sábado, 22 de dezembro de 2012

FC Porto 37 - 25 Fafe - Fácil e divertido




O FC Porto Vitalis venceu hoje ao final da tarde o Fafe por esclarecedores 37 -25 que permite manter a liderança do campeonato. O marcador reflecte a diferença entres as equipas, demasiado grande para outro resultado que não a vitória dos tetracampeões.





Não se esperava dificuldades e correu tudo como planeado. Obradovic fez algumas mudanças nos titulares. Gilberto Duarte e Spínola começaram no banco tendo Hugo Rosário e Ferraz feito o percurso inverso. O colombiano Quintana também entrou de inicio, tendo laurentino jogado a 2ª parte. O equilibrio na partida durou 5 minutos, a partir daí assistimos a um total domínio da melhor equipa. Aos 10 minutos já tinhamos uma vantagem de 3 golos, sobretudo à eficácia que íamos revelando aos 6 metros. 




Com o marcador a começar a ficar cada vez mais desnivelado e domínio em todos os aspectos do jogo, a equipa portista tentou agradar o pouco público presente com jogadas de maior efeito técnico. Tiago Rocha marcou com um chapéu sublime (aconselho os amantes desta modalidade a ver este golo), alguns jogadores começaram a ensaiar algumas jogadas aéreas, bonitos contra-ataques além das habituais "bombas" dos nossos especialistas em meia distância. Apesar da réplica que o conjunto de Fafe dava ao intervalo a distância já era de 7 golos (20-13).

A 2ª parte continuou na mesma toada. O FC Porto superior e o Fafe a lutar com as armas que tinha. Obradovic aproveitou para rodar todo o plantel, incluindo João Ramos que voltou após lesão numa mão. Os ainda júniores Belmiro Alves e Nuno Carvalhais também entraram nesta rotação, sendo mesmo muito solicitados para conduzir ou finalizar as jogadas de ataque a que responderam com acerto. Nuno Carvalhais chegou a ser escolhido pelo treinador para ir marcar um livre de 7 metros. Defensivamente também alternámos entre vários sistemas. Defendemos sobretudo em 5-1, mas tivemos momentos que utilizamos o 6-0 e até um 3-2-1. 

João Ferraz e Gilberto (MVP da partida) com 7 golos cada foram os melhores marcadores. Destaque para os 9 golos em contra-ataque.

Equipa e marcadores:

Treinador: Ljubomir Obradovic

Alfredo Quintana (g.r.), João Ferraz (7), Tiago Rocha (5), Ricardo Moreira (4), Elias Nogueira (1), Wilson Davyes e Hugo Rosário (1) 
Jogaram ainda Hugo Laurentino (g.r.), Nuno Carvalhais (2), João Ramos (4), Gilberto Duarte (7), Filipe Mota (1), Belmiro Alves (1), Pedro Spínola (2), Daymaro Salina e Sérgio Rola (2)



Por: Paulinho Santos
Enviar um comentário
>