terça-feira, 26 de agosto de 2014

A entrevista

#Benfica #lampiões #Porto #FCPorto #Joker 



A entrevista era séria
Conduzida p’lo Conduto
Na Btv, não há léria…
Só a verdade, como atributo!
Pois falav’o presidente
Da única instituição
Com crédito recorrente
Para pagar a “tradição”:

Qu’a realidade é outra
Avis’o timoneiro à “maralha”
E qu’o dinheiro não sobra…
Há que poupar na “tralha”!?
E que contratar por milhões
Seria coisa do passado
Por essas tais mil razões
Com c’o dinheiro é usado!

Mas a verdade ecoa
Como ressonância magnética
Por tod’a Lisboa…
Como mensagem sintética:
Não há dinheiro dos bancos!
Não há dinheiro dos fundos!
Só podemos comprar “mancos”
Mas podemos comprar muitos!

Mas a pré-época
Deixa muitas marcas
Uma equipa anémica
Em transições anárquicas!
Por isso o discurso
É pr’a boi ouvir
E manter o uso
De mais s’investir!

São só mais dez
Coisa pouca!…
Qu’empresta o BES!?
Pr’a juntar à outra
Que está pr’a vencer
No final do ano
Ou o Enzo vender
Até ao descerrar do pano…

E que preocupados
Andavam os “jornais”
C’os passes comprados
C’os empréstimos a mais!
C’o nosso défice
E c’o nosso risco
Quando eis, que num ápice
O benfica está “rico”!

Que descobriu petróleo
Com’o Pinto da Costa
Por investir no espólio
Sem mouro na costa?
Donde vem o “guito”
Donde vem a “massa”
Se no vídeo é dito
Que não sobra “pasta”?

E as outras promessas
Que nunca cumpriu?
Vendendo as réstias
Qu’a formação lá viu?
Os milhares de sócios
Ou a demissão?
Promessas de negócios
P’la clausula de rescisão!?

Ser o maior da Europa
Maior qu’o Real Madrid!
Vencer sem ser por batota
No túnel que sai dali!
Ganhar com hegemonia
Vencer campeonatos a eito!
Vencer na Europa, um dia…
Sem ser a final, um feito!

Investir mundos e fundos
Porqu’o passivo aguenta
Fazer do benfica, muitos
Qu’um só, não sei s’arrebenta!…
Criar como qu’um franchising
Dessa grande marca benfica!
E nisto fazer um downsizing
Do clube, e qu’a SAD s’extinga!

E dividir o clube em dois
O Bom pr’a gerir o Bento!
O Mau pr’o Orelhas, pois…
Qu’ele sabe o que vai lá dentro….
E nisto incluir o Conduto
No Conselho d’Administração
E levar o Valdemar por usufruto
Pr’a criar nova recreação!

O Novo benfica nasce
Só com activos tóxicos!
O Orelhas pede nova taxa
Pr’a novos empréstimos módicos…
E tudo fica a preceito
No país dos lampiões
C’o Bento ainda paga o jeito
Criando o clube dos milhões!

E tudo volt’a florescer
No país das vacas gordas
O benfica tarda em fenecer
Pois ainda tem crédito pr’a “obras”!
E tudo fica como antes
Pois vem lá nova OPA chinesa!
E o Comendador vend’os diamantes
Pr’a comprar acções à Baronesa!

E nisto a entrevista acaba…
O Conduto está pois, satisfeito!
O Orelhas vence nova etapa!
Qu’a entrevista serviu o jeito
É para isso que ele é pago
Como antes na televisão pública!?
Servir como “jornalista”, é magro…
É um gestor da causa lúdica!

E o benfica segue adiante
Investindo novos milhões!
Que pague quem vier avante
As contas com novas acções!
Qu’Orelhas tem nova promessa
Agendada em novo programa
Depois de perder no Bessa…
Marcada já pr’a semana!


Por: Joker
Enviar um comentário
>