quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Avanca 20 - 31 FC Porto - Jogo fácil e conseguido

O FC Porto deslocou-se esta noite ao Pavilhão Comendador Adelino Dias Costa para defrontar o Avanca em jogo em atraso do campeonato nacional de Andebol. Como era esperado, ganhou com tranquilidade e está empatado na liderança com 43 pontos, tal como o Sporting. 

Desde cedo a supremacia dos nossos atletas foi bem visivel. Ricardo Moreira inaugurou o marcador da linha de 7 metros e pouco depois Gilberto aumentava a vantagem.



Foi com este resultado de 2 - 0 que chegamos aos 5 minutos. Laurentino começava-se a evidenciar com um punhado de grandes defesas que ia adiando o 1º golo adversário.

A nossa equipa ia alternando o seu esquema defensivo entre um 6*0 e um 5*1. A nenhum dos esquemas a Avanca conseguiu criar dificuldades. Ofensivamente, mesmo sem intensidade máxima e com uma ou outra falha técnica, íamos encontrando com relativa facilidade auma forma para ir marcando assiduamente.

Assim, aos 10 minutos a diferença era já de 4 golos (6 - 2).

Não estava um jogo que apelasse pela competitividade, mas tinha outros interesses. Os pormenores técnicos dos nossos atletas era um deles. Exemplo disso foi o nosso 7º golo, com uma grande recepção a uma mão de Tiago Rocha para uma finalização de nível.

Aos 20 minutos tínhamos o dobro dos golos da equipa visitada, 12 - 6.

Obradovic ia começando a rodar a equipa. Hugo Rosário já ia entrando para os processos defensivos e Belmiro Alves entrou também na partida. Era um justo prémio para estes jovens e um igualmente merecido descanso para quem tem tantos minutos este ano.

Os penta-campeões estavam bem defensivamente, concentrados e pressionantes, obrigaram algumas vezes o Avanca a jogar na iminência de jogo passivo. Apenas baixaram a guarda nos últimos minutos antes do intervalo, que permitiu que marcassem em 10 minutos o mesmo que haviam marcado em 20. 

Ao intervalo, o marcador mostrava um 12 - 6 favoravel ao nosso clube.

No recomeço, várias alterações. Além da já habitual troca de guarda-redees, entrava Miguel Sarmento. Vasco Santos entrou igualmente.

Não foi um grande inicio. Nos primeiros 2 minutos, 2 golos sofridos. Contudo uma exclusão de um jogador adversário levou a que a vantagem de 5 golos fosse novamente reposta. Aliás, nós tivemos igualmente duas exclusões quase seguidas e nem assim a diferença no marcador parava de aumentar. Ao fim dos primeiros 10 minutos o marcador mostrava 15 - 22.



Defensivamente estávamos ao melhor nivel. Quintana começava uma exibição brilhante com várias defesas seguidas, basta dizer que nos 23 minutos que esteve em campo sofreu 6 golos. E nas circunstâncias que já falaremos...

A mesa de jogo pediu à dupla de arbitragem para expulsar Obradovic. Eles acederam e mostraram o cartão vermelho ao nosso técnico por protestos. Não se entende muito bem o motivo. Como nessa altura já tínhamos uma exclusão, ficamos apenas com 4 jogadores de campo. Mas nem assim eles se aproximaram, nós marcamos logo no ataque seguinte. Eles marcariam pouco depois mas de 7 metros.

A diferença de 2 digitos surgiu a cerca de 10 minutos do fim, após um golo de Spínola. 


A nossa equipa era já um mar repleto de jovens talentos. Na baliza João Moniz tinha entrado. Jogadores de campo nenhum tinha começado o jogo. Destaque para os primeiros minutos de Miguel Batista, um lateral esquerdino.

No fim do jogo 11 golos de diferença, 20 - 31.

Uma última nota para o público portista presente. Excelente atitude. Muito apoio, sempre com cânticos. Foi dito que nesse grupo de adeptos estava uma comitiva pela casa do FC Porto que se deslocou de Estarreja. Deram espetáculo e mostraram como é importante a existência das nossas casas. 


Equipa e marcadores:

Hugo Laurentino (gr), Gilberto Duarte (5), Wilson Davyes (5), Tiago Rocha (2), Hugo Santos (3), Ricardo Moreira (4) e Pedro Spínola (6) 

Jogaram ainda: Alfredo Quintana (gr), João Moniz (gr), Ricardo Mourão (1), Vasco Santos (1), Belmiro Alves, Hugo Rosário (2), Miguel Sarmento (1) e Miguel Baptista (1)



Por: Paulinho Santos
Enviar um comentário
>