segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Paris tem mais encanto vestida de Azul e Branco (Antevisão)


TRANSMISSÃO: AQUI


Com o apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões já assegurado, o FC Porto termina a fase de grupos com uma viagem à sempre bela Paris tendo pela frente um desafio complicado.





Defrontando em pleno solo francês a equipa do PSG, numa altura onde ambas as equipas se encontram apuradas para a segunda fase desta prova, só restando a dúvida sobre quem ocupará a liderança do grupo, sendo que os dragões nesta altura então dependentes de um empate apenas para assegurar a primeira posição.





O PSG é uma equipa que depois de um começo atribulado, se ter reequilibrado com resultados positivos, nesta altura volta a passar um momento menos bom (acabou de ser eliminado da Taça da Liga e perdeu a liderança no campeonato), mas curiosamente tem-se apresentado muito forte na Liga dos Campeões, estando nesta altura na segunda posição deste grupo A com 12 pontos, fruto de quatro vitórias e uma derrota, curiosamente diante do FC Porto (golo nos últimos instantes da partida apontado pelo colombiano James Rodríguez).

A equipa da capital Francesa, possui no seu plantel jogadores que dispensam qualquer tipo de apresentação seja na defesa, meio-campo ou claro está no ataque. diria mesmo que nesta altura o PSG apresenta poucos ou nenhuns pontos fracos. 

Um plantel que tem jogadores como Maxwell, Alex, Thiago Silva, Van der Wiel, Verratti (craque!), Nenê, Pastore, Kevin Gameiro, Lavezzi ou Ibrahimovic naturalmente tem condições por lutar pela vitória independentemente do adversário que possa ter pela frente e prevê-se que no futuro o investimento voltará a ser forte, até porque os franceses pretendem a médio/longo prazo dominar o futebol europeu.

Nestes primeiros jogos, a equipa parisiense teve algumas dificuldades para encontrar a sua forma de jogar que fosse eficaz e acima de tudo era notória alguma falta de imaginação e velocidade no ataque onde somente o Ibrahimovic causava desequilíbrios.  Ancelotti percebeu rapidamente onde havia de mexer e actualmente o técnico italiano vai variando entre o 4-2-3-1 e o 4-1-3-2, sendo óbvio que a "máquina" funciona de outra forma quando existe como opção, um jogador chamado Ibrahimovic, ele que continua a ser um dos melhores pontas de lança do mundo, dando claramente outra dimensão ao futebol da equipa com a sua presença em campo.

Quanto ao FC Porto, não acredito em gestões por parte da equipa, até pelo que aconteceu na Pedreira do minho, inclusive o Presidente Pinto da Costa já veio a lume avisar que o onze que entrará em campo nada tem a ver com o que defrontou o Braga para a Taça de Portugal, competição que já fomos eliminados e onde fazemos o rescaldo AQUI , desta forma o FC Porto deverá apresentar-se no Parques dos Príncipes com toda a "artilharia" sempre com o pensamento na obtenção dos três pontos.


Convocados:

Helton, Danilo, Lucho, Castro, João Moutinho, Jackson Martinez, James, Kleber, Miguel Lopes, Varela, Mangala, Abdoulaye, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Otamendi e Defour.


Antevisão do Treinador Vítor Pereira:


 «O PSG é mais do que o Ibrahimovic»

A qualificação já foi assegurada, mas nem por isso o F.C. Porto olha para o jogo em Paris com sobranceria. O treinador dos dragões só pensa no primeiro lugar do grupo e em proporcionar um bom espetáculo «aos muito emigrantes» que estarão no Parque dos Príncipes.

«Temos a nossa identidade e sabemos bem o que queremos. Gostamos de ter a bola, de ter a iniciativa e vamos jogar com o objetivo claro de ganhar o jogo, até para proporcionarmos aos nossos emigrantes um bom espetáculo».

«Esta equipa do PSG está recheada de valores individuais e formam um conjunto forte. Há dois meses estavam claramente em crescendo e na Liga dos Campeões têm sido uma equipa muito forte», sublinhou o treinador do F.C. Porto, que olha para o adversário muito para além da influência de Ibrahimovic.

«Acredito num PSG com qualidade e muito para além do Ibrahimovic, mas estou focado na nossa equipa e na nossa qualidade de jogo. Pensamos o jogo coletivamente e isso dá-me confiança».



Jackson:

«Adaptei-me rapidamente ao que me pediram»


A adaptação, ao contrário do que seria previsível, foi fácil. Jackson joga e só pensa em fazer mais golos. Já em Paris, na terça-feira, se possível.

«O que nos interessa é jogar o nosso jogo. Só pensamos em como podemos causar danos no PSG», sublinhou o colombiano, em conferência de imprensa realizada no Parque dos Príncipes.

«Quando se chega ao FC Porto percebe-se que todos pensam só na equipa, essa é a mentalidade do FC Porto. Aqui todos se ajudam muito», acrescentou.

«A adaptação ajudou-me, foi rápida. Encontrei um grupo maravilhoso e adaptei-me rapidamente ao que me pediram. Não posso comparar o FC Porto com qualquer equipa, o FC Porto cresce e quer ter cada vez mais títulos».

Mais logo Dancemos o CH CHA CHA



Por: Dragão Orgulhoso
Enviar um comentário
>