segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Jornada Natalícia

Foi no pé de trás!!!

Nada de muito novo
No Reino da Dinamarca
Onde só se destaca
Um novo rei já deposto…

E no penalti convertido
Por toque no “pé de trás”
O árbitro, é bom rapaz
Viu o Sulejmani agredido!

Só não anotou a matrícula
Do espírito qu’o rasteirou
E por esse lance, marcou!?
Na dúvida, é do benfica!!!

E mais um golo do Lima!
Que vale como pão pr’a boca
E dois retirados ao Arouca…
Ajudam a manter o clima!

De campeões anunciados!
O Marquês traja-se de verde
O Visconde está c’uma sede…
Vêm de Barcelos engalanados!

E já se comemora a vitória
Com grandes abraços, sorrisos
Ganharam de ressaltos míseros
E uma expulsão meritória!

Pois quando s’adivinhava o empate
Eis, quando senão, a expulsão
Que foi o seu ganha-pão!
Enquanto não toca a rebate!

Pois isto não está pr’a durar
E o mijo não dura sempre
Mesmo num WC reluzente
O Slimani vai-se enganar…

E quando a vaca faltar
Quem vai marcar, o Montero
Sem ressaltos, com esmero?
Acabam em 4º lugar…

O sétimo é que nunca mais!?
O sporting é muito grande
E por mais anos que ande
Não baixa aos distritais!

Por isso é deixá-los gritar
E comemorar enquanto podem
O Natal está à porta, e olhem
O presépio c’o leão a sonhar!

E neste tempo da cristandade
Ressalta o nome de Solimão
Paxá e princípe do Islão!
Na catedral da “verdade”…

É o acontecimento do ano!
Um penalti por forças ocultas
“O pé de trás”, ouve-se nas escutas…
Na televisão do maometano!?

Há que ser condescendente
Em nome da luz universal
Se é na luz, é natural
Haver um penalti transcendente!

E assim se acaba a jornada
C’o acontecimento pascal
O presente na catedral!
E a festa da “pequenada”!






Por: Joker
Enviar um comentário
>