sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Ismai 23 - 30 FC Porto - Liderança no regresso de Spínola






O FC Porto fez esta noite uma curta viagem até à mais para defrontar o Ismai em jogo que tínhamos em atraso da 7ª jornada. Como esperado vencemos tranquilamente. Estamos agora isolados na liderança com 2 pontos de vantagem sobre o 2º classificado. Hoje demos igualmente início a um novo ciclo de sobrecarga de jogos. A partir daqui, mais de 1 mês com jogos de 3 em 3 dias. 





Obradovic optou por utilizar os nossos 2 jogadores cubanos de início. Não foi uma grande surpresa, sobretudo no caso de Quintana, mas nem sempre tal sucede.

Entramos algo desconcentrados. os nossos primeiros ataques não resultaram, seja por falhas técnicas ou por não concretizar. O Ismai conseguiu assim adiantar-se no marcador. A abrir conseguiram uma vantagem de 2 - 0.

Nada de grave, tudo tranquilo. Demorou pouco até acertarmos. A nossa defesa, no habitual 6*0, começava a funcionar e a proporcionar diversas saídas rápidas para o ataque. É a nossa forma de jogar, rápido, em velocidade, logo estes lances tornam-se importantes. Foi precisamente após um contra-ataque que inauguramos o nosso score. Outros se seguiram logo depois. Por inúmeros marcadores: Schubert, Ricardo Moreira, Daymaro e até Ferraz finalizaram este estilo de lances.

À passagem dos 10 minutos, a nossa primeira vantagem, o 5 - 6 na altura.

Defensivamente a nossa equipa continuava exemplar, raros eram os ataques do adversário que não ficavam perto do jogo passivo.

Começamos a disparar no marcador. Sensivelmente a meio deste primeiro tempo já vencíamos por 6 - 10. Poderia ser ainda maior mas tais facilidades levaram a uma natural descontracção, que obviamente trouxe algumas falhas técnicas por falhas no passe.

Com o marcador em 6 - 10 uma excelente notícia. Spínola regressa à competição. 

O 6 - 11 foi dele. Uma jogada à Spínola concluida com um bom remate aos 9 metros... 

O nosso técnico optou ao ver o marcador e ciente do que aí vem começar a rodar a equipa. Entrou Mourão, entrou Sarmento, Tiago Rocha nem sequer chegou a entrar. Uma medida inteligente.

Ao intervalo 8 - 16.

O segundo tempo iniciou com a já habitual troca na baliza. Entrou Laurentino, saiu Quintana que fez um bom jogo. O eborense entrou igualmente a bom nível. Além de defesa a um livre de 7 metros, teve inúmeras defesas de elevada dificuldade. 

Obradovic continuava a rotação. Entrou Miguel Martins, um jovem ainda com idade de juvenil! E que bem jogou. Bons pormenores, atenção nos aspectos defensivos e bem a finalizar. Estará aqui mais um diamante? Estes primeiros minutos deixam antever sucesso. Depende dele...

O jogo continuava na mesma toada. Eles marcavam 1, nós marcávamos 2. à passagem dos 10 minutos o resultado era de 11 - 22.Com uma vantagem na casa dos 2 dígitos, a rotação foi ainda maior. Muitos jovens em campo ao mesmo tempo. Até ao fim entraram Vasco Santos, Belmiro, Carvalhais. 

O nosso jogo sofreu um pouco com isso. Normal, é a 1ª divisão e muitos estão a começar agora. Mesmo assim uma boa resposta. Só no fim o adversário se começou a aproximar no marcador, e ligeiramente apenas.

No final 23 - 30. Demonstrativo do que foi o jogo. Destaque para os 100% de eficácia de João Ferraz nos remates efectuados.

Nota final para a boa arbitragem. Sem casos e sem grandes erros.

Segue-se no próximo fim de semana a recepção ao Fafe, Espera-se mais uma vitória. Será mais fácil com muitos a apoiarem o nosso clube nas bancadas. 


Equipa e marcadores:

Quintana, Ricardo Moreira (3), Schubert (2), Daymaro Salina (4), João Ferraz (7), Gilberto Duarte (4) e Wilson Davyes
Jogaram ainda: Laurentino, Spínola (4), Ricardo Mourão (1), Miguel Sarmento (1), Miguel Martins (3), Belmiro Alves, Vasco Santos (1) e Nuno Carvalhais 


Por: Paulinho Santos


Enviar um comentário
>