segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Segunda Liga: Tondela 2 - 2 FC Porto B (Crónica)









O FC Porto "B" iniciou a sua participação na Segunda Liga com um empate, resultado adequado pelo que se passou ao longo do encontro.

Apesar da nossa equipa ter tido mais oportunidades para marcar, inclusive na parte final do jogo Sebá poderia ter dado a vitória, numa transição rápida.







O FC Porto "B" nunca soube explorar convenientemente a superioridade numérica (o central Pica d0 Tondela foi expulso) e deu-se ao "luxo" de sofrer dois golos em situações de bola parada, mais concretamente após cobrança de pontapés de canto e num desses tentos com claras responsabilidades para o Stefanovic.

O técnico Rui Gomes fez uma alteração de registo no onze inicial, entrando o Fábio Martins para o lugar do Fred Maciel, mantendo os restantes dez elementos que entraram de início no desafio com o Celta de Vigo "B" e até à expulsão, estava agradar, conseguindo superiorizar-se no meio-campo e criar muitas dificuldades defensivas ao Tondela.








O golo surgiu com toda a naturalidade (excelente cruzamento com o pé direito do Victor Luís para a cabeça do Dellatorre). A nossa equipa "B" estava expandir todo o seu futebol mesmo com Stefanovic ter sido diversas vezes chamado a interferir, o FC Porto estava mais forte e poderia ter marcado através do Sebá ou do Fábio Martins.

Quanto ao Tondela, o treinador Vítor Paneira apostou praticamente no onze expectável, exceptuando a titularidade de Carlos André e de Dyego Sousa, jogando igualmente em 4-3-3, com triângulo invertido, ou seja, distribuído com duplo-pivot (Fábio Pacheco e Tiago Barros)  e um médio ofensivo, neste caso o Márcio Sousa, estando a frente de ataque entregue ao Piojo (deu que fazer ao David Bruno), Luís Aurélio e Dyego Sousa.






Com a expulsão do central Pica, o técnico do Tondela teve que fazer algumas modificações em termos estratégicos, recuando o Tiago Barros para o eixo da defesa juntando-se a Carlos André, exigindo desta feita maior sacrifício a Márcio Sousa e igualmente a Luís Aurélio nas acções defensivas, e a verdade é que resultou, porque a partir daí anulou quase por completo as acções ofensivas do FC Porto.

Na nossa opinião o nosso treinador podia e devia ter alterado a equipa mais cedo, se a entrada do Vion acaba por ser normal, fazer entrar o Tozé já em cima dos 90 minutos é que não lembra a ninguém e obviamente não veio trazer nada.

Acreditamos na nossa equipa e logicamente há aspectos a melhorar, mas continuamos a dizer que juntamente com o Sporting, são as melhores equipas "B" neste campeonato, no entanto terão pela frente 42 jornadas durinhas e hoje já tivemos uma amostra do que poderá ser esta competição.


Análises Individuais:

Stefanovic - Não será por um jogo que se coloca tudo em causa, até porque vimos diversos jogos dele no Santa Clara, é um excelente guarda-redes,claudicou no golo que dá o 1-1,não podia ter sofrido aquele tento. Fez três boas intervenções e ao longo do encontro teve muito trabalho pela frente, onde grande parte das ocasiões saiu-se bem.Teve algumas dificuldades a jogar com os pés, vertente técnica em que ele até é forte.

David Bruno - Algumas dificuldades perante Piojo, subindo de rendimento com o desenrolar da partida, quase marcava de pé esquerdo.

Zé António - Nenhum golo é da sua responsabilidade, cumpriu.


Tiago Ferreira - Infeliz no 2-1, que vem manchar um pouco a sua exibição que estava a ser bastante segura, a jogar da forma mais simples possível e sobretudo eficaz.

Victor Luís - Defensivamente continua revelar algumas lacunas, sobretudo a nível do posicionamento. É dele a assistência para o primeiro golo da partida.

Mikel - Não gostamos da sua exibição nos primeiros 45 minutos, cresceu imenso no segundo tempo, foi um dos melhores!

Sérgio Oliveira - Passou ao lado do encontro. Errou muitos passes, a velocidade de execução era inexistente e a sua substituição acabou por ser normal.

Edú - Está em todo o lado e merece claramente nota positiva. Está no lance que possibilita o empate neste jogo!

Sebá - É um craque e é dos jogadores com maior potencial nesta equipa e também neste campeonato! Tem que acompanhar mais nas tarefas defensivas, no entanto quando tem bola é um perigo à solta.

Dellatorre - Dois bons golos, muito trabalho aos defesas contrários e sempre bastante activo. Este também é craque!

Fábio Martins - Primeira parte bem conseguida a dar que fazer a Edson, desaparecendo na segunda parte, a sua saída só pecou por ser excessivamente tardia.

Vion - Entrou numa fase onde a nossa equipa estava a perder, um ou outro pormenor digno de registo, mas pouco mais...

Tozé - Entrou aos 90 minutos...


Ficha de Jogo:

Tondela - FC Porto B, 2-2

Assistência: cerca de 1500 espectadores

Árbitro: Nuno Almeida (Algarve)
Assistentes: Paulo Ramos e Valter Rufo
Quarto árbitro: Pedro Neves

TONDELA: Bruno; Edson Silva, Pica, Carlos André, Pedro Araújo; Fábio Pacheco, Tiago Barros, Márcio Sousa, L. Aurélio, Dyego Sousa e Piojo.
Substituições: Luís Aurélio por Ericson (46m), Dyego Sousa por Jo (60m), Márcio Sousa por Bacar (82m).
Treinador: Vítor Paneira

FC PORTO B: Stefanovic, David, Zé Antónoio, Tiago Ferreira, Victor Luís; Mikel, Sérgio Oliveira, Edu; Sebá, Fábio Martins e Dellatorre.
Substituições: Sérgio Oliveira por Vion (66m), Fábio Martins por Tozé (90m)
Treinador: Rui Gomes

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Dellatorre (11m e 76m)), Tiago Barros (42m), Piojo (47m)
Cartões amarelos: Sérgio Oliveira (38m), Edson Silva (45+1m), David (49m), Ericson (53m), Carlos André (75m), Edu (80m)
Cartão vermelho: Pica (26m)


Por: Dragão Orgulhoso
Enviar um comentário
>