sábado, 18 de agosto de 2012

Segunda Liga: FC Porto 0 - 0 U. Madeira ( Crónica)







Até ao momento a nossa equipa só conheceu o sabor do empate e tal como na semana anterior, um resultado justo pelo que se passou ao longo dos 90 minutos, nos quais tivemos uma maior ascendência do FC Porto "B" durante o primeiro tempo, enquanto nos segundos 45 minutos praticamente só deu União que chegou a desperdiçar quatro ocasiões de golo, travadas de forma excepcional por Stefanovic, que acaba assim por ser a figura do encontro, evitando males maiores.






O FC Porto "B" registou uma alteração comparativamente ao embate com o Tondela, o técnico Rui Gomes fez entrar o Diogo Mateus no lugar de David Bruno na lateral direita, mantendo os restantes dez jogadores, e diga-se que nos primeiros 15 minutos o nosso meio-campo mexeu e de que maneira com o jogo, conseguindo circular a bola com velocidade e criar desequilíbrios junto às alas, com destaque para as acções individuais do Fábio Martins sobre o lado esquerdo do ataque.

Foi pena nesse período de ascendente o FC Porto não ter materializado em golos as situações que teve. Com o passar dos minutos, o União foi-se adaptando ao ritmo do jogo e conseguiu acalmar os ânimos, pausando mais o jogo, com sectores mais próximos um dos outros, dificultando a vida à nossa equipa, onde Sebá e  Fábio Martins deixaram de ter hipóteses de brilhar.

A equipa madeirense manteve praticamente a mesma estrutura utilizada no jogo da primeira jornada, mas tal como nos dragões existiu uma mudança no onze inicial, entrando o médio Joel para o lugar do Gleibson, fazendo adiantar o Hugo Morais no terreno, ele que não é propriamente um extremo puro ( é um jogador que rende mais em posições interiores).

O União da Madeira esteve distribuído num 4-2-3-1, contando com o Cristopher na baliza, surgindo à sua frente os centrais Ávalos e Kiko (sempre muito seguros), estando as laterais entregue ao Carlos Manuel e Alex.

Sobre o meio-campo, conforme era expectável o Jokanovic apostou num triângulo invertido (Joel e Tiago como duplo-pivot e Rúben Andrade mais adiantado) e na frente o já citado Hugo Morais e ainda o Steve na ala direita e o ponta de lança Marquinhos Jr.

Na segunda parte, o FC Porto "B" nunca se conseguiu impôr e só de bola parada é que tentou incomodar o guardião madeirense, com poucos efeitos práticos.






O União da Madeira subiu imenso de rendimento e muito por culpa das entradas dos avançados Thiago Faria e Christian, que deram muito trabalho à defesa portista, no entanto encontraram pela frente um guarda-redes de grande nível, que manteve as suas redes invioláveis.





Não querendo voltar a "bater na mesma tecla", mas parece-nos que Rui Gomes voltou a mexer tardiamente na equipa, a meio da segunda parte eram visíveis alguns jogadores em dificuldades.


ANÁLISE INDIVIDUAIS

Stefanovic - É o melhor guarda-redes da Segunda Liga e disso não tenho a mais pequena dúvida. Evitou hoje a derrota e esteve muito bem sempre que foi chamado a interferir.

Diogo Mateus - No primeiro tempo esteve nas suas "sete quintas", ou seja, pouco trabalho defensivo ( Hugo Morais raramente lhe apareceu pela frente), mas na segunda parte já passou por mais dificuldades e no ataque pouco acrescentou.

Zé António - Exibição segura e até ao momento tem sido o verdadeiro patrão da defesa.

Tiago Ferreira - Exibição positiva, contudo ia tendo uma falha que podia ter proporcionado um golo aos visitantes, depois de cortar mal com a cabeça, possibilitando a Steve isolar-se para a baliza.

Victor Luís - Fez uma exibição um pouco à imagem do Diogo. Muitas dificuldades quando teve pela frente o Thiago Faria.

Mikel - Mais uma performance agradável deste trinco. Levou o amarelo da ordem, mas soube conter-se, está a agradar!

Sérgio Oliveira - Na segunda parte praticamente não existiu, enquanto no primeiro tempo variou entre o bom e o mau. Teve três aberturas fantásticas para os seus colegas, mas também falhou muitos passes (grande parte deles surgiam com muita força).

Edú - O trabalhador do costume. Não sabe jogar mal, só é pena por vezes não ter o melhor acompanhamento.

Sebá - Raramente apareceu, muito por culpa de um jogador chamado Alex (nós avisamos: ver aqui ).

Dellatorre - Bons pormenores, mas infelizmente não teve grande acompanhamento ofensivo e por isso seria complicado exigir demasiado.

Fábio Martins - Foi provavelmente o melhor da nossa equipa nos primeiros 15 minutos, mas depois do acerto por parte de Carlos Manuel, foi desaparecendo do jogo.

Fred Maciel - Pouco ou nada veio acrescentar no ataque, seja através do lado esquerdo ou na direita.

Pedro Moreira - Devia ter entrado mais cedo.



FICHA DE JOGO

FC Porto B – U. Madeira, 0-0
Estádio Jorge Sampaio
Assistência: cerca de 2157 espectadores

Árbitro: Vasco Santos (Porto)
Assistentes: Paulo Vieira e Ludovico Franco

FC PORTO B: Stefanovic, Diogo Mateus, Zé Antónoio, Tiago Ferreira, Victor Luís; Mikel, Sérgio Oliveira, Edu; Sebá, Fábio Martins e Dellatorre.
Substituições: Fábio Martins por Frederic (69m), Sérgio Oliveira por Pedro Moreira (73m)
Treinador: Rui Gomes

U. MADEIRA: Christopher; Carlos Manuel, Ávalos, Kiko, Alex; Tiago, Hugo Morais, Joel, Rúben Andrade, Steve e Marquinhos.
Substituições: Marquinho Por Christian (46m), Joel por Thiago Faria (51m), Hugo Morais por Lucas (77m)
Treinador: Pedrag Jokanovic

Cartões amarelos: Ávalos (44m), Mikel (56m), Rúben (63m), Kiko (78m), Thiago Faria (85m)


Por: Dragão Orgulhoso
Enviar um comentário
>