terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

“Codrilhice”

#Joker #Benfica #Sporting #FCPorto
   

Zangam-s’as comadres
Na bairro das Telheiras
E gritam, “codrilheiras”
As suas únicas verdades:

Que querem o domínio
Do futebol português!!
Cada um por sua vez…
E ao Porto, o declínio!

Na adulteração
Desses resultados
Que intercalados…
Dariam campeão!!

Mas o que se lê
Pois, dessa denúncia
É uma vaga notícia…
De que se não se crê!!

Qu’o “Presidente sem medo”
Já esteja demente
Tão novo, o dirigente
Pr’a apontar o dedo!!?

E logo ao benfica
E ao seu presidente?!
É inconsequente
Não passa de trica!?

E a gravidade
Do que se lhe aponta
Na resposta pronta:
É a insanidade?

Todas as conversas
Das ditas comadres
Já não são verdades
Mesmo se confessas?!

E o que ressalta
Dos ditos “jornais”:
Pecados capitais?
Só mesm’os do Papa!!

Pois é o enfoque
Desses “desportivos”
Que de tão permissivos…
Acusam o toque!!

E da gravidade
Do que então é dito
Não passam do mito…
Quanto mais da verdade?

O que lhes interessa
A corrupção?
Ou a adulteração
Do jogo à cabeça?

Ou as ameaças
À sua vida e família
Como se fosse quezília
Por causa de faixas?

Porque não interessa
Levantar poeira
Qu’isto é só “asneira”
Escrita sem cabeça!!

A corrupção
Aí denunciada
Vai ser investigada
Por procuração?

Ou vai-se tomar
As afirmações públicas
Como coisas lúdicas
Para se “informar”?

A D. Morgado
Vai montar processo?
Investigar, por conexo
Este novo caso?

Ou não vai dar relevo
Como fez “A Bola”
Tomando por tola
A declaração “sem medo”?

No qu’é que se fica
Depois do que foi escrito?
É dito por não dito
Ou ganh’o benfica?



Por: Joker
Enviar um comentário
>