domingo, 31 de agosto de 2014

Primeira Liga; 3ª Jorn.: FC Porto - Moreirense (Antevisão)

#FCPorto #FCPorto-Moreirense #Futebol #PrimeiraLiga




Dois jogos e outros tantos triunfos. É este o saldo do FC Porto presentemente no arranque da Liga, sendo que neste domingo recebe o Moreirense pela 18 horas (transmissão aqui), num encontro respeitante à terceira jornada, isto num fim-de-semana onde teremos duelo entre candidatos ao título e como tal o FC Porto poderá aproveitar este embate para aumentar distâncias, pelo menos em relação a um dos rivais.

O Moreirense regressou esta temporada ao convívio dos grandes, depois de uma época no segundo escalão. Contando com um plantel de qualidade e diversas soluções para todos os sectores, foi com toda a naturalidade que acabou por alcançar a subida, sagrando-se inclusive campeão da Segunda Liga após disputa intensa com a formação secundária do FC Porto.

Neste regresso ao escalão principal, as novidades começam desde logo no banco de suplentes, com Miguel Leal a assumir os destinos do clube, ele que curiosamente levou o Penafiel à subida, no entanto, optou por ingressar no conjunto de Moreira de Cónegos, que parte para este campeonato com um único objectivo, neste caso o da manutenção.

Ao fim das duas primeiras jornadas, a turma liderada por Miguel Leal regista um saldo de uma vitória e um empate, contabilizando quatro pontos, fruto de um triunfo na Choupana por uma bola a zero – golo apontado pelo paraguaio Ramón Cardozo – e um caseiro diante do Sp. Braga (0-0).

Atendendo à forma de pensar o jogo do técnico Miguel Leal – ele que privilegia uma boa organização defensiva – será expectável termos um Moreirense de contensão, optando maioritariamente pelos equilíbrios e só depois assumir uma preocupação mais ofensiva utilizando como principal recurso o contragolpe de forma a surpreender o FC Porto. Tacticamente, será de esperar uma organização com base num 4-2-3-1, passando a um 4-5-1 nos momentos defensivos, derivado ao baixar de linhas dos jogadores mais adiantados no terreno.

Dificilmente haverá novidades no onze, até pela boa resposta dada pelo colectivo até ao momento e assim sendo entre os postes surgirá o indiscutível Marafona (um dos bons guarda-redes da Liga), um quarteto defensivo interessante, contando no lado direito da defesa com o incansável Paulinho e na esquerda André Marques, dois laterais competentes nos momentos defensivos e atrevidos sempre que possível no acompanhamento ofensivo. No centro da defesa a dupla Anilton Júnior e Ricardo Nascimento foi desfeita – no caso do Anilton ainda permanece no clube – sendo substituída pelos também experientes Danielson e Marcelo Oliveira.

No sector intermédio, destacar os dois médios (Filipe Melo e André Simões), que são um verdadeiro pêndulo neste modelo de jogo e muito deste Moreirense vai depender dos seus comportamentos. Em relação aos jogadores de características mais ofensivas, não deverão igualmente existir alterações, apostando no Bolívia à frente do duplo-pivot e nas alas os irrequietos João Pedro e Arsénio – no decorrer do encontro poderá fazer troca posicional com o Bolívia – estando mais adiantado o Alex Gonçalves, que por agora leva a melhor sobre Cardozo no onze inicial.

Para o FC Porto, só o triunfo irá interessar e como tal as expectativas estarão totalmente focadas nesse propósito. Com este jogo, termina um ciclo de desafios realizados num curto espaço de tempo, sendo que na semana seguinte o campeonato será interrompido devido a compromissos de selecção.

Lista de Convocados FC Porto
Andrés Fernández e Fabiano (g.r.); Danilo, Martins Indi, Maicon, Marcano, Casemiro, Quaresma, Brahimi, Jackson Martínez, Quintero, José Ángel, Evandro, Herrera, Adrián López, Ricardo, Óliver Torres e Rúben Neves.




Por: Dragão Orgulhoso

Enviar um comentário
>