domingo, 10 de novembro de 2013

FC Porto 50 - 25 Fafe - Meia centena num jogo apenas



O FC Porto venceu por números esclarecedores o Fafe em jogo da 10ª jornada do campeonato. Mantém a liderança isolado e continua a dar sinais de vitalidade no inicio deste ciclo infernal que se aproxima.





O jogo começou com um atraso. Justificado e saboroso, os nossos valentes rapazes do Basquetebol tinham acabado de eliminar uma equipa da 1ª Divisão após 3 prolongamentos! Brevemente teremos o prazer de voltar a escrever umas linhas sobre esta modalidade que nos é tão grata. Moncho e este atletas merecem. O nosso emblema igual.





Voltemos agora ao andebol. Estava menos gente que no basquetebol (a viagem a Guimarães a isso obrigava). Ainda assim e tendo em conta estes factores uma casa razoável.

Foi um grande começo de jogo para as nossas cores. Logo no primeiro ataque, Tiago Rocha inaugura o marcador. O nosso pivot não actuou no último jogo por estar adoentado. 

Após um provisório empate a 1, começou a desenhar-se uma tranquila vantagem para os comandados de Obradovic. João Ferraz, Gilberto e Schubert a colocar o resultado em 5 - 1 aos 4 minutos.

O Fafe não dispunha de argumentos para discutir o jogo com os nossos atletas. Fisicamente somos mais fortes, tactica e tecnicamente idem. A facilidade com que conseguíamos sair em ataque rápido e concretizado era reveladora.

Obradovic começou cedo a rotação, era uma boa solução. Os mais jovens entraram ainda antes dos 15 minutos. A meio da 1ª parte a vantagem era já na casa das dezenas (16 - 6)

Apenas uma nota que já se tinha verificado na jornada passada. Com Spinola em campo, passamos muitas vezes da tradiconal defesa 6*0 para um 5*1, sendo o nosso esquerdino o nosso jogador mais adiantado. 

O jogo estava fácil e continuávamos a alargar a vantagem. Ao intervalo vencíamos por 27 - 10, com Gilberto em grande destaque a finalizar, os golos sucediam-se do MVP do campeonato transacto.

Se na 1ª parte Gilberto tinha brilhado, esse brilho tornou-se ainda maior no recomeço do jogo. 4 golos logo a entrar para a nossa equipa, os 4 de Gilberto. Está outra vez em boa forma. E como precisamos disso!

Ainda assistimos até aos 15 minutos desta etapa complementar ao avolumar do resultado. Nessa altura vencíamos por 40 - 17.

A partir daí, um normal e total relaxamento. A dúvida era se teríamos o dobro dos golos ou não. Tivemos, no final 50 -25. Um jogo tranquilo e com a boa postura de sempre da nossa equipa, a não complicar nunca...

Equipa e jogadores:

Hugo Laurentino (guarda-redes); Wilson Davyes, Mick Schubert (4), Ricardo Moreira (2), João Ferraz (5), Gilberto Duarte (12), Tiago Rocha (4). 
Também jogaram: Alfredo Quintana e João Moniz (guarda-redes), Miguel Martins (3), Daymaro Salina (7), Pedro Spínola (6), Ricardo Mourão (2), Miguel Sarmento (5) e Vasco Santos.


Por: Paulinho Santos

Enviar um comentário
>