quarta-feira, 14 de novembro de 2012

As assistências no Dragão (Por Eddie the Head)




Depois de realizados 7 jogos oficiais esta época no Dragão, podemos verificar uma clara quebra do número de espectadores, divulgados aqui: 

- FC Porto - V.Guimarães - ( Liga Zon Sagres) - 35.503 espectadores

- FC Porto - Beira-Mar - ( Liga Zon Sagres) - 28.609 espectadores

- FC Porto-Paris Saint-Germain - (Liga dos Campeões) - 36.509 espectadores

- FC Porto - Sporting - ( Liga Zon Sagres) - 38.909 espectadores

- FC Porto - Dinamo Kiev - (Liga dos Campeões) - 29.317 espectadores

- FC Porto - Marítimo - ( Liga Zon Sagres) - 27.609 espectadores

- FC Porto – Académica (Liga Zon Sagres) – 31.910 espectadores






Comparativamente com o mesmo período da época passada, verifica-se uma quebra de 10%, descendo de uma média de 36.073 para 32.624 espectadores. Se separarmos as assistências por competições, verificamos também que a média pouco varia (um pouco mais de espectadores nos jogos da Champions, mas pouco significativo). Se tomarmos em linha de conta que a época passada já foi uma época de descida nas assistências, verificamos que estamos numa queda acentuada neste momento.



Existem no entanto várias razões que justificam esta quebra. 

Muitos portistas referem as exibições inconstantes da equipa na época passada como a principal causa deste abaixamento. É um facto que alguns portistas foram deixando de ir ao estádio por não gostarem da forma como a equipa jogava, e é óbvio que a época passada tem reflexos nas assistências da presente época, pois o treinador é o mesmo e a equipa não mudou muito. Apesar da melhoria exibicional do nosso plantel, esta é seguramente uma das razões que contribuem para esta quebra. Mas será a principal?

A crise que afecta toda a Europa sente-se em Portugal como em poucos países. Naturalmente que o futebol sai, e muito, afectado com este aspecto

Os preços dos bilhetes também têm sido muito discutidos. No inicio da época, o clube pareceu algo insensível com a crise actual, aplicando preços exorbitantes para a realidade do país. No entanto, nos últimos jogos os preços já baixaram para patamares aceitáveis. Convém não esquecer o aumento do IVA dos bilhetes de futebol para 23%, aumento esse que até tem sido assumido pelo clube.

Estes últimos pontos parecem-me ser a principal causa para as baixas assistências no Dragão, pois este é um fenómeno que se passa noutros clubes do país, inclusive naquele que conta com o apoio de 60% da população portuguesa…

Perante isto, quais as soluções possíveis que restam ao clube?

Ultimamente o clube já tem recorrido a campanhas, com bilhetes mais baratos para acompanhantes de Dragon Seat ou bilhetes a preços baixos para um acompanhante de sócios. Também tem feito algumas parecerias, como com a ESN (Erasmus Students Network).
Estas são medidas que se devem manter e, se possível, alargar.

Há também a opção de simplesmente baixar mais o preço dos bilhetes. No entanto, tem de se olhar para esta questão sempre por 2 prismas: o do número de espectadores e o da receita de bilheteira. Tentar conciliar os 2 é o desafio. Portanto, pode não ser aliciante para o clube baixar ainda mais os preços. Por outro lado, os valores dos bilhetes nunca podem baixar dum certo patamar, caso contrário os Dragon Seats deixam de se tornar apelativos dado o seu elevado preço.

Este é um problema agravado pela crise actual, e de difícil solução.

É um facto que esta não é a nossa principal fonte de receita.

É um facto que o clube já projectou uma forte quebra nas receitas de bilheteira para esta época.

Mas espera-se que o clube se mantenha activo para que os sócios e adeptos continuem a estar presentes no seu Estádio.


Por: Eddie The Head
Enviar um comentário
>