quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Olho por olho…



Vamos a isto benfica!
Grit’a o tarzan pela pena
O seu lugar onde fica?
Nessa tabela qu’acena?

São os melhores, os maiores!
Que tudo o farão pr’o manter
Nem que seja à custa da guerra
Que por injusta possa ter!

Sim que prefere a guerra justa
À mais injustas das pazes
O Apito Dourado, é que lhe custa
Nesse combate dos “ases”!

Que lançaram n’avidez
Desses túneis e processo
Aguardando a sua vez
D’ir à Champions com sucesso!

Jogado na secretaria 
Preparam-se na “Justiça”
Arrolada em parceria
Com a versão da “estilística” 

Por isso ele não tem medo
D’enfrentar a parolice bacoca
Que o vai vencendo a contendo
Apenas, por esperteza saloia!

Que apenas por corrupção
Os maiores lá são vencidos
E se não fosse tal situação
Há muito que estavam garantidos!

Como nos tempos da outra senhora
Quando venciam por decreto!
Sem a parolice que doura
Esta pílula do “incorrecto”!

Sim, e Lisboa onde fica?
No centro do mundo, pois claro!
E sem esta classe do benfica
Como limpamos este rosto ignaro?

C’o Tarzan, pois claro!
O maior anão da selva!
O combatente mais raro…
Que só nas almofadas s’eleva!

Olho por olho, dente por dente!
Escreve o Tarzan no mural
Todo o programa está crente…
Já se choram antes do Natal!




Por: Joker
Enviar um comentário
>