sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Olhanense - FC Porto ( Antevisão)




Mais um jogo complicado em perspectiva, apesar do favoritismo natural do FC Porto.






A verdade é que só depois do dia 31 (sexta-feira) saberemos como que plantel contar ao certo e preocupa nesta fase ainda estarem em dúvida as permanências de João Moutinho ou Hulk, no entanto o mercado assim obriga a estas indefinições, mas independentemente disso, a nossa equipa tem obrigação de levar a melhor sobre o Olhanense.






O facto do jogo ser realizado no Estádio do Algarve será positivo, uma vez que é um campo com outras condições e assim o Olhanense jogará praticamente em campo neutro, sendo que a equipa de Olhão actualmente conta com os mesmos pontos do que o FC Porto (uma vitória e um empate).

A verdade é que o Olhanense está longe de estar no seu melhor e actualmente ainda tenta procurar no mercado soluções que possam ser credíveis. Vem de um campeonato tranquilo, com jogos onde deu para agradar e onde claramente existiram diversas melhorias após a chegada do Sérgio Conceição, ele que esteve quase a bater com a porta recentemente devido a falta de reforços, acabando por ficar, apesar das relações entre técnico e direcção já terem sido melhores.

Efectivamente faltam alguns reforços para o Olhanense, por forma a equilibrar o plantel com outra qualidade e atendendo ao facto de não existirem até ao momento muitas soluções para reforço do plantel, o que até fez com que alguns dispensados voltassem a entrar nas contas do treinador, um desses casos é  Ivanildo, que passa de dispensado a titular nestas duas primeiras jornadas.

As saídas foram muitas, é necessário relembrar que saíram oito titulares (entre eles, Fabiano Freitas que veio reforçar o nosso clube) e não é fácil num curto espaço de tempo encontrar soluções para tantas baixas. 

Curiosamente, apenas três reforços tem sido titulares ( Nuno Reis jogou ao lado do Vasco Fernandes na primeira jornada devido a lesão do Maurício), o técnico Sérgio Conceição não tem abdicado do seu 4-2-3-1, apostando em Ricardo na baliza, Luís Filipe na lateral direita e o adaptado Babanco na esquerda (atenção a este jogador!), jogando a centrais o Vasco Fernandes e Maurício. 

Depois uma dupla trabalhadora e com enorme pulmão como são Jander e Fernando Alexandre, dando a Rui Duarte outra liberdade em termos de movimentação que os outros médios não possuem.

Quanto ao ataque, se Rui Duarte está no apoio ao ponta de lança Yontcha, a escolha nas alas tem recaído em Ivanildo e no reforço Abdi (tem mostrado bons pormenores).

As limitações no plantel são reais e alternativas a esse onze existe, mas não em quantidade, contudo é de salientar a aquisição do médio Rui Sampaio, que certamente depois de entrar no onze dificilmente sairá dele, e depois existem alternativas que Sérgio Conceição poderá lançar no decorrer do encontro, como por exemplo Targino, David Silva e Nuno Silva.

Acima de tudo podemos definir este Olhanense como uma equipa guerreira, onde na falta de elementos que possam dar criatividade e uma maior qualidade técnica ao jogo, tacticamente tem uma atitude extraordinária!

No FC Porto, caso o plantel esteja completamente apto, penso que Vítor Pereira irá manter e bem o onze utilizado diante do Vitória de Guimarães, inclusive a permanência do Atsu na equipa inicial.

Lista de Convocados:
Helton, Danilo, Lucho, Maicon, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Kleber, Hulk, Miguel Lopes, Varela, Mangala, Fabiano, Alex Sandro, Atsu, Kelvin, Otamendi e Defour.

Por: Dragão Orgulhoso
Enviar um comentário
>