segunda-feira, 13 de maio de 2013

Revista de Imprensa - 13 de Maio 2013


"benfica só quis defender"


 As manchetes dos três jornais desportivos desta segunda-feira continuam no rescaldo da luta pelo título de campeão nacional de futebol, agora mais perto de ser alcançado pelo FC Porto, depois da vitória por 2-1 ante o benfica.
O jornais também chamam à capa o Sporting, quer em futsal (Record), quer na questão do treinador para a próxima época (O Jogo) e já abordam as transferências (A Bola).





O Jogo:

Thumb resize.


- FC Porto: "benfica só quis defender", líder Portista diz que só uma equipa procurou ganhar o clássico, mas frisa que o título se decido no domingo; "Sou do Chelsea até à morte", Kelvin volta a fazer dos encarnados alvo



“Treinador? Talvez para a semana"
- "Isto não acaba aqui"
- "Arouca estreia-se entre os grandes"


Record:

Thumb resize.


- FC Porto: "Sou do Chelsea até à morte", Kelvin e a liga europa.


- "Inácio tenta convencer Jesualdo"
- "Jesus limpa cabeça aos jogadores"
- "Arouca na 1ª"
- "Chaves campeão"



A Bola:

Thumb resize.


- FC Porto: "Conversamos no final da época", Pinto da Costa diz que há muito combinou com Vitor Pereira que antes de terminar o campeonato não falariam sobre o futuro


- "Edimar alternativa a Jefferson"
- "Urgente reagir"
- "Arouca celebrou subida à Liga"
- Título seguiu para Chaves"



Notícias sobre o FC Porto:



Paços x FC Porto: A hora de Jackson Martínez reaparecer

A vitória do FC Porto sobre o Benfica permitiu aos azuis e brancos dependerem apenas de si para garantirem a conquista do seu 27º título de campeão nacional. A deslocação da equipa de Vítor Pereira à capital do móvel está longe de ser fácil mas esta parece ser a hora ideal para Jackson Martínez voltar a aparecer no conjunto dos dragões.

Apesar de ser o melhor marcador do campeonato com 25 golos em 29 partidas, o internacional colombiano apenas marcou por duas vezes nos últimos sete jogos do FC Porto. Muito pouco para aquilo a que habituou os adeptos ao longo da temporada, pois durante grande parte da época o número de golos foi superior ao número de partidas.

Jackson Martínez procura na Mata Real a reconciliação com os golos e colocar na sua ficha de vítimas o Paços de Ferreira, a única equipa que defrontou em Portugal à qual ainda não marcou.

 Em Portugal, Jackson só não marcou ao Paços de Ferreira 
A cumprir a primeira temporada de estreia em Portugal, Jackson Martínez tem-se mostrado um matador e até ao momento apenas o Paços de Ferreira se pode gabar de não ter sofrido um golo do colombiano.
De resto, a equipa que melhor se aproxima do feito do Paços de Ferreira é a Académica, pois não sofreu nenhum golo do avançado do FC Porto no campeonato, tendo, no entanto, sofrido na Supertaça Cândido de Oliveira.

A vítima preferida de Jackson Martínez é o Vitória de Guimarães, pois contra os minhotos o colombiano já festejou por quatro ocasiões. Ao Rio Ave, Estoril e Moreirense marcou três golos, tendo faturado por duas vezes contra o Olhanense, Beira-Mar, Marítimo e Vitória de Setúbal.

Por fim, Académica, Gil Vicente, Sporting, SC Braga, Nacional da Madeira e Benfica já sofreram um golo de Cha Cha Cha.


Pinto da Costa não quer euforias e lembra o Marítimo x Benfica

Pinto da Costa espera que o FC Porto possa ser campeão nacional mas apela à nação portista para «não entrar em euforias, como o Benfica após o jogo com o Marítimo».

«Vai ser um jogo difícil. Não podemos entrar em euforias, como o Benfica após o jogo com o Marítimo... Ontem festejou-se daquela forma por ser uma vitória importante, alcançada nos descontos. Mas tinha uma fé enorme de que podíamos ganhar», explicou Pinto da Costa aos jornalistas, este domingo, à margem do jogo da equipa B portista diante do SC Braga B.

O líder azul e branco lembrou ainda que o Benfica foi ao Porto para «não perder».

«Todos reconhecem o mérito do FC Porto na vitória. Não é preciso ser expert em futebol para dizer que o Benfica veio jogar para não perder. Só demonstra que reconhece o valor do FC Porto», sublinhou.

Sobre o futuro de Vítor Pereira, Pinto da Costa disse que as novidades vão chegar «quando a época terminar».

«Não vou responder a essas perguntas. Há muito tempo que está combinado conversar depois da época terminar», disse.

O FC Porto encerra a temporada na Mata Real diante do Paços de Ferreira, em partida da 30.ª jornada da Liga portuguesa.


Kelvin: Sete jogos, sete vitórias

Kelvin, o mais recente herói azul e branco, saltou do banco frente ao Benfica para dar os três pontos aos dragões e colocar a equipa portista na liderança da Liga portuguesa. O jovem brasileiro, depois de falar com os jornalistas na zona mista do Estádio do Dragão, reiterou nas redes sociais que ainda nem acredita em tudo que lhe está a acontecer.

«Muito feliz pelo golo e pela grande vitória de ontem contra o Benfica, um dos jogos mais emocionantes da minha vida! Sem palavras, ainda nem acredito, ahah. SOMOS PORTO, a luta continua rumo ao título», escreveu Kelvin nas redes sociais.

Kélvin, 19 anos, tem contrato até junho de 2016. O atacante soma, esta época, sete jogos camisola principal do FC Porto e... sete vitórias na Liga portuguesa.


Muita água fria na fervura da festa, jogadores Portistas dizem-se tranquilos

Uma das críticas feitas ao benfica ao longo da semana passada, e ainda mais depois da derrota no Dragão, relacionou-se com a forma efusiva como o seu grupo de trabalho comemorou a vitória sobre o Marítimo, na 27.ª jornada.









Por: Cubillas

Enviar um comentário
>