domingo, 15 de abril de 2012

Andebol, Sporting 21 - 33 FC Porto






Para a última jornada da primeira volta, o FC Porto deslocou-se ao Pavilhão Casal Vistoso e venceu de forma clara o Sporting, por 33-21, naquela que foi para mim a melhor exibição da temporada da nossa equipa, continuando assim isolado na liderança, com mais seis pontos do que o actual segundo classificado, neste caso o Benfica.






Como vem sendo hábito nestes últimos jogos, o FC Porto entrou com uma primeira linha formada pelo Gilberto, Wilson e Spínola e nos primeiros 20 minutos o encontro como seria de esperar revelou um grande equilíbrio, com golos de parada e resposta de parte a parte, no entanto nos últimos minutos da primeira parte, o FC Porto conseguiu obter uma boa vantagem no marcador, fruto de uma defesa bastante agressiva e contando para não variar com um Hugo Laurentino em bom nível, a nossa equipa mesmo em algumas situações de inferioridade numérica conseguiu dar-se muito bem, seja no plano defensivo como ofensivo e não surpreendeu minimamente ter chegado ao intervalo com uma vantagem de quatro golos, neste caso 15-11.



Se na primeira parte, o FC Porto acabou em grande, no segundo tempo protagonizou uma exibição de sonho a todos os níveis e provavelmente fez a melhor exibição da época, tendo em conta a dificuldade que é jogar neste pavilhão e perante uma equipa como o Sporting, que é igualmente das mais fortes do nosso campeonato e que investiu no plantel para tentar chegar ao título, mas a verdade é em termos de jogo jogado, a nossa equipa tem mostrado ao longo dos anos que possui colectivamente melhor qualidade no seu jogo e de certa forma este triunfo vem "apagar" a imagem deixada na final da Taça de Portugal, na qual as coisas não correram da melhor maneira aos azuis e brancos.


Individualmente, é de destacar as boas exibições do Laurentino, Spínola ou do Wilson (atravessa um excelente momento de forma), no entanto o jogador em maior destaque foi sem dúvida o Dario Andrade, ele que ultimamente vem sendo pouco utilizado pelo técnico Obradovic, mas desta feita teve oportunidade para jogar muitos minutos, marcando oito golos em oito remates, rubricando uma exibição fantástica, enquanto no Sporting, nenhum jogador esteve a um nível acima da média, mas apesar de tudo, o romeno Muresan foi talvez o melhor elemento da sua equipa.


Com esta grande vitória, os nossos guerreiros deram mais um passo gigantesco rumo à conquista do Tetra!


Por: Dragão_Orgulhoso
Enviar um comentário
>