sábado, 10 de novembro de 2012

Segunda Liga: Arouca - FC Porto B (Antevisão)







No próximo domingo teremos pela frente mais uma jornada da Segunda Liga (décima terceira), com o FC Porto "B" a ter uma deslocação extremamente complicada, tendo como adversário o Arouca uma das equipas candidatas à subida de divisão e que ocupa nesta altura a terceira posição com 24 pontos, contabilizando sete vitórias, três empates e duas derrotas.





Depois de uma época bastante irregular, onde quase culminou com a descida de divisão, o Arouca foi das equipas que mais modificações fez no defeso, dado o mau campeonato. 

Era inevitável a saída de Babanco por exemplo, mas neste caso derivado à sua grande qualidade (ter estado duas épocas na Segunda Liga até foi bastante tempo). É uma das grandes percas do Arouca, tal como o experiente Kiko, sendo que os restantes jogadores, na minha opinião são saídas esperadas, mesmo os casos de Bruninho, Cândido Costa ou de Nené.

No comando técnico o Arouca possui uma "velha raposa" do futebol português e especialista em subidas de divisão como é o caso do Vítor Oliveira. 

Tem o seu modelo de jogo bem definido, jogando num claro 4-3-3 existindo somente algumas mexidas pontuais no onze (trocas directas), mas o normal será alinhar com um quarteto defensivo formado por Dani e João Vicente nas laterais, centro da defesa composto por Miguel Oliveira e o Mika, estando entre os postes o guardião Serginho. Sobre o meio-campo há dois jogadores que são pedras-chave na equipa casos do Idris e Laurindo (incansável este atleta), depois o treinador vai alterando entre Kovacevic e Bijou, mas tendo em conta que joga em casa e ofensivamente arrisca mais na colocação do trio que compõe a zona intermédia, a escolha inicial deverá recair no sérvio.

Quanto ao ataque tanto Luís Pinto como o goleador Joeano têm lugar garantido, restando a dúvida numa das alas, surgindo como principais candidatos Hugo Monteiro e Amessan (numa segunda linha o açoriano Clemente, que também joga a PL), assim sendo não vai fugir muito disto.

Atenção ao jogo lateralizado feito pelo adversário, na qual conta com grande apoio dos seus defesas e claro,é de ter atenções às movimentações do brasileiro Joeano, que apesar da idade é um quebra-cabeças para o sector defensivo.

No FC Porto "B" existe algumas dúvidas a serem desfeitas no dia do jogo. Neste desafio já teremos o regresso após castigo por parte de  Sérgio Oliveira e duvido que Rui Gomes possa contar com tantos jogadores da equipa principal como da última vez e assim deverão por certo existir mexidas no onze, isto comparando com o embate diante da equipa "B" do Marítimo. 

É um jogo muito complicado para os dragões, mas é possível surpreender o Arouca, contudo é necessário existir rigor defensivo e ofensivo ao longo dos 90 minutos.


Antevisão do Treinador (www.fcporto.pt):

"Vamos dar uma boa resposta"

Rui Gomes é um treinador dividido entre a satisfação da última vitória e a consciência de que a equipa pode fazer muito melhor nos próximos jogos, a começar pelo de domingo, em Arouca (11h15). Apesar de considerar o adversário "o mais forte" da Segunda Liga, o técnico do FC Porto B assegura que a equipa vai entrar na 13.ª jornada "a dar uma boa resposta", sempre com os três pontos em mente.

O FC Porto B conseguiu regressar aos triunfos frente ao Marítimo B. Como está a correr a preparação da equipa para o próximo encontro?
O nosso objectivo passa por aproveitar o "élan" da vitória de sábado e o facto de a equipa estar em crescendo. Volto a dizer que ainda estamos longe do que pretendemos, mas já estamos mais próximo desse patamar exibicional. Temos de aproveitar realmente o efeito e o acréscimo emocional da última vitória para conseguirmos igualá-la e repeti-la no próximo domingo.

A moral do grupo está certamente mais elevada. Sente que já estão no bom caminho?
Não estou totalmente satisfeito porque temos de fazer muito melhor. Temos qualidade, temos capacidade, temos ambição de fazer melhor. Posso dizer que estou satisfeito porque estamos a melhorar, mas estou longe de estar satisfeito com aquilo que até agora fizemos. Mal seria se nos contentássemos com tão pouco…

É um facto que as expectativas passavam por outro lugar na tabela, mas não poderá a última vitória catapultar a equipa para os resultados desejados?
As coisas não funcionam tão automaticamente como nós gostaríamos. O ideal seria, depois de termos ganho o último jogo, que subitamente as coisas melhorassem como com um estalar de dedos, mas as coisas não funcionam assim. Há coisas que são difíceis de traduzir em factos reais e têm mais a ver com o domínio das percepções e das sensações. Há coisas que de facto mudam com as vitórias e a sensação que temos é a de que os jogadores estão mais libertos e, estando assim, conseguem naturalmente estar muito mais próximos daquele que é o seu real valor. Quando um jogador está demasiado frustrado, obcecado, deprimido, chamemos-lhe assim, é natural que a confiança não esteja num nível desejável. Espero que a vitória no último jogo nos consiga aproximar do nosso real valor.

O que espera do Arouca, considerando que é o terceiro classificado do campeonato e uma das equipas mais experientes da prova?
O Arouca é a equipa mais forte deste campeonato. Muito sinceramente, acho que o Arouca é a equipa mais preparada para esta liga, não apenas pelo tipo de jogadores que tem, muito físicos, experientes, quer também pela quantidade de jogadores que tem. É um plantel muito profundo e de grande qualidade, o que os torna um dos grandes candidatos ao título, se não o principal. Posto isto, vai ser um jogo extremamente complicado, mas vamos lá para ganhar. Vamos lá para dar uma boa resposta, sermos predominantes no jogo e conseguirmos ganhar.


Lista de convocados: 

Stefanovic e Elói (guarda-redes); David, Diogo, Dellatorre, Edú, Fábio Martins, Frederic, Mikel, Pedro Moreira, Quiño, Sebá, Sérgio Oliveira, Tozé, Tiago Ferreira, Victor Luís, Vion e Zé António.


Por: Dragão Orgulhoso.
Enviar um comentário
>