quarta-feira, 22 de outubro de 2014

FC Porto 5 - 1 Oliveirense - De forma segura

#FCPorto #HóqueiemPatins



O FC Porto recebeu esta noite a equipa da Oliveirense em jogo da 3ª jornada do Campeonato Nacional. Ganhou e mantem-se assim imbativel. 3 jogos, 3 vitórias, líderes. Simples. 

A equipa adversária procura assumir uma candidatura ao título nacional e reforçou-se. São uma das melhores equipa nacionais e não eram esperadas facilidades. Perante um adversário destes, noutro dia qualquer talvez o nosso Dragãozinho ficasse perto de encher. A meio da semana ficou-se apenas pela meia casa. 

Para este jogo algumas novidades. Jorge Silva e Reinaldo estavam de volta para o campeonato após castigo. Ambos começaram no banco, a equipa está bem e Tó Neves não quis alterar o 5 inicial. Isto mosta também a força deste plantel. Que equipas do mundo podem ter um 5 fortissimo e ter jogadores deste nivel prontos a entrar sempre que necessário?

O jogo começou com cautelas de ambos os lados. Uma fase de estudo mútuo digamos assim. Ataques longos, sem arriscar em demasia. Apesar disso o primeiro lance de grande perigo surgiu logo aos 20 segundos com Gonçalo Alves a atirar ao poste da baliza de Nelson Filipe.

Após uns minutos iniciais de cautelas a nossa equipa começava a ganhar ascendente no jogo. Rafa, que tem estado em grande forma, arranjava sempre forma de levar perigo à equipa de Oliveira de Azemeis. 

Esse domínio trouxe frutos aos 8 minutos. Caio progride com a bola, passa por trás da baliza e assiste Barreiros de forma espetacular com um passe atrasado. Este, de primeira remata forte e colocado. Grande Golo. Estava aberto o marcador e com um golo nosso! 1 - 0.

O FC Porto continuava por cima e poderia ter tido uma soberana oportunidade de golo logo depois não fosse a habitual "cegueira" de Paulo Rainha. Caio sofre penalti claro. O referido árbitro não só não considera penalti como assinala falta a Caio por simulação. Absurdo. Não achar que tenha sido penalti já foi um erro mas ok. Achar que foi simulação já é abusar... Pior ainda. Caio protestou e levou azul.

A Oliveirense ficava assim a jogar em powerplay. Tentaram marcar mas a nossa equipa fechou-se bem e a equipa adversária quase que só conseguia rematar de longe. Tiveram apenas uma grande oportunidade de contra-ataque. Casanova isolou-se mas Nelson Filipe levou a melhor. Que grande inicio de época tem tido Filipão!

Estávamos a meio da 1ª parte e Hélder Nunes, que tinha entrado após os 2 minutos a Caio, sofre penalti. Caio ia tentar converter mas falhou. Esta tem sido uma pecha nossa, temos falhado muito de bola parada. A rever...

Tó Neves tinha começado já a habitual rotação e Jorge Silva estreia-se no campeonato. Mesmo com as trocas que se iam sucedendo o Porto continuava com uma eficácia defensiva impressionante. Equipa equilibrada, nunca permitiu grandes espaços. Quando conseguiam rematar Nelson Filipe estava lá...

A 8 minutos do intervalo novo golo da nossa equipa. Jogada conduzida por Pedro Moreira e a assistir Vitor Hugo para este marcar bem dentro do seu habitat preferido, a grande área. Uma boa jogada de entendimento dos nossos jogadores.

A nossa vantagem ficou ainda melhor com o 3º golo que surgiu logo depois. Desta vez Vitor Hugo assistiu. Caio marcou com um remate colocado. 3 - 0 no marcador.

Foi com este resultado que chegamos ao intervalo.

A 2ª parte iniciou-se e os primeiros motivos de destaque foram as décimas faltas de cada uma das equipas. Tínhamos acabado a 1ª parte com 9 faltas e aos 4 minutos Rafa cometeu a 10ª. Duelo Montivero vs Nelson Filipe. O nosso guarda-redes continuou a sua brilhante exibição e defendeu de forma espetacular o livre directo. 

A Oliveirense cometeu a 10ª falta aos 7 minutos desta etapa complementar. Foi Rafa o chamado para converter. Um especialista neste estilo de lances mas desta vez não saiu bem, nem conseguiu rematar, foi desarmado. Ainda não foi desta que tivemos sucesso nestes lances. E numa com equipa com tantos especialistas é estranho...

A nossa equipa dominava o jogo de forma cada vez mais clara e ainda aumentou mais o marcador. Hélder Nunes recupera a bola, leva consigo 2 defesas e assiste atrasado para Jorge Silva marcar. Boa movimentação e 4 - 0 no marcador. Estava mais fácil que esperado. Muito mérito dos nossos atletas, exibição muito bem conseguida. 

O jogo caminhava para o final. A Oliveirense tentava mas estava com dificuldades. Apenas conseguiu reduzir a 8 minutos do fim. Nelson Filipe não tinha hipóteses. 

Logo após o golo a 15ª falta da Oliveirense. ia ser Hélder Nunes a marcar o livre directo. Mas tal como anteriormente não tivemos sucesso. Um minuto depois penalti a nosso favor. Ia entrar Reinaldo para bater. E finalmente pudemos celebrar. Golo do Rei! 5 - 1! 

O jogo prosseguiu animado mas o marcador não voltou a funcionar. 5 - 1 para o nosso emblema com algumas grandes exibições. A começar por nelson Filipe, um muro quase intransponivel. Pedro Moreira em grande nivel quer defensiva quer ofensivamente. Caio que teve uma grande primeira parte. Enfim, uma equipa que está a jogar muito bem e com vários jogadores já em grande forma.

Neste fim de semana deslocação dificil a Tomar. Vamos defrontar a equipa lagarta no Domingo às 17h... É para ganhar!


 FICHA DE JOGO

FC Porto Fidelidade-Oliveirense, 5-1
Campeonato nacional, 3.ª jornada
22 de Outubro de 2014
Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 608 espectadores

Árbitros: Rui Torres e Paulo Rainha (Minho)


FC PORTO FIDELIDADE: Nélson Filipe (g.r.), Pedro Moreira, Caio (1), Rafa e Ricardo Barreiros (1)
Jogaram ainda: Hélder Nunes, Vítor Hugo (1), Jorge Silva (1) e Reinaldo Ventura (cap., 1)
Treinador: Tó Neves


OLIVEIRENSE: Xavier Puigbi (g.r.), Albert Casanovas, Tó Silva, Diogo Silva (cap.) e Gonçalo Alves 
Jogaram ainda: André Azevedo, Martin Montivero (1), Nélson Pereira e Ruben Pereira
Treinador: Vítor Fortunato


Ao intervalo: 3-0
Marcadores: Ricardo Barreiros (8m), Vítor Hugo (17m), Caio (19m), Jorge Silva (35m), Montivero (42m) e Reinaldo Ventura (43m, pen.)
Disciplina: Cartão azul a Caio (16m)


Por: Paulinho Santos




Enviar um comentário
>