sábado, 29 de dezembro de 2012

Taça da Liga: Estoril Praia - FC Porto (Antevisão)





No próximo domingo, o FC Porto terá pela frente mais um jogo a contar para a Taça da Liga, tendo como adversário o Estoril para a segunda jornada deste grupo A, grupo em que os dragões lideram isolados com três pontos, seguindo o Vitória de Setúbal e o Estoril ambos com um ponto, por fim o Nacional sem qualquer ponto, fruto do desaire inaugural na primeira jornada diante do FC Porto.




O Estoril foi uma das equipas que regressou ao escalão maior, obtendo com todo o mérito o primeiro lugar na Segunda Liga, mantendo uma regularidade tremenda ao longo da prova fruto do excelente trabalho protagonizado por Marco Silva. 

Relativamente ao plantel,  este tem condições suficientes para alcançar o seu principal objectivo, que naturalmente passa exclusivamente pela manutenção. Alguns dos craques da temporada passada vão ter oportunidade de "vingar" na Liga Sagres e veremos se aguentam a pedalada (alguns deles têm estado ao seu nível).

Um dos pontos forte deste adversário são as suas transições defesa-ataque, tendo jogadores rápidos na frente que transportam bem a bola, criando dificuldades a qualquer equipa a que possam surgir pela frente.

Contam com dois laterais que atacam bastante. Uma das coisas que realço nesta equipa é ter exactamente a mesma postura competitiva seja casa ou fora, nesta fase só não têm mais pontos devido algumas desconcentrações nas partes finais dos jogos, uma situação que ao longo da prova será certamente rectificada.

A nível de posicionamento e sistema de jogo não haverão modificações (poderão existir algumas trocas directas de jogadores mas que não impliquem mudanças tácticas), sendo que  Marco Silva joga por norma num 4-2-3-1, optando por um duplo-pivot na zona intermédia (Diogo Amado e Gonçalo Santos) de forma a dar maior liberdade ofensiva a Evandro, com os irrequietos Licá e Carlitos sobre as alas (Gerso pode ser igualmente uma das alternativas credíveis), estando mais adiantado Luís Leal, ele que tem aproveitado muito bem neste regresso ao Estoril.

Devido à competição em si, poderá existir uma ou outra novidade no sector defensivo, seja na baliza como nas restantes posições, se bem que tendo pela frente um clube como o FC Porto, e a necessitarem garantidamente dos três pontos de forma a puderem sonhar com uma presença nas meias-finais desta competição,  não surpreenderia  o técnico do Estoril mantivesse o habitual quarteto formado por Jefferson, Steven Vitória, Bruno Nascimento e Anderson Luís, estando à espreita de um lugar, jogadores como Mano ou Bruno Miguel.

No FC Porto, após mais uma paragem, e sobretudo, existindo possibilidade de até carimbar de imediato o acesso à fase final, provavelmente o treinador Vítor Pereira apostará no onze base, modificando um ou outro lugar, mas mantendo coesão e uma equipa inicial bem rotinada, sendo que uma das alterações deverá ser mesmo entre os postes, com Fabiano a manter o lugar (já tinha sido opção no jogo da Choupana).


Lista de convocados:

Quiño, Kelvin e Sebá são as novidades,

Helton e Fabiano (guarda-redes); Danilo, Lucho, Quiño, Castro, João Moutinho, Jackson Martínez, Varela, Mangala, Abdoulaye, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Kelvin, Otamendi, Defour e Sebá




Por: Dragão Orgulhoso
Enviar um comentário
>