domingo, 23 de dezembro de 2012

Segunda Liga: FC Porto B 2 - 2 Benfica B ( Por Dragão Orgulhoso)


Ainda não foi desta que o FC Porto regressou aos triunfos, cedendo um empate em casa diante do Benfica "B", empate esse que deve ser considerada injusta, uma vez que a equipa liderada por Rui Gomes foi superior em grande parte do encontro, revelando alguma falta de eficácia.






Foram 20 minutos de grande intensidade colocada pelo FC Porto, marcando nesse período dois golos e criando outras tantas situações junto da baliza do guardião Mika, com o Benfica a não conseguir sair para o ataque, muito por mérito dos dragões, que chegaram à vantagem através do goleador Dellatorre (melhor marcador da nossa equipa no campeonato). 





Três minutos depois, após mais um belo lance protagonizado por Sebá (nesse período de maior ascensão portista, esteve uns furos bem acima do restante do jogo), servindo na perfeição no coração da área para o surgimento do extremo Fábio Martins, dando na altura uma vantagem de dois golos ao FC Porto.

A resposta do Benfica não tardou, na sequência de um livre cobrado pelo lateral Luís Martins, o ponta de lança Dellatorre não foi feliz, e apontou golo na sua baliza, numa altura onde os encarnados pouco ou nada tinham feito por marcar. 

Apesar do tento sofrido, os azuis e brancos continuaram na procura do golo, voltando a incomodar algumas ocasiões o último terço contrário, mas foi o Benfica novamente a marcar, desta feita através de Leandro Pimenta, correspondendo na perfeição ao passe de ruptura efectuado pelo Ascues.

Nos segundos 45 minutos, o equilíbrio foi nota dominante do encontro, com duas equipas a jogarem para a vitória, no entanto a situação para o Benfica veio complicar-se a meio do segundo tempo com a expulsão do seu pivot defensivo (Ascues), naturalmente a jogar em superioridade numérica, o FC Porto definitivamente veio tomar as rédeas do encontro, subindo as linhas, fazendo com o que a equipa visitante recuasse no terreno e passasse a ter uma postura de maior contenção.

No FC Porto, as novidades acabaram por ser as esperadas, isto é M´Bola a ocupar o lado esquerdo da defesa e Fábio Martins a substituir o argentino Iturbe, bem como o regresso do brasileiro Sebá à equipa inicial, enquanto no conjunto visitante, o técnico Norton de Matos mexeu mais do que o previsto, contando como principais novidades as entradas de Ascues, Luciano Teixeira e João Mário ao onze.

O empate acaba por injusto, uma vez que os dragões foram melhores, houvesse maior eficácia o resultado tinha conhecido outro sabor, no entanto também há que dar mérito o facto do adversário a perder por dois golos de diferença ter conseguido reagir, e ter chegado à igualdade.


ANÁLISES INDIVIDUAIS:


STEFANOVIC - sem responsabilidades nos golos sofridos, ainda evitou outro com uma boa intervenção, a cabeceamento doe Miguel Rosa.

DAVID BRUNO - pouco se deu pelo Miguel Rosa (esteve mais encostado sobre a esquerda),  há que dar mérito pela forma como o lateral direito se exibiu e tal como  M´Bola, só faltou acompanhar mais nas ligações ofensivas. Foi forçado a jogar os últimos minutos como lateral esquerdo e curiosamente acabou por ser o período onde se libertou mais no apoio ao ataque.

ZÉ ANTÓNIO - exibição segura deste central. Está ligado ao segundo golo da equipa, depois de libertar muito bem o Sebá, com um passe em profundidade.

TIAGO FERREIRA - é verdade que o Leandro Pimenta lhe surgiu nas suas costas no lance que acaba por dar o empate, mas o jovem central voltou a pautar por uma exibição tranquila.

M´BOLA - saiu lesionado, no entanto acaba por realizar uma exibição positiva, faltando dar apenas maior fulgor ao lado esquerdo do ataque, sendo que defensivamente cumpriu, tendo pela frente o irrequieto Ivan Cavaleiro.

PEDRO MOREIRA - está em todas, revelando uma grande capacidade e entrega ao jogo. Tacticamente, tem sido muito importante neste FC Porto. Num excelente lance individual, quase fazia o golo.

SÉRGIO OLIVEIRA - não esteve particularmente feliz, faltou-lhe maior acerto no passe e colocar maior agressividade na disputa de bola. Atravessa um excelente momento de forma, contudo neste encontro passou um pouco ao lado.

TOZÉ - bastante irrequieto, voltou a dar dinâmica ao ataque portista. Incansável na recuperação de bola, foi demasiadamente massacrado por faltas, sendo que algumas delas até nem foram assinaladas.

FÁBIO MARTINS - merece destaque pelo golo, provavelmente fez a melhor exibição esta temporada, tanto no plano defensivo, bem como o ofensivo. 

DELLATORRE - na terceira oportunidade lá conseguiu finalizar com êxito, inaugurando na altura o marcador, estando no melhor e no pior, quando numa situação infeliz, apontou um golo na sua própria baliza. Acabou substituído, numa altura onde era notório o seu desgaste.

SEBÁ - no período de domínio do FC Porto, foi claramente o elemento em maior evidência, dando que fazer ao lateral Luís Martins, sendo dele as assistências para os dois golos da equipa. De realçar, o empenho defensivo que teve ao longo da partida, tendo criado diversas situações de desequílibrio, sendo parado na maior das vezes através de falta. Já algum tempo que este avançado brasileiro não protagonizava uma perfomance deste nível!


VION - veio refrescar o ataque e mais uma vez foi perdulário na finalização, desperdiçando uma excelente ocasião de cabeça. 

DIOGO MATEUS - entrou nos últimos dez minutos da partida para substituir o lesionado M´Bola, fixando-se no lado direito da defesa.



FICHA DE JOGO

FC Porto-Benfica, 2-2
Segunda Liga, 19.ª jornada
23 de Dezembro de 2012
Estádio do Pedroso, Vila Nova de Gaia
Assistência: 6849 espectadores

Árbitro: Nuno Almeida (Algarve)
Assistentes: Paulo Ramos, Nuno Vicente.
Quarto árbitro: Pedro Vilaça

FC PORTO B: Stefanovic, David Bruno, Zé António, Tiago Ferreira, M’bola, Pedro Moreira, Sérgio Oliveira, Tozé, Sebá, Fábio Martins e Dellatore.
Substituições: Dellatorre por Vion (70m), M’bola por Diogo Mateus (79m)
Não utilizados: Eloi, Anderson, Mikel, Edu, Frederic.
Treinador: Rui Gomes

BENFICA B: Mika, João Cancelo, Sidnei, Fábio Cardoso, Luís Martins, Ascues, Ivan Cavaleiro, Leandro Pimenta, Luciano Teixeira, Miguel Rosa e João Mário.
Substituições: Ivan Cavaleiro por Duarte Duarte (70m), João Mário por Cafú (88m), Miguel Rosa por Carole (90+3m)
Não utilizados: Bruno Varela, Mvom, Elvis e Deyverson.
Treinador: Norton de Matos

Ao intervalo: 2-2
Marcador: Dellatorre (12m), Fábio Martins (15m), Dellatorre (pb) (22m), Leandro Pimenta (35m)
Cartão amarelo: Luís Martins (30m), M´bola (31m), Sidnei (36m), Ascues (52m e 72m)
Cartão vermelho: Ascues (72m)



Por: Dragão Orgulhoso

Enviar um comentário
>