sábado, 14 de abril de 2012

Basquetebol, Playoffs, Quartos-de-final, Jogo 1: FC Porto-V. Guimarães, 77-59 (Crónica)








Tiveram início esta sexta-feira os playoffs da Liga, na qual o FC Porto entrou com a "mão direita", batendo o Vitória de Guimarães por 77-59, iniciando então da melhor forma estes quartos de final da Liga.








Quanto ao jogo em si, assistimos a duas partes distintas, isto é, uma primeira parte (primeiro e segundo período) muito fraca em termos técnicos, com diversos erros de parte a parte e além de termos assistido a poucos pontos, claramente as defesas superiorizaram-se aos ataques e durante os primeiros 20 minutos, o jogo esteve bastante equilibrado o que naturalmente muito se deveu há perfomance discreta apresentada pela nossa equipa, e como tal o Vitória de Guimarães sem protagonizar uma exibição por aí além, conseguiu no primeiro tempo lutar taco a taco pelo resultado, que só terminou com sete pontos de diferença ao intervalo, em virtude do Carlos Andrade (excelente exibição!) ter concretizado dois triplos consecutivos nos últimos segundos.


No terceiro período, finalmente a superioridade dos dragões veio ao de cima, com os jogadores do Vitória a revelaram maiores dificuldades a nível ofensivo, uma vertente na qual o FC Porto melhorou substancialmente, seja no jogo interior, como no jogo exterior e aos poucos foi dilatando a vantagem no marcador, aproveitando igualmente a quebra física do adversário (tem alguns bons jogadores em termos individuais, mas falta claramente elementos para rotação).

A equipa liderada pelo Moncho López terminou o terceiro período a vencer por 51-37, apesar de restarem dez minutos para o terminus da partida, dificilmente a vitória iria fugir, com o quarto e último período a servir  para controlar os acontecimentos.

Apesar de um bom início o Vitória, rapidamente voltou a quebrar, com o FC Porto a levar de vencida por 77-59, num jogo onde o jovem Miguel Cardoso e o capitão Nuno Marçal foram os únicos elementos a não saírem do banco.







Como destaques individuais, evidenciar a excelente primeira parte protagonizada pelo Carlos Andrade, no entanto o jogador mais valioso da partida acabou por ser o americano Rob Johnson, que anotou 19 pontos e cinco ressaltos, mas também destaco o desempenho do João Soares e do David Gomes (sobretudo no plano defensivo), enquanto no Vitória de Guimarães, o Paulo Cunha foi provavelmente o jogador em maior evidência, ele que apontou 13 pontos e 9 ressaltos, sendo que o americano Brian Morris registou um duplo-duplo, obtendo 10 pontos e 13 ressaltos.





Depois desta vitória, o próximo jogo segue-se no domingo, na qual o FC Porto volta a receber o Vitória de Guimarães e em caso de triunfo, ficará somente a um triunfo do apuramento para as meias-finais. O jogo a realizar-se neste domingo no Dragão Caixa, terá início pelas 18h30.




FICHA DE JOGO


Liga, playoffs, quartos-de-final, jogo 1

13 de Abril de 2012

Dragão Caixa, no Porto

Assistência: 632 espectadores

Árbitro principal: Luís Lopes
Árbitros auxiliares: Nuno Monteiro e Jorge Cabral


FC PORTO FERPINTA (77): Reggie Jackson (8), Carlos Andrade (15), João Santos (2), Greg Stempin (12) e Rob Johnson (19); José Costa (5), João Soares (4), Miguel Miranda (7), David Gomes (3), Diogo Correia (2)
Treinador: Moncho López


VITÓRIA DE GUIMARÃES (59): Julian Blanks (11), Rui Mota (12), Maris Gulbis (7), Paulo Cunha (13) e Brian Morris (10); André Bessa (6), João Torrié (0)
Treinador: Fernando Sá

Ao intervalo: 31-24
Por períodos: 15-15, 16-9, 20-13 e 26-22



Por: Dragão_Orgulhoso
Enviar um comentário
>