sábado, 7 de abril de 2012

Basquetebol, 22ª Jornada Do Campeonato Nacional: FC Porto 97 - 61 Barreirense








Para a 22ª e última jornada da fase regular da Liga Portuguesa de Basquetebol, o FC Porto recebeu e venceu o Barreirense por 97-61, garantido o primeiro lugar e com isto terá como vantagem o factor casa nos playoff em todas as eliminatórias, algo que poderá ser decisivo, sobretudo perante adversários que possam evidenciar maior equilíbrio.






Foi uma vitória justa por parte do FC Porto e diga-se que a réplica dada pelo Barreirense durou cerca de 12/13 minutos, altura onde os dragões embalaram para uma vantagem algo confortável no marcador, gerindo a seu belo prazer na segunda parte (terceiro e quarto período).


Num jogo onde deu para rodar todos os jogadores,  saliente-se o regresso à competição do nosso capitão Nuno Marçal, ele que não competia à cerca de dois meses e naturalmente só foi utilizado nos últimos minutos, até pela falta de ritmo competitivo que apresenta, no entanto não tenho dúvidas que será um elemento importante na fase final da competição.

Em termos gerais, direi que grande parte dos nossos jogadores estiveram em bom nível, mas claro que é de destacar as exibições acima da média por parte do trio composto pelo Gregory "MVP" Stempin e pelos portugueses Carlos Andrade e João Santos e numa linha muito próxima, igualmente referencia às boas actuações do jovem João Soares (proporcionou provavelmente o melhor momento da tarde com um espectacular afundanço) e do americano Rob Johnson, ele que além de ser um excelente defensor, tem por hábito ser muito eficaz no ataque.


No Barreirense, o técnico espanhol Antonio Herrera (atenção a este jovem treinador) não pôde contar com o base americano Cavel Witter, que esteve no banco, contudo não estava com equipamento de jogo e com isto a nível de americanos, a equipa do Barreiro contou apenas com o David Jackson e o Anthony Hill, que como se sabe iniciou a temporada no FC Porto, acabando dispensado.

Em termos de destaques na turma visitante, salientar precisamente as exibições dos dois americanos, que foram os jogadores mais inconformados da sua equipa, especialmente o poste Hill, ele que anotou 15 pontos e cinco ressaltos.






Com este triunfo, o FC Porto garantiu nesta fase regular a primeira posição, defrontando nos quartos de final do playoff, o Vitória de Guimarães, sendo que o Vitória alcançou o oitavo lugar, tendo agora a difícil tarefa de enfrentar os actuais campeões nacionais, com os dois primeiros jogos agendados para o próximo fim de semana no Dragão Caixa, na qual será uma eliminatória disputada à melhor de cinco partidas, ou seja, quem vencer três jogos, garante o apuramento para as meias-finais do playoff.




Ficha do FC Porto:  Reggie Jackson (8), Carlos Andrade (15), João Santos (13), Gregory Stempin (16) e Rob Johnson (10); Diogo Correia (9), João Soares (12), Miguel Miranda (8), David Gomes, Miguel Cardoso (6), José Costa e Nuno Marçal.




Por: Dragão_Orgulhoso.
Enviar um comentário
>