quarta-feira, 3 de julho de 2013

Revista de Imprensa - 03 de Julho 2013

"Moutinho, Cissé e Djuricic em destaque"


 O jornal "O Jogo" tem como capa o ex-jogador do FC Porto João Moutinho, agora ao serviço do Mónaco. Recorde-se que o médio luso voltou a ser distinguido pelos portistas nos prémios Dragões de Ouro.
 Já o jornal "Record" refere que Cissé está a um passo do Sporting, com um possível contrato de cinco anos para o avançado da Académica. Os estudantes pedem empréstimo de Betinho mas o verdes e brancos não estão dispostos a ceder.
 O jornal "A Bola" traz, esta terça-feira, a entrevista com Djuricic, reforço sérvio do Benfica, onde se mostra encantado com o clube da Luz: «A cada passo que dou percebo que cheguei a um grande clube».





O Jogo:

Thumb resize.


- FC Porto: "No Dragão sempre me deram valor", Moutinho voltou a ser distinguido pelos portistas; "Podendo, estarei pessoalmente a apoiar para continuarmos a vencer"; "Vamos partir da pole position", Paulo Fonseca garante que está preparado para vencer e assume vantagem"


- "Mónaco avança 12 milhões por Patrício"
- "Bruno Zuculini na mira de Jesus"
- "Portugal - Gana às 16h: Bruma é chave para chegar aos quartos"



Record:

Record


- FC Porto: "Grupo mostra ambição", Pinto da Costa otimista; Dragões de Ouro para Jackson, Moutinho e Kelvin.


- "Jardim à procura dos 20 magníficos"
- "Espero uma grande época"



A Bola:

Thumb resize.


- FC Porto: "Dragão aposta tudo em Bernard"; "Excelente grupo", Paulo Fonseca já fez avaliação


- "Cissé a um passo do Sporting"
- "Zuculini interessa"
- "Portugal - Gana às 16h; Edgar Ié adaptado à direita."



Notícias sobre o FC Porto:


Moutinho: «Foram três anos absolutamente inesquecíveis»

João Moutinho vai representar o Mónaco na temporada 2013/14 mas não esquece os «três anos absolutamente inesquecíveis» que viveu no FC Porto, que o distinguiu como Futebolista do Ano com os habituais prémios Dragões de Ouro.

«Estou muito satisfeito por receber mais uma gratificação destas. Só tenho de agradecer ao FC Porto tudo o que me deu e aos adeptos que sempre me apoiaram. Tentei sempre dar o meu melhor em campo e ser reconhecido é sempre bom», congratulou-se o médio, que há dois anos também foi distinguido pelos azuis e brancos como Atleta do Ano, em declarações ao jornal O Jogo, recordando o que festejou ao serviço dos portistas:

«Conquistei três títulos nacionais e uma Liga Europa, fora o resto. Foram três anos absolutamente inesquecíveis. Mesmo. Por tudo».
Nas suas primeiras palavras públicas após ser oficializada a sua transferência para o Mónaco, João Moutinho sublinha o reconhecimento que sentiu enquanto envergou a camisola azul e branca.

«Deram-me valor por aquilo que fiz no clube. Saí a bem e só tenho de agradecer tudo o que fizeram por mim. Tentei retribuir dentro do campo e, felizmente, isso foi possível. Acrescentei títulos e, agora, mais este Dragão de Ouro», enalteceu, assumindo que mesmo à distância torcerá pelo sucesso azul e branco.


«Como eles no clube já sabem, continuarei a dar o meu contributo fora de campo, a apoiar este grande clube. Sempre que for possível irei estar pessoalmente a apoiar para continuarmos a vencer», atirou, usando um plural de pertença, mantendo-se entre a família azul e branca.


Paulo Fonseca rendido a Lucho González

Paulo Fonseca iniciou os trabalhos da pré-época com o FC Porto na segunda-feira, mas não esconde que há um jogador ao qual está rendido... e não é de agora.

«Nem sei se devia dizer isto, mas é o Lucho», afirmou o novo técnico do FC Porto, em declarações aos pequenos jogadores portistas, numa visita ao campo de férias de futebol da Dragon Force.

E prosseguiu: «Foi sempre um jogador que admirei muito e um exemplo que dava muitas vezes aos meus jogadores. Nunca pensei poder treinar o Lucho; às vezes ainda paro para pensar nisso e tenho de confessar que nunca pensei que fosse possível, mas é ótimo».

«É um privilégio estar inserido no FC Porto»

O novo treinador do FC Porto falou à comunicação social e revelou que sempre teve «o sonho de representar um grande», confessando que o convite «chegou mais cedo do que esperava».

O técnico sublinhou que tem «a perfeita noção» que «estar no FC Porto significa apenas pensar em vencer», mas recusa uma pressão acima do normal.

O principal objetivo da época «é conquistar o primeiro lugar», numa corrida à qual também vão concorrer o Benfica, o Sporting e o SC Braga, no entender de Paulo Fonseca.

O treinador frisou que vai «tentar implementar» as suas ideias, evitando fugir «ao que tem sido a matriz principal do clube nos últimos anos».

A fechar, Paulo Fonseca deixou elogios à estrutura do clube do Dragão: «A impressão que tenho da estrutura é ótima e é realmente um privilégio estar inserido no FC Porto, com pessoas tão competentes e que nos proporcionam todas as condições para desenvolvermos da melhor forma o nosso trabalho. Aliado a isso, temos também um excelente grupo de trabalho, que tem correspondido da melhor forma àquilo que tem sido exigido nestes primeiros dois dias».

Paulo Fonseca iniciou os trabalhos da pré-época ontem, segunda-feira, contando já com grande parte dos atletas que vão compôr o plantel azul e branco.


Kléber tem o futuro nas mãos

É certo que Kléber não vai fazer parte do plantel do FC Porto esta temporadas mas o futuro do avançado está entre o Palmeiras, clube que o recebeu por empréstimo dos azuis e brancos, e um emblema da Europa.

«O FC Porto autorizou a venda, assim como a permanência no Palmeiras e está à espera de uma resposta. Vai depender do Kléber e ele quer ficar», afirmou Carlos Neto, empresário do avançado brasileiro, à imprensa brasileira.

«Mas há duas propostas concretas e numa delas foi oferecido um valor interessante que deixou o Kléber a pensar. Se ele ficar no Palmeiras terá a opção de sair a 31 de agosto se for a título definitivo, não por empréstimo», acrescentou, dizendo que o clube brasileiro contratou Kardec para o caso de perder Kléber, quer seja agora ou em agosto.

Clube europeu tenta contratar o avançado

“O FC Porto autorizou tanto a venda como a permanência (no Palmeiras) e está à espera de uma resposta. Agora, depende do Kléber e ele quer ficar. Mas há duas propostas concretas e numa delas foi oferecido um valor interessante que o deixou a pensar”, esclareceu o empresário Carlos Neto, acrescentando que uma das propostas recebidas foi feita por um clube europeu. Visto isto, parece certo que Kléber não vai continuar no FC Porto.

E como se isso não bastasse, há também o facto de o FCPorto estar prestes a chegar a acordo com o avançado Nabil Ghilas, que na última temporada defendeu as cores do Moreirense. Ao que apurámos, o franco-argelino estará brevemente em Portugal para concluir a sua transferência para os campeões nacionais.


At. Madrid tem de pagar 9 milhões por Falcão até final do mês, ainda a transferência de Radamel Falcão

O Atlético Madrid terá de pagar nove milhões de euros ao FC Porto até final deste mês, devido à contratação de Radamel Falcão aos portistas, em 2011, avança a "Marca" esta terça-feira. Esta será a terceira tranche de um acordo que prevê o pagamento em quatro fases.

Depois dos 20 milhões pagos a pronto por altura da transferência, o emblema colchonero deixou mais 9 milhões nos cofres portistas o ano passado e tem agora até final do mês para transferir outros tantos (em 2014 o valor desce para os 2 milhões, de forma a perfazer os 40 milhões acordados).

Recorde-se que o ano passado o FC Porto ameaçou fazer uma queixa junto da FIFA por incumprimento dos prazos por parte do Atlético Madrid no pagamento de Falcão, que entretanto foi transferido pelo clube madrileno para o Mónaco, por 50 milhões.



Por: Cubillas

Enviar um comentário
>