terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Man on the Moon!




Depois de descobert’a pólvora
Nesses regulamentos da Liga
Há ainda quem prossiga
A sua viagem fora d’órbita!

E bem aterrados na Lua
Com um atraso razoável
Lemos o feito memorável:
Foi-se ao Sol em pele nua!

E só demorou quatro horas
Essa viagem solar!
Sem atrasos a registar!
Nas manobras vencedoras!

Um feito da humanidade
Num jovem quase imberbe!
O exemplo a que nos serve
Neste regresso à sobriedade?

Qu’as alucinações colectivas
São productos recorrentes!
Em nações ou dirigentes
Por alienações sugeridas!

E esta viagem ao Astro-Rei
Traz-nos de volta à terra
Só o Bruno é que não erra
E tem propostas que são Lei:

“Todo o jogo que não começar
Ao minuto certo e escorreito
É derrota pr’o sujeito
Qu’o acabe a ganhar!”

“E se se marcar penalti
Que seja no último minuto!
É tomado como insulto
E dá direito ao empate!”

“E se faltar ao Sporting
Um danoninho pr’a ganhar!
A Taça teima em ficar
Como sanção p’lo Doping!”

“E se se não se cumprir
Os regulamentos da Liga!
Pr’o ano jog’o Postiga
Como promessa a seguir!”

“E s’a cronometragem
Não se fizer ao milésimo!?
Ganh’o classificado em sétimo
No campeonato da gatunagem!”

“E s’o sporting ainda assim
Não vencer a competição!
Muda-se tod’a constelação
E o Sol chamar-se-á Kim! (Jong-Hu)”

“E se isso ainda não resultar
Reinventa-se a História!
Ensaia-se nova trajectória
É do Bruno, o planeta lunar!”



 Por: Joker
Enviar um comentário
>