sexta-feira, 16 de março de 2012

VAMOS A ELES!



“Deus quer, o homem sonha, a obra nasce”
              (F.Pessoa – “Mensagem”)









Faltam uns decisivos 8 jogos. 720 minutos de pura emoção, segundo por segundo.
Já todos reparamos que partimos por fora, apesar de termos mais um ponto. Sim, estou a falar da arbitragem. O jogo contra a Briosa, a partida na Pedreira momentos antes e, no dia seguinte, o encontro em Paços reflectem o que eu estou a dizer, ou melhor, a divagar.

Na semana passada foi escondido o brinquedo à criança, ela embirrou, pintou a manta e, por extrema coincidência (!!), esta jornada o brinquedo reluzia. Tinha-se voltado ao normal. A criança está contente. Já ri e dorme bem.
Vamos ver quem ri por último. No fim dos 720 minutos.









É óbvio que este percalço contra a Académica não se esperava, muito menos depois da vitória no nosso salão de festas.
Já todos reparamos (não é preciso ter a sapiência do ilustre mestre da técnica LFL) que quando encontramos uma equipa de menor dimensão, mas com coragem a meio-campo, que atravessamos problemas.
Leiam a crónica do último jogo do meu colega Breogán e perceberão a razão. Meio-campo todo desposicionado, mal-amanhado e longe, muito longe do ideal.

Se, eventualmente, isto mudar (ou mesmo que não mude), tem que se colocar em prática uma coisa que agora, mais do que nunca, é necessário. Espírito de sacrifício, brio e entrega ao jogo. Temos um plantel brutal, basta usá-lo e tentar disfrutar dele ao máximo.
   
Principal objectivo: Campeonato, campeonato, campeonato.

É com isso que nós sonhamos, é com isso que o plantel tem que sonhar e se focar. Só assim é que esta obra pode nascer.

Se há 1 mês atrás me dissessem assim: “Pá, a 8 jornadas do fim vais estar 1 ponto à frente.”
Eu fazia um sorriso de orelha a orelha e gritava: “Vamos a eles!”

Jogadores: Sei que são capazes de coisas extraordinárias. Por isso, transcendam-se, mostrem a vossa raça, as vossas “ganas”, o vosso querer!
O bem do Porto é o vosso bem. Esta é a casa que tão bem vos acolheu.
Entreguem este presente aos vossos adeptos que estão sempre, sempre, sempre lá. Coragem rapazes.

Vítor Pereira: Mostraste o que vales no jogo com o Benfica. Não faças disso obra do acaso (o facto de Deus querer). Materializa os teus pensamentos em resultados, porque o mais fácil é não inventar.
Ir já ganhar à Choupana. É prioritário. O mundo portista confia em ti.


Novamente: O nosso caminho é o da vitória e não o da rendição.

VAMOS A ELES!


Por: Dragão 14
Enviar um comentário
>