sexta-feira, 1 de março de 2013

Revista de Imprensa - 01 de Março 2013


Salvio em destaque nas capas dos jornais desportivos

O extremo dos encarnados, Salvio, domina as primeiras páginas dos diários desportivos desta sexta-feira. O internacional argentino esteve em risco de ficar ferido com um bloco de cimento atirado contra o autocarro do benfica, mas Jorge Jesus acabou por "salvar" Salvio ao não convocar o extremo para a meia-final da Taça da Liga.
Para além das notícias relacionadas com o clube da luz, os diários desportivos dão grande destaque às eleições no Sporting e à visita do FC Porto a Alvalade na próxima jornada.




O Jogo:

Thumb resize.


- FC Porto "Vi mais Sporting que Benfica no dérbi", Vítor Pereira responde a Jorge Jesus; Steven Vitória recusa ensinar Jackson e Ricky; vai em doze penaltis seguidos sem falhar mas não revela o segredo; Reyes custou 9,1 milhões no total


- Moutinhos e Izmailovs nunca mais; candidatos à presidência explicaram como serão as relações com o FC Porto; "Nenhum jogador vai para FC Porto ou benfica, seja qual for o preço", Carlos Severino; "Relacionamento com qualquer clube nunca pode ser de subserviência", Bruno de Carvalho; "O Sporting colocou-se numa posição subalterna com o FC Porto e não aceito isso", José Couceiro; prejuízos de 22 milhões em seis meses.
- "Esperamos ficar isolados", Salvio conta com deslize dos dragões.
- Segurança: policiamento vai ser obrigatório; ministro da Administração Interna anunciou mudança na lei.
- Éder só volta em 2013/2014; confirmado rotura de ligamentos e cinco meses de paragem.
- V. Guimarães: Júlio Mendes ataca a PSP.




Record:

Thumb resize.


- FC Porto: "Em Barcelona ele disse que jogou contra a equipa A", Vítor Pereira visa Jesus em relação ao Sporting; AC Milan agrada a Mangala; Jackson foi o Jogador do Mês.



- Leões recusam 10 milhões por Wolfswinkel; D. Kiev tentou levá-lo esta semana. Eleições no Sporting: Quem paga os salários? Couceiro quer que a SAD os assuma até junho; Godinho só garante o mês de fevereiro; contas do 1.º semestre 2012/2013 com prejuízo de 22 milhões.
- Salvio escapa a tragédia: bloco de cimento caiu no lugar reservado ao argentino; Jesus "salvou-o" ao não o convocar para Braga; "Esperamos que este tipo de acontecimentos termine o quanto antes, em Braga e em todo o lado", diz o craque; benfica TV adquire direitos da liga inglesa por 3 anos.
- Época acaba para Éder; avançado com rotura de do ligamento do joelho direito.





A Bola:

Thumb resize.


- FC Porto - Vítor Pereira: Jorge Jesus desrespeitou o Sporting; Vítor Pereira não gostou de ouvir dizer que o dragão irá enfrentar uma equipa B do leão.


- "Clássico? Pensamos é no Beira-Mar", Salvio finta o Sporting - FC Porto mas quer benfica a liderar sozinho; bloco de cimento que partiu vidro do autocarro acertou no lugar onde o argentino se costuma sentar; jogos da liga inglesa na benfica TV.
- Primeiro debate foi n'A Bola TV; cordialidade entre os candidatos à presidência da mesa da AG; Dier testado a trinco; Jesualdo prepara estratégia para o clássico.
- Época acabou para Éder; fez rotura de ligamentos na Taça da Liga e vai ser operado.




Notícias sobre o FC Porto:




Mangala: Man. City junta-se ao United nos seguidores

Eliaquim Mangala tem dado nas vistas nesta sua segunda temporada ao serviço do FC Porto e são vários os grandes colossos europeus que não têm ficado indiferentes às boas exibições do francês. Depois de se ter falado do interesse do Manchester United e do AC Milan, esta sexta-feira também o City é apontado como estando interessado no camisola 22 dos dragões.
Segundo o Daily Mail, Roberto Mancini é grande apreciador das qualidades de Mangala e pretende, futuramente, juntá-lo a Kompany no centro da defesa citizen. 20 milhões de euros é o valor referido pelo jornal para que o negócio seja possível, mas, como se sabe, Pinto da Costa não costuma facilitar nas transferências dos maiores ativos do clube: é que Mangala, supostamente também observado pelo Bayern que será de Guardiola, tem uma cláusula de 50 milhões...


SAD do FC Porto fecha primeiro semestre com lucro de 6,3 milhões

A SAD do FC Porto fechou com um resultado positivo o primeiro semestre da época 2012/2013, apresentando um lucro de 6,3 milhões de euros, valor superior ao verificado no mesmo período da temporada passada.

No site oficial, os azuis e brancos informam que «os proveitos operacionais excluindo passes com jogadores cresceram 4,8 milhões de euros, por comparação com a época transata, essencialmente devido às receitas obtidas pela participação na Liga dos Campeões».

Desta forma, registou-se uma diminuição do passivo de mais de 5,8 milhões de euros, sendo que o ativo da SAD azul e branca mantém-se nos 211 milhões de euros.


Jackson Martínez eleito jogador do mês

Jackson Martínez foi considerado o jogador do mês de fevereiro da Liga Zon Sagres, tendo levado a melhor sobre João Moutinho e Lima, segundo e terceiro classificado, respetivamente.

Na votação levada a cabo pela Liga e pelo Sindicato de Jogadores, o internacional colombiano conquistou 22,9 por cento dos votos, com João Moutinho a conseguir 16,1 por cento e Lima a reunir a preferência de 11,6 por cento dos votantes.

Em relação à Segunda Liga, Miguel Rosa, do Benfica B, foi considerado o jogador do mês, ficando à frente de Joeano, do Arouca, e de Luís Aurélio, do Tondela.


«Se deixassem, Izmaylov treinava até de noite», Derlei conhece o russo e pede Liedson no clássico


Marat, Izmailov como leão e Izmaylov como dragão, será personagem principal no clássico deste sábado. Regressa a Alvalade ao lado de Moutinho, o mais novo mas sem ser novato nesta experiência, e Liedson, o mais velho que deverá passar todo ou parte do jogo no banco.

Izmaylov é um mistério, face à complexidade física e mental apresentada nos últimos anos. Um antigo vice-presidente do Sporting revelou até a contratação de um psiquiatra para acompanhar o russo no clube.

Domingos Paciência prolongou o tema, considerando que a utilização de Izmaylov no F.C. Porto «está a colocar muita coisa em causa.»

Números: o russo fez oito jogos seguidos pelo Sporting entre 19 de setembro e 4 de novembro, na presente época; agora, fez oito jogos seguidos pelo F.C. Porto entre 13 de janeiro e 23 de fevereiro, jogando menos minutos. E, na época passada, disputou 25 partidas de leão ao peito.

Derlei sai em defesa do jogador. «O Izmaylov é daqueles que adora jogar e treinar. Se o deixassem, treinava até de noite».

O conhecimento vem de longe. Izmaylov cresceu no Lokomotiv de Moscovo enquanto Derlei representava o vizinho Dínamo. Chegaram juntos ao Sporting. Na terra natal, como o vídeo acima demonstra, o russo esbanjava sorrisos. Entretanto, algo mudou.

«Apareceram as lesões e isso privou-o de algo importantíssimo para ele: ir à seleção russa. Conhecia-o da Rússia e quando estivemos juntos no Sporting (entre 2007 e 2009) sempre vi um jogador motivado, a dar o máximo.»

«No Porto, joga-se e aquilo é música»

Precisaria entretanto de um psiquiatra? O que mudou no Porto? «Vieram as lesões e o Sporting também deixou de ganhar. Não é fácil e psicologicamente isso pode ter afetado. Se colocar um jogador do Porto no Sporting, ele não rende o mesmo. Mas chegando ao Porto, joga-se e aquilo é música, um-dois toques, luta-se por títulos, joga-se a Champions, ganha-se motivação.»

Izmaylov parece mais feliz. Mas recuperará a alegria da juventude, aquela radiante felicidade demonstrada no vídeo acima, em que brinca com adeptos e os entrevista no meio da rua, dispensando-se até a tradução?

O bom Moutinho e Liedson que marca nos clássicos

Izmaylov, Liedson e Moutinho. Derlei jogou com todos eles e fala sobre o regresso do trio ao reduto do Sporting, agora de dragão ao peito. O compatriota merece os maiores elogios e até um conselho.

«Liedson é único! Por isso é que o Porto o foi buscar. Mas tem Jackson pela frente. Mesmo assim, queria deixar um conselho: gostava que ele jogasse, porque Liedson marca sempre nos clássicos».

E festejaria? «Penso que não, por respeito aos adeptos do Sporting. Uma coisa é a alegria do momento, festejar com os adeptos do clube, mas não provocar os do clube anterior.»

Sportinguista Miguel Lopes no outro lado da moeda

Os negócios entre F.C. Porto e Sporting levaram Miguel Lopes e Ventura para Alvalade. O redes está na sombra mas o lateral pegou de estaca. Para ele, que saiu do Dragão em final de contrato, um golo marcado em Vila do Conde mas sem posição assegurada, também é um clássico especial.

À chegada, Miguel Lopes revelou o seu sportinguismo, depois de ter representado Benfica e F.C. Porto. Ganhou espaço para se mostrar, pensando na seleção. E quer provar que os dragões se enganaram.


Clássico ao contrário: quando eles eram felizes como leões, memórias de um jogo especial em 2007

Jesualdo campeão no banco do F.C. Porto, vendo a estreia de Izmailov (agora Izmaylov) com a camisola do Sporting. João Moutinho enverga a braçadeira de capitão pela primeira vez, aos 20 anos, em jogos oficiais. Liedson mais à frente, ainda saboreando o título de melhor marcador da Liga.

O Sporting venceu naquela dia, 11 de agosto de 2007. Liedson garantira a Taça de Portugal frente ao Belenenses de Jorge Jesus. Seguiu-se a Supertaça, com Izmaylov a estrear-se em grande, batendo Helton.

«Foi inesquecível, não podia pedir mais. Levantar uma taça na minha estreia em jogos oficiais como capitão do Sporting é excelente». João Moutinho dixit.

Era o Sporting de Stojkovic; Abel, Tonel, Polga e Pedro Silva (Ronny); Miguel Veloso; Izmaylov, Romagnoli (Gladstone) e João Moutinho; Derlei (Yannick) e Liedson.

Contra o Porto de: Helton; Bosingwa, Bruno Alves, Pedro Emanuel e Fucile; Raul Meireles (Mariano), Paulo Assunção (Leandro Lima) e Marek Cech (Kazmierczak); Quaresma, Adriano e Lisandro.

Helton é o único resistente.

Paulo Bento levaria a equipa leonina a mais dois troféus, de novo frente ao F.C. Porto, mas aquela Supertaça foi o único título festejado em conjunto no relvado por Moutinho, Izmaylov e Liedson.

O Levezinho lesionou-se com gravidade e falhou os seguintes: mais uma Taça (marcou Tiuí) e mais uma Supertaça (marcou Djaló) frente aos dragões.

[regresso ao presente]

É o clássico ao contrário. A viagem até 2007 permitiu recuperar os dias felizes dos três leões, Moutinho, Izmaylov e Liedson. Curiosamente, à custa de Jesualdo Ferreira.

Neste sábado, tudo muda. O trio regressa a Alvalade, com previsão de receção hostil, vestindo agora de azul e branco.

O treinador, campeão pelo F.C. Porto, chegou ao Sporting como manager e lá assumiu a pasta, recebendo até o troco dos dragões: Miguel Lopes e Ventura.

Voltas e voltas. As memórias de 2007 e 2008 fazem sentido. Afinal, foi o melhor período do atual trio portista. Quatro troféus conquistados pelo Sporting, em ano e meio. Três deles contra a formação portista.

Depois, pouco ou nada. Sucessos individuais para uns e saídas espaçadas, rumo ao Dragão.

«Aquele era um Sporting diferente»

Na Supertaça de 2007, Paulo Bento estreou Stojkovic, Pedro Silva, Izmaylov, Derlei e Gladstone. Um deles passara pelo F.C. Porto.

«Aquele era um Sporting diferente, mais experiente. Ganhou troféus nesses dois anos e lembro-me dessa Supertaça, foi a minha estreia. Mas não se surpreende ver agora Moutinho, Izmailov e Liedson no Porto», frisa Derlei.

Derlei foi mais longe. Representou F.C. Porto, Benfica e Sporting. «Ao longo dos últimos 20 anos, com a Lei Bosman, os jogadores já não se identificam da mesma forma com os clubes. Identificam-se com a camisola e os adeptos, mas os adeptos dos rivais também os recebem bem porque sabem os estragos que fizeram.»

«Mais difícil era ver trocas entre Porto e Benfica. Entre Porto e Sporting, já vem de trás. Este Sporting passa um momento complicado, em que a direção tenha fazer encaixes financeiros, portanto acaba por ser natural», frisa o brasileiro.

«55 por cento para o F.C. Porto»

Desde o seu país, onde vive agora após o final da carreira, Derlei aceitou falar sobre os três jogadores que regressam ao Estádio de Alvalade, agora pelo F.C. Porto [ver peça à parte], fazendo ainda o lançamento do clássico do próximo sábado.

«Num clássico tudo pode acontecer, mas o Porto vive um momento diferente do Sporting. Diria que é 55 por cento para o F.C. Porto e 45 por cento para o Sporting. Mas um jogo destes pode mudar o futuro do Sporting, uma vitória pode lançar a equipa mais para cima na classificação e recuperar os ânimos», frisou o antigo avançado.


Posse de bola à prova, clássico é o mais sério desafio à imagem de marca

O FC Porto de Vítor Pereira faz da capacidade de ter bola a sua característica mais vincada. O clássico de amanhã, em Alvalade, promete escrutinar este traço distintivo ao máximo, até porque nos primeiros confrontos com Sporting e Benfica, na 1.ª volta, os bicampeões nacionais sentiram mais dificuldades para serem donos e senhores dos encontros.





Paulo Baptista nomeado para o clássico

Paulo Baptista é o árbitro que vai dirigir o clássico entre o Sporting e o FC Porto, a contar para a 21ª jornada da Liga Zon Sagres.

O árbitro da Associação de Futebol de Portalegre vai arbitrar o terceiro jogo do Sporting esta temporada, tendo marcado presença na derrota dos leões frente ao Vitória de Setúbal, na oitava jornada, e no triunfo dos verdes e brancos sobre o Paços de Ferreira, na fase de grupos da Taça da Liga.

Em relação ao FC Porto, Paulo Baptista também já arbitrou dois jogos dos bicampeões nacionais, um frente ao Nacional da Madeira, para a Taça de Portugal, e outro com o Gil Vicente, na 16ª ronda do campeonato.








Por: Cubillas
Enviar um comentário
>