domingo, 30 de março de 2014

Segunda Liga, 36.ª jornada: FC PORTO B 2 - 1 UNIÃO DA MADEIRA

#FCPorto #FCPortoB #Madeira #União #SegundaLigadeFutebol

O Porto B recebeu e venceu, nesta tarde de Domingo, o União da Madeira por duas bolas a uma.





No Porto destaque para a ausência do capitão Pedro Moreira (a cumprir castigo), que foi substituído por Leandro no onze inicial.






O jogo começou com uma oportunidade clara de golo para o Porto. Na sequência de um canto, Mikel aproveita um ressalto para rematar com muito perigo para uma grande defesa de Trigueira.

A partir desse lance o jogo cai num completo marasmo. As equipas jogam um futebol lento e sem ideias. No Porto, Gonçalo e Ivo estavam isolados no ataque e só Kayembe e Quino com uma série de arrancadas mexiam com o futebol azul e branco.

Até ao intervalo nada se altera, mesmo assim é o Porto que tem as melhores oportunidades num remate de Leandro e num cabeceamento de Mikel.

A segunda parte começa com um Porto mais mexido, a explorar mais os flancos. Num desses lances, Ivo entra na área e só é travado em falta.

Penalti que Tozé converte com frieza, colocando assim o Porto em vantagem.

O Porto melhora nesta fase, mais velocidade e mais objectividade. O pequeno médio criativo Tozé finalmente pega no jogo e o Porto cresce.

Apesar disso, é a União que acaba por marcar. Num lançamento longo que parecia inofensivo, Stefanovic não sai dos postes e compromete. Num lance em que os centrais também não ficam bem na fotografia.

No entanto, o golo da União não apaga o bom momento do Porto no jogo e pouco depois num lance algo confuso na área da União, Tozé aparece oportuno a finalizar.

O Porto voltava assim à vantagem. A partir do golo portista a lentidão volta ao jogo, que se arrasta até final.

No fundo, um jogo algo desinteressante, marcado pela lentidão de ambas as equipas. A vitória do Porto aceita-se dado que foi a equipa com mais oportunidades de golo.



Análise individual:

Stefanovic: Mau jogo. Fica ligado ao golo da União por não ter saído dos postes. Jogou quase sempre mal com os pés.

Victor: Regular na primeira parte, libertou-se na segunda para apoiar muito mais o ataque.

Zé António: Alguns cortes importantes. Não está bem no golo da União ao deixar um jogador isolar-se nas suas costas.

Tiago Ferreira: Um jogo regular.

Quino: Dinamizou o ataque na primeira parte com várias arrancadas. Foi mais um extremo que um lateral.

Mikel: Uma perda de bola podia ter saído cara, mas no restante jogo esteve bem e ia marcando por 2 vezes.

Leandro: Algo apagado do jogo. Não se mostra o médio capaz de ligar a equipa.

Tozé: Melhor em campo. Apagado na primeira metade, subiu e muito de produção na segunda, pegando no jogo. 2 golos decisivos.

Ivo: Sem ter feito um jogo fulgurante, acaba por estar em todos os golos, sofrendo o penalti e mais tarde participando na jogada do segundo golo. A acabar o jogo assistiu Gonçalo de calcanhar.

Kayembe: Dos melhores na primeira metade. Raçudo, forte e a romper pelas alas. Mas baixou de rendimento e acabou substituído.

Gonçalo: Passou ao lado do jogo. Foi também sempre mal servido. De destaque um passe delicioso de calcanhar e no final do jogo um remate muito perigoso.


Fred: Entrou bem em jogo, começa a pedir mais minutos o jovem extremo.

Tomás: Entrou para congelar o jogo.

Pavlovski: Entrou a 10 segundos do fim.



FICHA DE JOGO

FC PORTO B-UNIÃO DA MADEIRA, 2-1
Segunda Liga, 36.ª jornada
30 de Março de 2014
Estádio de Pedroso, Vila Nova de Gaia

Árbitro: Rui Piteira Rodrigues (Lisboa)
Árbitros assistentes: Vítor Cruz e Hugo Ribeiro
Quarto árbitro: Bruno Trindade

FC PORTO B: Stefanovic; Víctor García, Zé António, Tiago Ferreira e Quiño; Mikel, Leandro e Tozé (cap.); Kayembe, Ivo e Gonçalo Paciência
Substituições: Kayembe por Frederic (80m), Leandro por Tomás Podstawski (83m) e Tozé por Pavlovski (90+3m)
Não utilizados: Matos; David Bruno, Bruno Silva e Bruno Costa
Treinador: José Guilherme

UNIÃO DA MADEIRA: Trigueira; Calico, Zarabi, Roberto e Gil Barros; Toni (cap.), Babo e David Azin; Tacón, Santiago Silva e Miguel Fidalgo
Substituições: Toni por Choco (74m)
Não utilizados: Zé Manel, Ginho, Carlos Manuel e Hugo Morais
Treinador: Rui Mâncio

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Tozé (48m e 62m) e Miguel Fidalgo (57m)
Disciplina: cartão amarelo a Calico (47m), Roberto (59m), Zé António (80m), Tomás Podstawski (86m), Ivo (90+1m) e David Azin (90+1m)



Enviar um comentário
>