quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Manual de boas maneiras para viscondes

#FCPorto #Sporting #Brunodecarvalho #BluePunisher


Com a eminente visita do sporting “comunicados ” de Portugal ao Estádio do Dragão, e dada a “falta de chá” evidenciada pelo líder daquela instituição eis que é oportuno dar uma lição de boas maneiras à bizarra personagem.

O “bruninho” já teve direito aos seus quinze minutos de fama um pouco por todo o lado, até neste blogue multiplicaram-se as crónicas ou prosas a si dedicadas. No entanto, a sede de protagonismo e de aparecer seja em que circunstância for cega tal personagem e leva-o a cair frequentemente no ridículo e descrédito total.

Os media da capital elevaram o “bruninho” a paladino da verdade desportiva, poupando assim esse papel ao “presidente da instituição” que anda bem caladinho, e certamente estará mais que satisfeito pela liderança no campeonato e pelas arbitragens nacionais sempre “solidárias” com os objetivos da “instituição”.

É raro onde o dia onde o “bruninho” não apareça com os seus “fait-divers”, as suas “cambalhotas” e “malabarismos”, com o seu dedo acusador e inquisidor em riste, apontando algo aos do “Norte”! Este indivíduo pensa no FC Porto e no seu Presidente 24 horas por dia, 7 dias por semana, disso não restam dúvidas.

Ao mesmo tempo “contorce-se” com inveja, mágoa e sentimento de inferioridade perante o Presidente Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa e com a sua grande obra alcançada no FC Porto, pois o “bruninho” no seu “show-off mediático” não tem nada para apresentar, nada para exibir como uma conquista digna desse nome.

É um vazio completo o palmarés do “bruninho”, e tal como naquela história da serpente e da libélula, em que a serpente engoliu a libélula apenas porque não suportava o brilho desta última, o “bruninho” com escárnio, maldizer e mentiras tenha atirar à lama a reputação e prestígio do FC Porto e do seu Presidente. Conta com o sempre prestável apoio dos media nacionais que lhe dão “palco e microfone” para proferir as maiores aberrações e diatribes!

Pode-se prever que a aventura do “bruninho” acabará mal, quando passar o estado de graça e deixar de ter “graça” e cair em desgraça, é que vão ser elas! Nessa altura os amigos atuais de “ocasião” irão virar-lhe as costas como fizeram com outros e outras que deixaram de servir para os seus objetivos e planos. Foi assim com “escritoras de literatura de cordel” e outros e outras que tais.

Quando o “bruninho” embater com estrondo na “parede” irá aperceber-se que está a colher as tempestades que semeou, cá se fazem cá se pagam ouvimos tantas vezes! Parece existir uma estratégia de silêncio dos dirigentes do FC Porto e em particular do seu Presidente, demonstrando desprezo e indiferença pelas provocações e boçalidades constantes do “bruninho”.

Para os adeptos do FC Porto, a melhor das respostas terá sempre de ser dada em campo, inevitavelmente atingindo o “Vale e Azevedo verde e os seus acólitos” onde mais lhes dói, derrotando-os e se possível humilhando-os.

No entanto começa a enojar e a ultrapassar os limites da paciência as constantes provocações, insinuações e procura permanente conflitualidade e instigação de clima de guerra desta personagem em relação ao FC Porto e o seu Presidente.

Tendo em conta esta palhaçada permanente do “Vale e Azevedo verde”, resolvi dar o meu contributo e elaborar um manual de boas maneiras que só fará bem ao “bruninho” ler e memorizar, e claro está colocar em prática.

Em primeiro lugar respeite os mais velhos, somos entre os designados três grandes o Clube mais antigo de Portugal.

Respeite também quem elevou ao “Olimpo dos Deuses do Futebol” o nome de Portugal, o FC Porto é o clube português com maior palmarés internacional, não se resumindo nem de perto nem de longe a uma “taça das feiras”. Se calhar vem daí uma certa tendência para no “clube dos viscondes” terem um comportamentos próprios de rufias, sempre prontos para a arruaça, devem tê-lo aprendido nas “feiras”.

Respeite-nos também por termos contribuído com maior número de pontos para o ranking de Portugal na UEFA no âmbito das competições europeias de clubes.

No estrangeiro o FC Porto goza de grande prestígio, o “clube dos viscondes” só é lembrado pelas suas façanhas no atletismo, tenha tento na língua “bruninho” porque cá dentro em “terra de cegos” pode enganar muitos, mas não enganará todos e muito menos quem lá fora tem os olhos bem abertos e não alinha em mediocridades e invejas que cegam!

Se quer ser bem recebido aprenda a saber receber, ser bom anfitrião não está ao alcance de todos, e quem tem “falta de bom berço” tarde ou nunca consegue disfarçá-lo. Recomendo que consulte um especialista na área da psiquiatria e analise a fundo o seu complexo de inferioridade e inveja descomunal em relação ao Presidente do FC Porto.

Não espere que os outros “lhe deem a outra face” com as suas constantes atoardas, provocações, picardias e veneno puro, “quem não sente não é filho de boa gente”, no FC Porto temos orgulho de quem somos, do que já conseguimos e do brilhante futuro que nos espera, não toleramos nem permitimos que nos rebaixem. Isso nunca! Muitos tentaram e saíram vergados sob o peso duma estrondosa, dolorosa e permanentemente agoniante derrota que os perseguirá na sua miserável existência para sempre. Só nos tornam mais fortes assim!

Informe-se melhor sobre os regulamentos antes de fazer figuras tristes e ridículas como no recente caso dos bilhetes para o jogo da Taça de Portugal “pagos por antecipação”.

No Dragão sabemos receber e dar o tratamento que cada qual merece, não espere salamaleques, vassalagem, e muito menos hipocrisias, dizemos e mostramos na cara das pessoas o que achamos e que nos vai na alma, se você não nos “cai nas nossas graças” irá senti-lo nem precisamos abrir a boca!
Somos um povo com o “coração perto da boca”, respeitamos quem nos respeita, somos amigos dos nossos amigos, e sabemos dar-nos ao respeito. Sem dissimulações e com toda a frontalidade deixamos claro quando alguém pisa o risco e quando tal não será tolerado. Aprenda a ler os “sinais” “bruninho” e tenha cuidado com o inimigo que escolhe pois poderá não ter estofo para o enfrentar!
  
Tire as “palas verdes” e olhe o mundo ao seu redor, enquanto faz o trabalho “sujo” que o seu rival da Segunda Circular prescindiu e achou por bem entregar-lhe “de bandeja” por ter-lhe reconhecido uma indomável sede de protagonismo e ódio de morte ao FC Porto e ao seu Presidente, esses seus “vizinhos” vão sendo beneficiados e protegidos.

“Bruninho” se você fosse realmente inteligente como pensa que é, perceberia que atacar o FC Porto pode até estar na moda, mas não será por aí que você terá sucesso como dirigente desportivo. O verdadeiro alvo deveria ser quem tem o real controlo das arbitragens, das instituições desportivas e até políticas do país e esse clube não é o Futebol Clube do Porto, quem pensa pela sua cabeça e consegue distinguir ilusões e propaganda da realidade facilmente chega a essa conclusão.

A Chama do Dragão é Eterna!

FCP Sempre!


Por: BluePunisher
Enviar um comentário
>