quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Ode Moderna

EU estou aqui!...


Na conta do histerismo
P’la qualificação no play-off
Sobressai o nacionalismo
Qu’em Portugal se descobre
Por conta duma bebida
Qu’esse voodoo propagou
Santificand’a nossa vida:
Santo Ronaldo chegou!

E eu já não bebo Pepsi!
Agora só Coca-Cola!
Já não gosto do Messi
E o mundo é todo uma bola!
Portugal vai ao Brasil
Redescobrir Vera Cruz
Vamos ganhar “tótil”!
Mas festejamos, Jesus!

Temos o melhor do Mundo!
Até fez um hat-trick!
Da Madeira é oriundo
E nós cubanos, d’Ourique!
O Messi não faz igual
Nunca marcou três seguidos
Se fosse de Portugal….
O que diríamos, sentidos?

Pr’ó Blatter ele esteve ali
Nova vingança do comandante
Portugal, ali não vi…
Er’o Ronaldo, o reinante!
E sendo a su’a vitória
Também é de todos nós
Dos fracos não rez’a história…
Ó pátria dos teus igrejos avós!

E conquistand’o Brasil
Como Pedro Álvares Cabral
Ganhámos caminhos mil
Pr’a Glória de Portugal!
E ainda que nada vençamos
Como é nosso obituário
É certo que também ganhamos…
O Brasil é do nosso erário!

Ah, já se emancipou?
E já lá vão 500 anos?
O Ouro também lá ficou…
Resgatado por nuestros hermanos?
E neste novo milénio
Voltámos à época das descobertas
Passámos um novo inferno
Para ficarmos com as desertas?

Mas já não bebemos Pepsi
Só o outro veneno concorrente
O Mundial também nos merece
Um povo tão inteligente…
Somos melhor qu’os outros
Que se qualificaram directamente
Por isso esta coroa de louros
Se nos queda maravilhosamente!?…

Rejubilamos por muito pouco
O poucochinho é o nosso desejo
Um jogo d’arremedo louco
Vencemos… Que motivo régio!
Mas a vitória maior
Veio na pele dum só jogador…
Quase comutando a dor
Do nosso percurso perdedor!?

E jogamos tudo nesse herói
De seu nome Cristiano
Um novo país se constrói
No mito do feito sobre-humano
E eis que cheg’o encoberto!
Na senda desse V Império!
O mar está de novo aberto…
Portugal!? Tod’um Planisfério!….






Por: Joker
Enviar um comentário
>