quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Vencer, custe o que custar! Contra tudo, contra todos, contra os tolos.




Sexta-feira todos os caminhos vão dar ao Estádio do Dragão. Após triunfo em Moreira de Cónegos por 2-0, o FC Porto recebe o Vitória de Guimarães , numa partida que abre a 21ªjornada, numa altura onde os dragões encontram-se a quatro pontos da liderança.

Derivado a dificuldades financeiras o conjunto vitoriano volta apostar essencialmente na prata da casa, algo que vem dando os seus frutos tanto no imediato, bem como a médio e a longo prazo.

Depois de uma excelente primeira volta protagonizada pelo conjunto vimaranense, a equipa liderada por Rui Vitória ainda não venceu nesta segunda volta, registando dois empates e uma derrota. O desaire ocorreu precisamente na 20ªjornada na recepção ao Belenenses, com a turma visitante a vencer por uma bola a zero, numa partida onde o Vitória dispôs de uma grande penalidade, no entanto, o médio André André permitiu a defesa ao guardião Ventura.

Para o jogo contra o FC Porto, o Vitória não contará com André André, elemento fundamental na estratégia vitoriana, atleta que vem protagonizando uma temporada de elevado rendimento, sendo provavelmente substituído pelo Cafú, que assim irá juntar-se na zona intermédia ao marfinense Bouba Saré.

Defensivamente, o técnico vitoriano deverá manter o quarteto defensivo que jogou diante do Belenenses, ou seja, Bruno Gaspar e o mais recente reforço Breno nas laterais direita e esquerda respectivamente, apostando novamente na dupla de centrais formada pelo Josué e João Afonso, dois centrais de qualidade e sobretudo no caso de João Afonso, com capacidades para atingir outros voos. Na baliza, o brasileiro Assis vai relegando o experiente Douglas para o banco de suplentes – depois de se ter lesionado não mais ganhou um lugar no onze.

O sector ofensivo vem mostrando uma dinâmica muito forte, fazendo uso da criatividade e velocidade dos jogadores que andam mais próximos da zona de decisão. Contudo, o Vitória já não conta com o irrequieto Hernâni que como se sabe reforçou o FC Porto no último dia no mercado de inverno, seguindo rumo contrário os jogadores Otávio, Ivo Rodrigues e Sami.

Qualquer um desses atletas poderão ser opção neste embate contra o FC Porto, mas numa primeira instância é de crer que apenas Sami entre directamente no onze inicial, se bem que consideramos que a breve prazo tanto o Otávio como o Ivo deverão ter oportunidades de mostrar serviço com outra regularidade.

Estando o Vitória distribuído num 4-2-3-1, nos restantes lugares para o ataque esses serão ocupados pelo Alex e possivelmente pelo também reforço de inverno, Ricardo Valente (esteve em grande no Leixões), surgindo mais adiantado o já citado Sami e nas suas costas, funcionando como pivot ofensivo, o talentoso Bernard, que nestes últimos jogos tem estado uns furos abaixo do que já apresentou esta temporada.

O FC Porto parte para este duelo com o propósito de amealhar mais três pontos e continuar na perseguição ao líder Benfica. Comparativamente ao jogo com o Moreirense, não se registam alterações na convocatória, destacando-se assim mais uma vez a chamada de Hernâni, ele que poderá ter oportunidade de defrontar a sua anterior equipa, se bem que Julen Lopetegui optou por convocar novamente 19 jogadores, fazendo com que um atleta fique depois de fora.


Por: Dragão Orgulhoso
Enviar um comentário
>