quinta-feira, 26 de abril de 2012

Hóquei em patins, Taça de Portugal 1/32 Final: FC Porto 2 - 4 Oliveirense (Crónica)




Depois da desilusão que foi a derrota com a AA Espinho para o campeonato no passado sábado e por consequecia, a descida ao segundo lugar na tabela classificativa, a nossa equipa de hóquei em patins voltou a claudicar e de que maneira, sendo afastado da Taça de Portugal diante da Oliveirense por 4-2, naquela que foi a primeira derrota no seu pavilhão perante equipas portuguesas em jogos oficiais, sendo que o único desaire tinha ocorrido no campeonato da época passada,onde os Dragões cederam um empate na recepção ao Candelária.






A Oliveirense apresentou-se muito bem neste jogo, mostrando boa organização em todas as vertentes do jogo, pautando-se pelo rigor defensivo e saido muito rápido para o contra-ataque e ataque rápido, tendo como grande destaque na turma de Oliveira de Azemeis, o veterano Tó Silva, que apontou os quatro golos da sua equipa e com isto acabou por ser fundamental na passagem à próxima ronda.


No FC Porto, em nossa opinião, o melhor em campo foi mesmo o guardião Edo Bosch, ele que evitou males maiores e se o FC Porto nos últimos minutos ainda procurava algo mais, muito se deveu à sua perfomance.

Os golos dos decacampeões foram marcados pelo capitão Filipe Santos e ainda por Reinaldo Ventura, que se revelaram insuficientes, e com isto o FC Porto somou a sua segunda derrota consecutiva e mais...dos três objectivos que partiram para esta temporada, dois deles já ficamos pelo caminho e todos de uma forma precoce, enquanto no campeonato, as coisas também encontram-se complicadas, embora a equipa continue a depender exclusivamente de si.


Análise do técnico Tó Neves:

“Foi um jogo equilibrado, em que o FC Porto dominou. Fomos penalizados em alguns erros defensivos, por falhas de concretização e uma arbitragem habilidosa. A Oliveirense estudou-nos bem e aproveitou a nossa instabilidade”.





FICHA DE JOGO:

FC Porto Império Bonança-Oliveirense, 2-4
Taça de Portugal, 16-avos-de-final
25 de Abril de 2012
Pavilhão Dragão Caixa, no Porto

Árbitros: Luís Peixoto (Lisboa), Paulo Romão (Lisboa) e Fernando Teixeira (Porto)

FC PORTO: Edo Bosch (g.r.), Pedro Moreira, Caio, Pedro Gil e Reinaldo Ventura
Jogaram ainda: Filipe Santos (cap.), Tiago Santos, Caio e Gonçalo Suíssas
Treinador: Tó Neves

OLIVEIRENSE: Diogo Almeida (g.r.), Nuno Resende, Tó Silva, André Azevedo e Vítor Pinto
Jogaram ainda: Diogo Silva (cap.)
Treinador: Hélder Pinho

Ao intervalo: 1-2
Marcadores: Tó Silva (2m, 7m, 32m e 40m), Filipe Santos (20m) e Reinaldo Ventura (36m, pen.)
Disciplina: cartão azul para Reinaldo Ventura (7m) e Pedro Gil (41m)




Por: Dragão_Orgulhoso
Enviar um comentário
>