domingo, 1 de setembro de 2013

Liga Zon/Sagres; 3ªJornada: Paços Ferreira - FC Porto (Antevisão)









Com o empate registado no derby da Segunda Circular, o FC Porto poderá aumentar o fosso em relação aos seus adversários directos e para tal terá que derrotar em Felgueiras, a equipa do Paços de Ferreira, numa partida onde haverá de certa forma uma carga emocional tremenda de ambos os lados, uma vez que na turma pacense, o médio Sérgio Oliveira defronta a sua ex-equipa, enquanto o técnico Paulo Fonseca e o médio Josué, jogam pela primeira vez frente ao Paços, após as saídas do clube.







O Paços de Ferreira é uma das equipas "tradição" desta Liga e por norma revela bons jogadores e técnicos que depois têm dado saltos para projectos mais ambiciosos, como foi o caso de Paulo Fonseca. A época pacense foi única e será missão praticamente impossível alcançar novamente a terceira posição, ainda por cima com a saída de jogadores que foram elementos preponderantes para este feito histórico.

Até ao momento o início da Liga por parte dos comandados de Costinha - a sua chegada ao clube não deixou de ser surpreendente - não tem sido de todo o mais favorável, contando de momento com duas derrotas em outros tantos jogos. Na ronda inaugural, a equipa do Paços saiu derrotado em casa perante o Braga por duas bolas a zero e na semana passada, não voltou a ser feliz, saindo derrotado na deslocação ao Algarve, perdendo frente ao Olhanense por 1-0, num resultado que até poderá ser considerado injusto, em virtude do largo domínio imperado pelo Paços ao longo dos 90 minutos, tendo desperdiçado inúmeras ocasiões para marcar, mas no final, acabou mais uma vez a ficar a zero e assim ser uma das cinco formações, que até ao momento não sabe o que é pontuar neste campeonato.

Quanto à equipa a apresentar pelo treinador Costinha, o sistema 4-2-3-1 é dado como garantido, apresentando um quarteto defensivo formado pelo Rodrigo António na direita e o Hélder Lopes sobre a esquerda, apostando no centro da defesa numa dupla experiente e rodada a este nível, casos de Gregory e Ricardo, com o guardião Degra a ocupar as redes.

Sobre o meio-campo, o André Leão surge como intocável - um dos melhores trincos do campeonato - sendo acompanhado pelo ex-portista Sérgio Oliveira e o Vítor (por enquanto ainda pertence aos quadros do clube), com o tridente ofensivo a ser ocupado nas alas pelo irrequieto Hurtado e o Manuel José, ocupando o brasileiro Carlão, lugar de destaque no centro do ataque.

No FC Porto, as grandes novidades acabam por ser os regressos de Abdoulaye e Ricardo, dois jogadores, que iniciarão certamente o encontro no banco, numa partida onde o central Mangala será a grande baixa, ele que saiu lesionado no confronto anterior diante do Marítimo, sendo substituído no onze pelo Maicon, que assim vai actuar ao lado do argentino Otamendi.


Por: Dragão Orgulhoso

Enviar um comentário
>