quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Segunda Liga, 14.ª jornada: FC Porto B - Feirense, 2-1

Um jogo muito agradável, ao ritmo de um Carlos Eduardo sublime.

Uma vitória importante e que surgiu de forma natural face ao domínio da equipa portista. Bom futebol, boas combinações e movimentações, várias oportunidades de golo...







Com Mikel na Rússia, o meio campo assumiu uma nova configuração e aí esteve a chave para o bom futebol da equipa. Pedro Moreira, Carlos Eduardo e Herrera formaram um trio dinâmico, em constante movimentação, que se complementou muito bem.






As posições em campo nunca foram rígidas, o que tirou as referências de marcação ao Feirense. A somar a isso Pedro Moreira voltou aos grandes jogos e Carlos Eduardo esteve sempre sublime, quer nos momentos de organização, quer nos momentos de transição. No ataque Kelvin voltou a servir magia.

Foi assim tranquila a primeira parte para o Porto B. O golo de penalti de Tozé dava uma vantagem mais que justa ao intervalo.

Na segunda parte continuou a tendência de domínio da equipa portista o que resultou naturalmente em mais um golo novamente por Tozé, desta vez num remate colocado à entrada da área.

O único sector que sabotou ligeiramente o jogo positivo da equipa portista foi mesmo a defesa. Zé António salvou-se (e salvou muitas vezes os colegas), mas os restantes elementos comprometeram uma tranquilidade que se desenhava. E foi Tiago Ferreira que, com a ajuda de Kadu (que sai tarde ao lance), compromete ao cometer um penalti depois de uma desatenção infantil.

O Feirense marca assim um golo sem ter feito muito para isso.

No fim, foi uma vitória justa do Porto B e uma exibição colectiva muito interessante.



Análise individual:

Kadu: Não segurou 1 única bola. Sempre inseguro e com culpas no lance do penalti. Uma boa defesa.

Victor Garcia: O primeiro jogo fraco do lateral venezuelano com a camisola do Porto. Muito mal a defender.

Zé António: Um patrão. Passou o jogo a corrigir os erros dos seus colegas de sector. Limpou tudo o que conseguiu e foi muito.

Tiago Ferreira: Desastrado. Vários erros, 2 deles graves. Um resultou no penalti.

Quino: Intermitente a defender, regular no ataque.

Pedro Moreira: A classe voltou. Formidável jogo do médio portista, quer a nível defensivo, quer a lançar o ataque.

Herrera: Não começou particularmente bem com alguns passes falhados, mas cresceu com o jogo e a meio da 1ª parte surgiu com outro nível. Muito bem a cair nas faixas em combinações com Kelvin.

Carlos Eduardo: Melhor em campo. Classe, classe e  mais classe. Foi um organizar exímio, foi um transportador exímio e foi um desiquilibrador exímio. Espero que mesmo na Rússia se tenha visto a classe do Carlos Eduardo.

Tozé: Uma 1ª parte apagada, na segunda parte teve mais bola, bem nas transições. Bom golo.

Kelvin: Começou discreto, mas também ele cresceu com o jogo. E depois só mesmo Kelvin para criar momentos de magia como aquele chapéu junto à linha lateral.

Kleber: Muito lutador, bem nas recepções, bem nas combinações. Pena ter falhado o golo isolado, mas o penalti é ganho por ele.


David Bruno: Não entrou melhor que Victor Garcia.

Tomás: Foi importante para dar músculo ao meio campo.

Ivo: Não deu para muito. Um bom pormenor junto à bandeirola de canto.



FICHA DE JOGO

FC Porto B-Feirense, 2-1
Segunda Liga, 14.ª jornada
6 de Novembro de 2013
Estádio de Pedroso

Árbitro: José Laranjeira (Coimbra)
Assistentes: Duarte Santos e Paulo Santos

FC PORTO B: Kadú; Vítor García, Zé António, Tiago Ferreira e Quiño; Pedro Moreira (cap.), Herrera e Carlos Eduardo; Tozé, Kelvin e Kléber
Substituições: Vítor García por David Bruno (46m), Kelvin por Ivo (76m), Tozé por Tomás Podstawski (82m)
Não utilizados: Caio, Leandro, Caballero e Kayembe
Treinador: Luís Castro

FEIRENSE: Paiva; Ícaro, Carvalho, Bittencourt e Barge; Sténio, Cris e Tiago Jogo; Jorge Gonçalves (cap.), Xavier e Porcellis
Substituições: Sténio por Rúben Oliveira (46m), Xavier por Chapinha (61m), Cris por Marcelo (81m)
Não utilizados: Marco, Pedro Santos, Túlio e Barros
Treinador: Pedro Miguel

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Tozé (15m, pen., 62m), Jorge Gonçalves (65m, pen.)
Disciplina: Cartão amarelo a Cris (13m), Ícaro (14m), Herrera (16m), Tiago Jogo (20m), Zé António (54m), Tiago Ferreira (64m), Tozé (79m), Porcellis (90m+4)


Por: Prodígio
Enviar um comentário
>