domingo, 19 de janeiro de 2014

Segunda Liga, 25.ª jornada: Penafiel-FC Porto B, 1-0

Na manhã deste Domingo o Porto B foi perder no terreno do Penafiel por 1-0.





Num relvado complicado devido ao mau tempo, o Porto B voltou a apresentar uma equipa longe da que venceu e convenceu contra o Portimonense.







Voltou a equipa "sem marca Porto", voltou o mau futebol.

O 4-3-3 do último jogo, com Tozé no meio campo e dois extremos bem abertos nas alas, foi abandonado e voltou um 4-4-2 com Tozé a descair pela esquerda e com Herrera a ser "o criativo".

Novidade também foi a colocação/adaptação de David Bruno à lateral esquerda (depois do que tinha sido uma excelente exibição de Rafa).

Na frente Ricardo voltou a ser emprestado pela equipa A e Gonçalo repetiu a titularidade.

A primeira parte foi confusa e jogada sobretudo a meio campo. O Penafiel fechava-se e o Porto não tinha argumentos para ultrapassar a muralha. A equipa portista jogou sempre de forma previsível e lenta. Apenas Herrera (ao aparecer nas alas) e Ricardo abanavam o jogo.

Na segunda parte o jogo não mudou muito e o Penafiel acabou por aproveitar uma bola perdida na área para fazer o golo decisivo ao 57 minutos.

O Porto apenas melhorou com a entrada de Kayembe. Com a saída de Pedro Moreira, Tozé passou a jogar no meio. Com dois extremos bem abertos e Tozé nas costas de Gonçalo o Porto melhorou bastante, mas nessa altura já o Penafiel se tinha fechado completamente.

Acabou por ficar um sabor amargo de que era possível fazer muito mais, não tivessem sido dados quase 60 minutos de avanço ao Penafiel.

A insistência neste sistema parece continuar apesar de a equipa se mostrar mais competente quando joga com 2 extremos e um criativo.


Análise Individual:

Kadu: Sem hipótese no golo. Seguro.

Victor Garcia: Certinho a defender.

Zé António: 2 erros pouco habituais, saiu por lesão.

Reys: Um corte pouco eficaz que acabou por dar golo do Penafiel.

David Bruno: O elo mais fraco. Ultrapassado várias vezes na defesa e sem qualquer influência no ataque.

Mikel: Alguns bons cortes, mas não esteve feliz ao nível na recepção e do passe.

Pedro Moreira: Apagado do jogo. Perdeu-se na batalha a meio campo.

Herrera: Melhor em campo. Foi sempre o jogador que fez o que não era previsível no meio de tanta previsibilidade. Apareceu bem nas alas, esticou o jogo e perto do fim isolou Ricardo.

Tozé: Na ala torna-se um jogador previsível. Tentou muitas vezes vir para o meio o que deixou um buraco do lado esquerdo porque David Bruno nunca subiu no terreno.

Ricardo: O melhor no ataque. Boas jogadas pela ala a desiquilibrar, mas sempre muito desacompanhado. Desperdiçou o golo isolado.

Gonçalo: Nunca teve bola nem bons cruzamentos.


Tiago Ferreira: Entrou para o lugar do lesionado Zé António.

Rafa: Entrou depois de David Bruno sair lesionado. Cada vez mais justifica a titularidade.

Kayembe: Mexeu com o jogo pela ala, pena não ter entrado mais cedo.


FICHA DE JOGO

Penafiel-FC Porto B, 1-0
Segunda Liga, 25.ª jornada
19 de Janeiro de 2013
Estádio 25 de Abril, em Penafiel

Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco)

Penafiel: Coelho; Dani, Fábio Ervões, Pedro Santos e João Pedro; Ferreira (cap.), André Fontes e Romeu Ribeiro; Aldair, Vítor Bruno e Guedes
Substituições: Vítor Bruno por M´Bala (57m), Aldair por Gabi (65m), Guedes por Paulo Roberto (90m+2)
Não utilizados: Nuno Santos, Pedro Ribeiro, José Coelho e Ivan Santos
Treinador: Miguel Leal

FC PORTO B: Kadú; Victor Garcia, Reyes, Zé António e David; Mikel, Pedro Moreira (cap.) e Herrera; Tozé, Ricardo e Gonçalo Paciência
Substituições: Zé António por Tiago Ferreira (46m), David por Rafa (52m), Pedro Moreira por Kayembe (63m)
Não utilizados: Matos, Leandro, André Silva e Caballero
Treinador: Luís Castro

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Aldair (57m)
Cartões amarelos: Romeu Ribeiro (31m), Pedro Santos (47m), Paulo Roberto (90m+5)


Por: Prodígio 

Enviar um comentário
>