sábado, 14 de setembro de 2013

Liga Zon/Sagres 4ª Jornada: FC Porto - Gil Vicente (Antevisão).









O campeonato regressa este fim de semana, com os tricampeões nacionais a receber o Gil Vicente, num encontro respeitante da quarta jornada da Liga Zon Sagres, numa altura, onde os comandados de Paulo Fonseca permanecem invictos, ocupando de forma isolada a liderança do campeonato.








A equipa do Gil Vicente para esta temporada operou uma autêntica revolução no seu plantel, e após uma época de altos e baixos - a permanência foi alcançada na última jornada - a direcção do conjunto de Barcelos, escolheu para chefiar a equipa o técnico João de Deus, um dos treinadores mais promissores desta nova geração que está a surgir neste nível, sendo que até ao momento o Gil Vicente regista duas vitórias e uma derrota.

Atendendo ao que se passou na partida frente ao Sp. Braga - os centrais Halisson e Danielson foram expulsos - forçosamente o treinador terá de mexer no sector defensivo, permitindo com isto a titularidade do jovem Pecks, um central bastante promissor e que terá oportunidade de mostrar as suas qualidades. Para acompanhar o cabo-verdiano no centro da defesa o trinco Luan deverá ser adaptado devido à falta de opções para esta posição, jogando nas laterais o Luís Martins sobre a esquerda e na direita Gabriel, permanecendo como indiscutível na baliza o brasileiro Adriano figura de proa no último jogo realizado para o campeonato.

Face ao recuo do Luan, o reforço Keita deve regressar ao onze como pivot defensivo, jogando como médios interiores, o experiente César Peixoto e João Vilela. Quanto ao ataque, provavelmente não haverá alterações na composição inicial, apostando essencialmente na velocidade e verticalidade do Diogo Viana e do Draman, estando como elemento mais adiantado, o Bruno Moraes, jogador massacrado ao longo dos anos com lesões complicados, ele que regressou este ano ao nosso país.

Jogar no Dragão não é pêra doce, seja para o Gil Vicente, como para outras equipas com outros argumentos e como tal será de prever que façam um jogo de contensão, privilegiando a sua organização defensiva, apostando nas transições, de forma a surpreender o FC Porto, contando com jogadores extremamente rápidos nessa vertente. 

Para o FC Porto, este será o último jogo antes da estreia europeia e por isso, não seria propriamente uma surpresa caso existisse alguma mexida no onze, ainda para mais, quando no decorrer da semana de trabalhos, diversos jogadores estiveram ausentes, devido a compromissos com as suas selecções.


Por: Dragão Orgulhoso

Enviar um comentário
>