domingo, 26 de agosto de 2012

Segunda Liga: FC Porto B 1 - 2 D. Aves ( Crónica )










Primeira derrota no campeonato por parte do FC Porto B, apesar de uma exibição menos conseguida o resultado acaba por ser injusto, no entanto um golo irregular apontado por Rabiola (claramente em fora de jogo) e uma grande penalidade desperdiçada pelo central Tiago Ferreira, contribuíram para o insucesso.






Numa partida onde o técnico Rui Gomes não fez qualquer alteração no onze apresentado a meio da semana diante do Portimonense,enquanto o treinador do D. das  Aves procedeu a duas modificações, entrando Marafona para a baliza e Romeu para o meio-campo, para os lugares do Rui Faria e Valdinho respectivamente.

A turma visitante jogou num 4-2-3-1, distribuído com Marafona na baliza, quarteto defensivo formado por Leandro, Elvis, João Paulo e Mamadu, Lourenço e Tito no centro do miolo, contando com Grosso sobre o lado esquerdo do ataque e Vasco Matos sobre a direita. Na frente, o regressado Romeu nas costas do Rabiola.

O FC Porto B não podia ter começado da melhor maneira, com Dellatorre a fazer o tento inaugural (dos quatros golos da nossa equipa no campeonato, três deles são da autoria deste ponta de lança brasileiro), após boa combinação entre Pedro Moreira, Edú e Sebá. 







Com o golo a surgir na fase inicial, o jogo podia ter outra tranquilidade e confiança aos nossos jogadores, mas diga-se que o FC Porto nunca foi dominador e por diversas ocasiões saía a jogar com alguma passividade, apresentando pouca mobilidade na última fase de construção.





Pouco a pouco o Aves foi subindo no terreno, também sem criar perigo de maior junto do Stefanovic, até cerca dos 27 minutos da primeira parte, a equipa avense chega ao empate, num tento marcado por Grosso, aproveitando um erro de marcação de Diogo Mateus, ganhando-lhe as costas.

O jogo em si foi muito equilibrado, mais musculado do que propriamente técnico (características muito próprias nesta Liga), o Aves apesar de ter mais qualidade, outro traquejo nestas andanças e ser um dos candidatos à subida, nunca foi superior ao FC Porto B, optando o seu treinador por um modelo de jogo com maior ênfase na contensão, tentando partir pela certa para o ataque e raramente o nosso sector defensivo foi obrigado a trabalhos extra.

Numa altura em que as duas equipas já estavam reduzidas a dez elementos (vermelho direto a Dellatorre e João Paulo), o Aves faz o 2-1, num lance claramente irregular, por fora de jogo de Rabiola ( estava "acampado" à frente do Stefanovic).

Para "ajudar à festa", Tiago Ferreira permite a intervenção de Marafona na marca dos 11 metros (boa decisão do árbitro).

Exibição menos conseguida por parte da nossa equipa B onde mais uma vez foi notória algum afastamento entre o meio-campo com o ataque e assim fica difícil criar desequilíbrios, temos visto alguns momentos de inspiração individual e pouco mais. É uma equipa em crescimento e o futuro certamente será risonho, no entanto muito trabalho pela frente! 

Seria importante a inclusão de jogadores da equipa principal nos jogos da B.



ANÁLISES INDIVIDUAIS: 

Stefanovic - Não teve muito trabalho. Sem possibilidades de defesas nos dois golos sofridos.

Diogo Mateus - Mancha a sua exibição com um erro clamoroso que dá o empate ao adversário. Quanto ao resto, até estava cumprir na defesa, e no ataque procurou estar sempre disponível para as acções de acompanhamento.

Zé António - Mais uma vez bastante tranquilo e a ser voz de comando no centro da defesa. Tem um corte excepcional que impede que Vasco Rocha se isole.

Tiago Ferreira - No 2-1 não tem culpa do assistente não ter assinalado a posição irregular a Rabiola. Esteve bem ao lado de Zé António, Pena a grande penalidade desperdiçada.

Victor Luís - Não esteve tão activo no flanco esquerdo como se previa, mas com a passagem de Vasco Matos da ala direita para a esquerda, começou a dar outra profundidade. Tem um remate à trave (a bola ressalta em Tito).

Mikel - Sacrificado após o golo apontado por Rabiola. Estava novamente a rubricar uma exibição positiva e nota-se que está em crescendo de jogo para jogo!

Pedro Moreira - O melhor em campo! Bastante disponível como é hábito, entrega fantástica, e foi muito importante após a saída de Mikel, dando equilíbrio importante nos momentos defesa/ataque e ataque/defesa.

Edú - A "formiguinha" sempre irrequieta, é pena os restantes não acompanharem da devida forma a dinâmica e mobilidade que confere ao jogo da nossa equipa.

Sebá - Durante os 90 minutos passou pelas três posições do nosso ataque sem nenhum apontamento de registo, exceptuando um cabeceamento perigoso após remate à trave do Victor Luís.

Dellatorre - Pleno de oportunidade marcou o único golo da nossa equipa, ganhando o duelo com João Paulo, não dando possibilidade a Marafona. Completamente evitável a sua expulsão!

Fábio Martins - Muito discreto, tendo poucas participações com bola no ataque, acabou substituído com toda a naturalidade. 

Fred Maciel - Primeira aposta de Rui Gomes vinda do banco, mas passou despercebido, contando com um bom remate, após variação da esquerda para o meio.

Vion - Bem marcado pelos centrais, só por uma vez teve espaço para criar algum perigo, contudo o cabeceamento não saiu da melhor maneira.

Tozé - Soube a pouco os minutos em que esteve em campo. Deveria ter mais oportunidades, até porque este é daqueles que não engana. Não esperem que ele brilhe jogando 15/20 minutos.

FICHA DE JOGO:

FC Porto-Desportivo das Aves, 1-2
Segunda Liga, quarta jornada
26 de Agosto de 2012
Estádio de Pedroso, em Vila Nova de Gaia

Árbitro: Pedro Gonçalves (Guarda)
Assistentes: Pedro Ribeiro e Miguel Aguilar

FC PORTO: Stefanovic; Diogo, Zé António, Tiago Ferreira, Victor Luís; Mikel, Edú, Pedro Moreira; Sebá, Dellatorre e Fábio Martins.

Substituições: Frédéric por Mikel (57’), Vion por Fábio Martins (68’), Tozé por Edú (73’)
Não utilizados: Elói, Bruno Silva, David e M’Bola.

Treinador: Rui Gomes

DESP. AVES: Marafona; Leandro, Élvis, João Paulo, Mamadou, Tito, Grosso, Romeu, Lourenço, Vasco Matos e Rabiola.
Substituições: Renato por Romeu (45’), Romaric por Rabiola (66’), Vasco Rocha por Lourenço (82’)

Treinador: José Vilaça

Ao intervalo: 1-1

Marcadores: Dellatorre (5m), Grosso (26m) e Rabiola (55m)

Cartão vermelho: Dellatorre e João Paulo (49m)


Por: Dragão Orgulhoso
Enviar um comentário
>