domingo, 29 de dezembro de 2013

Segunda Liga, 23.ª jornada: Trofense 1 - 1 FC Porto B

No último jogo antes de umas mini-férias, o Porto B foi empatar ao terreno do Trofense a uma bola.

Num jogo muito equilibrado, mas sempre mal jogado, o Porto B voltou a apresentar uma equipa longe da sua identidade.






Com um meio campo composto por 2 trincos (Tomás e Pedro Moreira) e um médio de características defensivas (Leandro), faltou sempre criatividade, velocidade e transporte de bola. O meio campo tornou-se assim um ringue onde o desafio era mesmo quem fazia mais faltas, quem bloqueava mais o adversário.






Na frente Tozé estava (como já é costume) preso a uma ala, sempre rodeado de jogadores. André Silva completamente desaparecido (verdade seja dita: a bola raramente lá chegava). Apenas Kayembe  (irreverente e
possante) dava um ar da sua graça com arancadas poderosas, roubos de bola e remates perigosos.

Na defesa, Tiago Ferreira e Quino tropeçavam um no outro e ajudavam à festa. Foi aliás pelo seu lado que nasceu o golo madrugador do Trofense (aos 3 minutos).

Na primeira parte, apenas 2 lances de perigo para o Porto B, primeiro num remate de cabeça de Kayembe e depois num remate fora da área de Leandro. O Trofense também teve as suas situações, na mais perigosa a bola foi embater na trave da Kadu.

Na segunda parte e sem alterações na equipa, o Porto B começou ainda pior. Perdeu a batalha a meio campo e era o Trofense que se instalava perto da área portista, criando mais 2 oportunidades de golo, uma delas negada por uma grande defesa de Kadu e outra pelo fiscal de linha que assinala fora de jogo quando a bola já tinha entrado (fora de jogo milimétrico, mas bem assinalado).

O jogo arrastou-se e até aos 72 minutos tudo parecia estar bem para Luis Castro que não mexia nem dava sinais de incómodo. Finalmente mexeu. 
Tirou Leandro e entrou o avançado Caballero. Esta alteração não melhorou a equipa, porque ficou sem meio campo e só mais tarde com a entrada do sérvio Pavlovski a equipa se voltou a equilibrar.

E a partir daí foi uma equipa mais esclarecida e mais perigosa. Numa arrancada de Kayembe, Caballero ainda marcou (mas o golo foi mal anulado), mas foi mesmo a entrada do extremo Ivo que decidiu. Numa jogada pela esquerda Ivo é travado em falta na área. Tozé converteu o penalti e empatou o jogo.

Até ao fim, foi o Porto B que esteve por cima, mas não conseguiu a vitória.

Mais uma vez, lamenta-se que a equipa esteja tão longe da sua identidade e apresente assim um futebol de fraca qualidade, quando tem matéria prima para fazer mais e melhor.




Análise individual:

Kadu: Uma grande defesa a evitar males maiores. Uma saída em vão.

Victor Garcia: Não comprometeu na defesa, mas está longe de ser o lateral possante do início da época.

Mikel: Um erro grave, quase a dar o ouro ao bandido. No resto do jogo até esteve bastante bem com alguns cortes providenciais.

Tiago Ferreira: Atrapalhado, faltoso, passes errados. O normal portanto.

Quino: Tem tremenda dificuldade em correr para trás, o que para um lateral é muito mau. Dos piores em campo e com culpas no golo sofrido.

Tomás: Lutou a meio campo.

Pedro: Lutou a meio campo ao lado de Tomás.

Leandro: Lutou a meio campo ligeiramente à frente dos outros médios. 2 bons remates.

Tozé: Sempre rodeado de jogadores. Marcou o penalti.

André Silva: A bola nunca lhe chegou e ele foi engolido pelos centrais do Trofense.

Kayembe: Melhor em campo. Sempre irreverente e inconformado. Arrancadas possantes tanto à esquerda como à direita. Recuperou imensas bolas e nunca se intimidou. Quase marcou e assistiu para um golo mal anulado.


Caballero: Boa entrada. Marcou um golo oportuno (mal anulado) e atirou ao poste num remate colocado.

Pavlovksi: Entrou e precisou de apenas 3 minutos para num grande passe isolar Quino. Foi um dos responsáveis pela reacção tardia da equipa.

Ivo: Mais uma entrada decisiva em jogo. Pela esquerda ganhou um penalti.


FICHA DE JOGO

Trofense-FC Porto B, 1-1
Segunda Liga, 23.ª jornada
28 de Dezembro de 2013
Estádio do CD Trofense, na Trofa

Árbitro: Jorge Faustino (Leiria)

TROFENSE: Conrado; Mesquita, Márcio, Dennis e Matheus; Tiago (cap.), Neves e Hélder Sousa; Mateus Fonseca, Rateira e Jhoan Viafara
Substituições: Mateus Fonseca por Maicon Assis (78m), Jhoan Viafara por Guevara (89m)
Não utilizados: Diogo Freire, Paulo Monteiro, André Viana, Rafinha e João Jesus
Treinador: Porfírio Amorim

FC PORTO B: Kadú; Victor Garcia, Mikel, Tiago Ferreira e Quiño; Tomás Podstawski, Pedro Moreira (cap.) e Leandro; Tozé, Kayembe e André Silva
Substituições: Leandro por Caballero (62m), Tomás Podstawski por Pavlovski (73m), André Silva por Ivo (80m)
Não utilizados: Matos, David Bruno, Zé António e Frederic
Treinador: Luís Castro

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Hélder Sousa (3m), Tozé (87m, g.p)
Cartões amarelos: Mesquita (17m e 86m), Mikel (67m), Victor Garcia (71m), Jhoan Viafara (80m), Márcio (88m), Tozé (88m), Quiño (89m)
Cartão vermelho: Mesquita (86m)



Por: Prodígio


Enviar um comentário
>