domingo, 1 de julho de 2012

FUTEBOL: Diogo Mateus


Diogo: Alternativa confiável









Se falarmos em clubes brasileiros que souberam se reinventar nos últimos dez anos, citar o Internacional é obrigatório. Da recente coleção de títulos ao inventivo programa de sócios que influenciou ações semelhantes por parte de rivais brasileiros, a realidade colorada em nada lembra a daquele time quase rebaixado no Brasileirão de 1999.

E se até mesmo na época das vacas magras o Inter seguiu formando alguns bons jogadores, na fase de bonança não seria diferente. Ou que outra divisão de base do Brasil pode se gabar pela formação de três gerações de atacantes como Nilmar, Rafael Sóbis e Alexandre Pato? 








Acostumado a apostar justamente em valores para o setor ofensivo, o colorado vê no garoto Diogo a alternativa para uma posição problemática: a lateral-direita, setor em que o titular Nei costuma ter como substituto imediato apenas o improvisado Sandro Silva. 

Destaque no Campeonato Brasileiro Sub-20

Diogo Mateus de Almeida Rodrigues Maciel é paulista da capital e começou como meia nas divisões de base do Inter. Da geração/93, trilhou, já como lateral, o caminho costumeiro por todas os quadros amadores até chegar ao sub-20, onde se destacou no Campeonato Brasileiro da categoria. Após vencer as quatro partidas da primeira fase, a equipe gaúcha caiu diante do Fluminense, nas quartas-de-final. Mesmo assim, suas convincentes atuações o credenciaram a pleitear uma vaga definitiva na equipe adulta.








Com 1,73m, Diogo não se encaixa exatamente no estereótipo do ala ofensivo brasileiro: ainda que apoie com vigor o ataque, apresenta ainda qualidades defensivas. Para Odair, assistente técnico do Internacional na última Copa São Paulo, o poder de marcação e a noção de posicionamento também são pontos fortes do atleta.

A integração do lateral ao elenco de Dorival Júnior era cogitada desde o fim do ano passado. Embora o presidente Giovanni Luigi tenha declarado que, apesar do futuro promissor, o jovem ainda não estava pronto para o time principal, a transição aos profissionais se tornou quase certa – especialmente após as negociações frustradas com Douglas (Goiás), que chegou a fazer exames médicos em Porto Alegre, mas viu a transferência abortada graças a uma lesão no púbis. 



Lesão na Copinha

Ainda com idade para disputar a Copa São Paulo de 2012, acumulou boas atuações na primeira fase do torneio, inclusive marcando gols. Na partida contra o Coritiba, porém, foi substituído após torcer o tornozelo a assistiu do banco a classificação do Coxa para as quartas-de-final, nos pênaltis.

Graças à lesão, Diogo perdeu terreno para seu substituto, Cláudio Winck. O forte lateral/94 estreou como titular na segunda partida da equipe no Campeonato Gaúcho, a desastrosa derrota de virada para o Avenida. A atuação fraca custou a Winck uma vaga na lista dos 25 inscritos que enfrentarão o Once Caldas, pela Pré-Libertadores. Com uma boa recuperação física, Diogo deverá retomar seu espaço em breve. 


Ficha técnica:

Nome completo: Diogo Mateus de Almeida Rodrigues Maciel

Data de nascimento: 13/02/1993

Local de nascimento: São Paulo, São Paulo

Clubes que defendeu: Internacional
Fonte: olheiros.net






Por: Rabah Madjer
Enviar um comentário
>