sábado, 15 de dezembro de 2012

Hóquei em Patins: FC Porto 8 - 4 St. Omer (Por Paulinho Santos)


Sem Complicar





Num jogo que soubemos tornar fácil, a nossa equipa garantiu a 3ª vitória em outros tantos jogos nesta fase da Liga Europeia, estando praticamente apurada para a fase seguinte que este ano será em moldes diferentes, já que teremos quartos de final antes da já tradicional final four.





Apesar de termos entrado a perder com um golo logo aos 25 segundos nunca se sentiu a mínima dúvida que a vitória nos escaparia. A isso muito ajudou a rápida recuperação no marcador. Aos 5 minutos já liderávamos o marcador por 3-1, com golos de Reinaldo Ventura numa grande jogada individual, Jorge Silva em jogada colectiva e Ricardo Barreiros em jogada de entendimento em que a superioridade técnica dos nossos atletas ficou bem evidenciada. Nesta altura dominávamos totalmente e o jogo era uma repetição de ataques nossos e tentativas de contra-ataque dos franceses que raramente levavam perigo.

A única dúvida era quantos marcaríamos até ao intervalo. Depois de outro golo de Jorge Silva, Tiago Losna e Pedro Moreira também inscreveram o seu nome nos marcadores com golos em jogadas seguidas. Conseguimos rodar o plantel e aos 20 minutos já todos os jogadores de campo tinham passado pelo ringue.

Com 6- 2 ao intervalo (Sapo ainda reduziu de penalti) e com a partida ganha, a 2ª parte foi mais desinteressante. 

O FC Porto ditou o ritmo que mais interessava, controlou o jogo da forma que quis e nunca deixou a equipa francesa aproximar-se no marcador. Marcamos 2 golos na etapa complementar e ambos foram marcados por Ricardo Barreiros que fez assim um Hat-trick. Fomos inteligentes e guardamos forças pois teremos 2 jogos na próxima semana (a meio da semana no terreno do Tigres e no fim de semana em recepção ao Turquel) em que não podemos escorregar.

Arbitragem tranquila num jogo sem cartões. Com nível, talvez uma ou outra falta não assinalada mas num jogo decidido tornam-se meros detalhes que em nada prejudicaram a sua actuação. 

Uma nota dupla mas com o mesmo sentido. Continua a nossa malapata com os postes e os penaltis. Hoje voltamos a não marcar de bola parada e pelo menos em duas ocasiões foi por remates ao poste. Nada de preocupante, continuar a tentar que elas vão começar a entrar. E o mesmo se aplica para o Vítor Hugo. Ainda não explodiu, hoje voltou a estar discreto, mas com o talento que tem e com a veia goleadora que já mostrou é apenas uma questão de tempo até se tornar um dos goleadores da equipa.


Ficha FC Porto:

Edo Bosch (g.r.), Pedro Moreira (1), Reinaldo Ventura (1), Ricardo Barreiros (3) e Jorge Silva (2). Jogaram ainda Nelson Filipe (g.r.), Tiago Santos (1), Vítor Hugo e Hélder Nunes.


Por: Paulinho Santos
Enviar um comentário
>