teve pormenores de grande qualidade técnica. É dele a assistência para o golo do André.


Por: Prodígio 
Enviar um comentário
>