sábado, 8 de março de 2014

FC Porto 7 - 4 Juv. Viana - Regresso à liderança




O FC Porto recebeu e venceu esta tarde a Juventude Viana em jogo a contar para a 20ª jornada do Campeonato Nacional. Após o término deste jogo mais uma boa notícia. O Valongo perdeu em casa com o Turquel. Com estes resultados a nossa equipa instalou-se no primeiro lugar em igualdade pontual com o anterior líder isolado.





Pedro Moreira regressou do castigo mas Tó neves decidiu continuar a sua aposta no 5 que venceu na aldeia do hóquei.

O jogo começou praticamente com algo que tem sido um hábito, um remate nosso ao poste. Aconteceu logo nos segundos iniciais por Caio. Estava dado o aviso. Desde cedo o nosso clube começou a dominar, com várias jogadas de grande beleza.

A Juventude Viana surprrendeu com uma defesa à zona, mas hoje foi infrutifera. É certo que nos primeiros minutos as jogadas nem sempre saíram como pretendido mas paulatinamente íamos apertando o cerco à baliza visitante.

O carrossel portista no ataque começava a carburar melhor a cada minuto que passava. Algumas jogadas de grande recorte técnico. Adivinha-se o golo portista a cada instante.

Aconteceu apenas à passagem do 10º minuto de jogo em mais uma bela jogada colectiva. A bola passou por todos os atletas de campo, tudo com enorme precisão. A um dado momento Jorge Silva entrega a Barreiros e corta para dentro da área. Barreiros devolve-a ao nosso avançado para este finalizar facilmente ao 2º poste. 1 - 0...

Não tivemos que esperar muito para festejar novamente, apenas 1 minuto. Hélder Nunes entrega a Barreiros e este de primeira a atirar para golo. 2 - 0 e o resultado ainda pecava por escasso.

O Porto estava a jogar bem quer no ataque quer na defesa. Uma nota para Hélder Nunes neste aspecto. Foram inúmeras as intercepções, muitos roubos de bola e desarmes. Um enorme defensor o nosso jovem. E com uma técnica no ataque fenomenal. Um craque!

Na equipa adversária o alvo voltava a ser um velho conhecido embora de outra equipa, o ano passado jogava no Lodi em Itália. João Pinto, um dos mais ridiculos jogadores de hóquei. Espalhafatoso, sempre a reclamar de tudo e de todos, constantemente no chão... Enfim, o circo habitual deste "artista". Não criou grande perigo mas fica com um título, o de jogador mais irritante. Parabéns!

Começava a rotação habitual. Entra Vitor Hugo num primeiro instante, depois Reinaldo e Pedro Moreira.

Infelizmente e contra a acorrente do jogo a Juventude Viana reduziu. Injusto e nada o fazia prever. Mas estávamos por cima e marcaríamos logo em resposta a esse tento visitante. Um golo tipico da nossa equipa. Faltavam 4 minutos para o intervalo. Recuperação de bola, Reinaldo Ventura a sair rápido para o contra-ataque e o passe interior para finalização de Vitor Hugo. 3 - 1.

Foi assim que chegamos ao intervalo. Bons 25 minutos de hóquei dos nossos Dragões. A vantagem era curta para aquilo que vimos.

O reinício de jogo foi igualmente fantástico. Primeiro ataque nosso nesta etapa complementar. Uma fotocópia do 3º golo mas com um interveniente diferente. Desta vez a jogada foi de Barreiros. A conclusão foi na mesma de Vitor Hugo. 4 - 1, grande resultado.

Se tudo estava perfeito até à altura tudo mudou nos minutos seguintes. Perdas de bola inéditas até então, mais lentidão e até falhas na defesa. Sabemos que a equipa não tem passado por momentos fáceis ultimamente e isso intranquilizou. Mas hoje pelo que tinha acontecido até ao momento nada o fazia prever.

A Juventude de Viana chegou à igualdade. Pelo meio dos 3 golos visitantes um livre directo falhado por azul a um jogador adversário.

Analisemos estes 3 golos sofridos. O 1º num remate à tabela que sobrou para Viana finalizar facilmente. O 2º, o 4 - 3, um remate fraco em que Edo foi muito mal batido. A igualdade chegou num lance que não devia ter surgido, foi em falta. Luis Viana teve direito a um livre directo a punir a nossa 10ª falta. Falhou mas ficou com a bola e num remate acima do permitido marcou. Erro aqui da dupla de arbitragem mas nada a fazer.

Não era justo mas é certo que baixamos de produção e num campeonato que está tão equilibrado qualquer escorregão pode ser bastante penalizador. 

Faltavam 8 minutos e a vantagem conseguida em 25 minutos de bom hóquei tinha-se esfumado. Era altura de ir à luta e honrar o emblema. 

Foi isso que a equipa de Tó neves fez e de imediato. Bola ao centro e golo nosso. Golo!!! Uma emenda em cima da linha por Jorge Silva. 5 - 4. Vamos lá Campeões!

A 5 minutos do fim a Juventude cometeu a 10ª falta. Falta do palhaço sobre reinaldo. O mesmo Reinaldo ia bater. O capitão parte para a bola, segue com ela em progressão e coloca-a sem hipóteses para o guardião adversário (boa exibição). Mais uma vez Reinaldo a dizer presente numa altura que a equipa precisava.

O golpe de misericórdia surgiu aos 21 minutos. Passe de Barreiros e Jorge Silva a dominar e marcar com categoria. Fantástico, 3ª assistência de Barreiros. 

Em 4 minutos novamente 3 golos de avantagem. Que carácter que esta equipa mostrou. Nunca deixaram de lutar, mesmo quando saía mal. Foram com tudo para cima quando era preciso. Tiveram o prémio.

Até ao fim apenas registo para um azul mostrado a Reinaldo após mais uma palhaçada de João Pinto. Não se passou nada, apenas mais um triste espetáculo. Era altura das equipas de arbitragem deixarem de cair nas fitas deste atleta.

Fim do jogo. 7 - 4. Resultado justo. Bons 25 minutos iniciais e muito carácter depois do empate. Pelo meio algumas falhas que importam rever. O campeonato está lançado e queremos vencer. Os nossos atletas igual. 

Rumo a esse objectivo mais um jogo para a semana. Um clássico. Vamos ao pavilhão do Sporting. É para vencer e continuar líder. Vamos a eles!


FICHA DE JOGO
FC PORTO FIDELIDADE-JUVENTUDE DE VIANA, 7-4
Campeonato Nacional, 20.ª jornada
8 de Março de 2014
Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 1.063 espectadores
Árbitros: Luís Peixoto e Miguel Guilherme (Lisboa)

FC PORTO FIDELIDADE: Edo Bosch (g.r.), Hélder Nunes, Ricardo Barreiros, Caio e Jorge Silva
Jogaram ainda: Pedro Moreira, Vítor Hugo e Reinaldo Ventura (cap.) 
Treinador: Tó Neves

JUVENTUDE VIANA: Leonardo Pais (g.r.), João Pinto, André Centeno, Luís Viana e Joel Coelho (cap.) 
Jogaram ainda: Nuno Félix e Diogo Fernandes 
Treinador: António Carvalho

Ao intervalo: 3-1
Marcadores: Jorge Silva (10m, 42m e 46m), Ricardo Barreiros (11m), André Centeno (19m), Vítor Hugo (21m e 26m), Luís Viana (32m, 40m e 42m) e Reinaldo Ventura (45m)



Por: Paulinho Santos
Enviar um comentário
>