terça-feira, 3 de setembro de 2013

Revista de Imprensa - 03 de Setembro 2013

" Dragão arrumou a casa"


Este título faz capa do jornal OJogo, numa clara alusão às movimentações feitas pelo Campeão Nacional, no sentido da redução do plantel.
Os jornais desportivos desta terça-feira dão grande destaque às movimentações que se verificaram no último dia de fecho do mercado de transferências, com grande em foco no Benfica e no Sporting.




O Jogo:

Thumb resize.


- FC Porto: "Dragão arrumou a casa; Abdoulaye e Tiago Rodrigues em Guimarães; Iturbe confirmado no Verona; Joris Kayembe foi inscrito com Pavlovski e reforça a equipa B. Braga


- "leões garantem pacense Vítor; Iván Piris contratado para a direita."
- "Siqueira para render Cortez; lateral-esquerdo de 27 anos chega por empréstimo do Granada"



Record:

Thumb resize.


- FC Porto: "Quero passar dos 31 golos", Jackson"


- "Vítor será o mais velho do plantel."
- "Siqueira novo lateral; aquisição em dúvida até ao último minuto"



A Bola:

Thumb resize.


- FC Porto: "Querem-me aqui e eu fico feliz!", Jackson confirma que a renovação está em marcha; Iturbe cedido ao Verona."


- "Vítor e Piris no Sporting"
- "Siqueira no Benfica; lateral-esquerdo de 27 anos, do Granada, chega às águias por empréstimo de um ano"



Notícias sobre o FC Porto:


Paulo Fonseca apenas teve 11 no treino, quatro guarda-redes incluidos

No primeiro treino do FC Porto, após o fecho do mercado de transferências, Paulo Fonseca teve apenas 11 jogadores à sua disposição, número no qual estão incluídos os quatro guarda-redes do plantel, Helton, Fabiano, Bolat e Kadú.

Com Josué e Licá (Portugal), Jackson e Quintero (Colômbia), Reyes e Herrera (México), Ricardo (Sub-21 portugueses), Defour (Bélgica), Mangala (França), Fucile (Uruguai) e Ghilas (Argélia) ao serviço das respetivas lesões, o treinador viu o grupo ficar bastante reduzido, numa situação agravada pelo facto de Danilo, Maicon e Otamendi não terem subido aos relvados do Olival.

A justificação para a ausência destes três últimos jogadores só será dada no final do treino da manhã desta terça-feira.

Assim sendo, para além dos quatro referidos guarda-redes, treinaram-se ainda sob as ordens de Paulo Fonseca o lateral Alex Sandro, os médios Fernando, Lucho e Carlos Eduardo e os avançados Kelvin, Varela e Izmailov.

A sessão de trabalhos, que não arrancou sem antes Paulo Fonseca ter dado uma curta palestra, ficou ainda marcada pelo 25.º aniversário do guarda-redes turco Bolat, data que não foi esquecida pelos colegas presentes no treino.


Agora, o plantel voltar a reunir-se amanhã de manhã, pelas 10 horas, novamente no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, numa sessão cujos primeiros 15 minutos terão portas abertas aos jornalistas.


Jackson: «Quero passar dos 31 golos», só pensa em ajudar a equipa

O mercado de transferências na generalidade da Europa ocidental ficou para trás. À frente há um longo caminho a percorrer rumo ao alcance de todos os objetivos individuais e coletivos. É precisamente este trilho, que desague em vitórias a todos os níveis, que Jackson Martínez, de 26 anos, quer percorrer.


Defour com qualidade certificada pelo técnico, encantado com início de época

Defour tem crédito perante Paulo Fonseca. A maior prova disso é a aposta feita pele técnico no belga neste início de temporada, ao entregar-lhe um lugar no onze. No entanto, Defour não deixa de valorizar a confiança que lhe foi transmitida verbalmente pelo próprio treinador.

“Pediu-me desde o primeiro dia para contribuir com o meu futebol e disse-me que tenho qualidade para jogar no FC Porto. Portanto, vou continuar a trabalhar para me manter na equipa”, referiu o médio, de 25 anos, de partida para a seleção do seu país, regozijando-se depois com a “grande qualidade” do futebol praticado pelos dragões: “Estamos a jogar muito bem. A equipa está a funcionar. Somos uma equipa ofensiva, sempre a criar oportunidades e queremos continuar assim.”

À 3.ª jornada o FC Porto já conseguiu uma vantagem de dois pontos sobre o Sporting e cinco sobre o Benfica, mas Defour rejeita dar demasiada importância à diferença na tabela classificativa. “É uma vantagem... É claro que é bom estar em vantagem, mas não é determinante. Temos de continuar assim. Queremos sempre ganhar. Não olhamos ao adversário. Mas não é uma vantagem decisiva”, afirmou, recusando-se a tecer comentários mais precisos sobre o momento das águias: “Estou concentrado na nossa equipa e penso que estamos bem.”


Herrera: «Lucho é um grande líder», mexicano rendido a El Comandante

Héctor Herrera já está no México, pronto para ajudar a sua seleção, mas foi do FC Porto que mais falou à comunicação social do seu país. O médio mostrou-se apostado em vir a ser uma "referência do clube" e rendido a um dos maiores símbolos do atual plantel.

"Lucho González é um grande jogador, um grande líder", referiu Herrera a propósito do único jogo oficial dos dragões no qual participou, frente ao V. Setúbal, tendo saltado do banco para render El Comandante. "Foram poucos minutos, mas serviram para melhorar um pouco no sentido de um dia poder vir a ganhar um lugar. A partida estava resolvida e não havia muito mais a fazer que não manter a posse da bola e segurar o resultado", prosseguiu.

Agora, Herrera já aponta à sua estreia na Champions, que servirá para cumprir um seu sonho antigo. "Poder ouvir aquele hino é uma coisa que me motiva. Competir contra os melhores jogadores do Mundo é uma coisa que tenho em mente", confessou.


Por: Cubillas

Enviar um comentário
>