sábado, 31 de agosto de 2013

Liga Revolução; 5ª Jornada: D. das Aves 0 - 1 FC Porto B

O FCPorto B foi hoje conquistar a 4ª vitória em 5 jogos ao terreno do Desportivo das Aves.

Num terreno difícil face a uma equipa forte e fechada, o Porto apresentou uma equipa equilibrada defensivamente, mas que teve alguma dificuldade a construir jogo e a criar perigo na baliza adversária.




Num meio campo composto por Mikel e Pedro Moreira mais recuados e Tiago Rodrigues mais avançado, só Mikel (o jogador mais débil tecnicamente) tinha espaço. Pedro Moreira (que bom vê-lo de novo) teve sempre que recuar muito para se libertar da marcação pesada e Tiago Rodrigues andou sempre perdido entre 3 jogadores do Aves.




No ataque, Kelvin e Tozé eram fortemente marcados, quase sempre por 2 jogadores do Aves, e nunca tiveram grande apoio. Caballero foi engolido pelos centrais só conseguindo fugir dessa marcação numa ocasião em que desperdiça o golo.

A defesa esteve quase sempre bem, apenas com alguns problemas quando a bola era metida nas costas de Quino.

No fundo, foi uma vitória suada. Mas nota-se que esta equipa é mais solidária, mais compacta e mais organizada do que a equipa do ano passado.

Vamos ver como continuam a evoluir estes jogadores que têm dado boas indicações. Até agora 4 vitórias e 1 empate é um levantamento claramente positivo.




Análise individual:

Fabiano: Começou bastante nervoso e teve uma exibição com altos (2 defesas a evitar golos do Aves) e baixos (más recepções e saídas inconsequentes dos postes).

Victor Garcia: Melhor em campo. A defender esteve sempre muito bem. É extremamente rápido e forte. A atacar subiu menos vezes do que Quino, mas subiu sempre com mais qualidade. Determinante no lance do golo.

Zé António: Vários cortes de grande qualidade. Sempre bem posicionado.

Reys: Bom jogo. Bons cortes, sempre concentrado a fazer bem as dobras. 
Tecnicamente é um central muito dotado.

Quino: Subiu muitas vezes, mas por vezes esqueceu-se de proteger as costas. Muito em jogo no ataque, mas sempre pouco consequente.

Mikel: Parece que não se dá bem neste sistema de duplo pivot. Foi sempre ele que começou o jogo da equipa e isso não é bom para ele nem para a equipa.

Pedro Moreira: O mais esclarecido do meio campo. Tem uma maturidade de jogo muito acima da média. Faz quase tudo bem. Foram dele as aberturas mais interessantes na 1ª parte.

Tiago Rodrigues: Pareceu um peixe fora de água. O seu jogo ganha quando recua no terreno, mas hoje jogou muito adiantado e foi engolido pela defesa do Aves.

Tozé: Inconformado e lutador. Na ala esteve sempre marcado e nunca se conseguiu libertar. Nos últimos minutos e com a entrada de Ivo, veio para dentro e o seu jogo melhorou a olhos vistos.

Kelvin: Trapalhão é a única palavra que consegue descrever a exibição do brasileiro. Para além disso foi dos mais marcados.

Caballero: Falta-lhe estampa física para combater estas defesas fortes da segunda liga. Bons pormenores, mas pouca eficácia.

Tomás: Não comprometeu, mas também não acrescentou nada ao jogo.

Ivo: Tecnicamente este rapaz é muito acima da média. Mais uma vez entrou bem no jogo.

Vion: Foi jogar na ala direita, mas o jogo já tinha "acabado" por essa altura.


Por: Prodígio 

Enviar um comentário
>